Enfermeira Isabel Silva
Enfermeira Isabel Silva
03 Ago, 2017 - 16:04

Colo: os 6 benefícios deste contato físico com o bebé

Enfermeira Isabel Silva

A ideia de que quanto mais colo se der ao bebé mais ele fica viciado e não vai parar de querer é errada. O colo só traz benefícios tanto atuais como para o futuro da criança.

Colo: os 6 benefícios deste contato físico com o bebé

A grande maioria dos bebés só quer saber do colo dos pais. O toque e contacto que os bebés sentem quando estão ao colo dos pais é tão importante como o leite.

Durante 9 meses os bebés estão num espaço justo e confortável. Assim que nascem, deparam-se com um mundo muito diferente daquele que conhecem, cheio de novas sensações dentro e fora do seu corpo. Isto provoca um grande desconforto aos bebés.

O contato pele a pele e o toque dos pais é tudo o que o bebé necessita para se acalmar. Por vezes, a aproximação da mãe é o suficiente para acalmar o bebé.

6 Benefícios do colo para o bebé

beneficios do colo para o bebe

Há estudos que comprovam que pessoas que tinham o colo dos pais enquanto bebés, eram adultos com menor incidência de ansiedade e doenças como depressão. Os benefícios do colo são vários.

1. Tranquiliza o bebé

Quando estão no colo da mãe ou do pai os bebés sentem-se em casa. Esse aconchego assemelha-se ao do útero materno. Isto ajuda a diminuir o choro do bebé e a diminuir os seus níveis de stress.

Durante a noite, dar colo ao bebé também pode ajudá-lo a ter um sono mais tranquilo.

2. Melhora a digestão

Só o facto do bebé ficar mais tranquilo junto dos pais faz com que todas as suas funções fisiológicas estejam em melhor funcionamento.

O calor proporcionado pelo colo dos pais impulsiona os movimentos peristálticos do bebé facilitando a digestão e prevenindo as cólicas.

3. Alivia as cólicas

Para aliviar as cólicas do bebé, uma das possibilidades é amamentá-lo ou simplesmente dar-lhe colo. O calor do corpo da mãe aquece a barriga do bebé relaxando a sua musculatura e diminuindo, assim, a dor.

4. Promove o desenvolvimento dos sentidos

O desenvolvimento das funções cognitivas e dos sentidos como a audição, a visão e o tato é promovido pela proximidade com a mãe ou o pai.

Ao ouvir os batimentos cardíacos ou a voz dos pais, o contato pele a pele e o contato visual permite ao bebé desenvolver os seus sentidos com mais facilidade.

O colo é uma necessidade para os bebés e é por esse motivo que são chamados bebés de colo. Os bebés humanos são os mais indefesos de todos os bebés mamíferos e têm a necessidade de se sentir seguros e protegidos.

5. Diminui a sensação de dor

Há estudos que comprovam que o colo dos pais pode diminuir a dor que o bebé sente em intervenções dolorosas, como por exemplo uma vacina.

Isto acontece porque quando o bebé recebe carinho, há uma zona do cérebro que se ativa libertando descargas elétricas para diminuir a sensação de dor.

6. Previne doenças no futuro

Os bebés que recebem colo tornam-se crianças e adultos mais seguros e confiantes. Dar colo ao bebé é transmitir-lhe uma sensação de segurança e proteção. Isto vai fazer com que o bebé cresça e amadureça com coragem para encarar o futuro sem medos e inseguranças.

De acordo com vários investigadores, o stress provocado pela separação dos pais provoca alterações no cérebro dos bebés, que se tornam adultos com mais suscetibilidade a desenvolver doenças como a depressão e a ansiedade.

Este contato físico com os pais vicia?

bebe ao colo

Tal como alimentar-se, o colo é uma necessidade básica para os bebés.

No útero materno os bebés são alimentados durante 24 horas por dia e estão em contato físico com a mãe durante 24 horas por dia. Após o nascimento, mantêm-se estas necessidades que vão diminuindo à medida que o bebé vai crescendo. Eles vão ficando mais tempo sem se alimentarem e mais tempo sem o contato permanente que o colo lhes proporciona.

Não é um medicamento, pelo que não vicia nem tem efeitos secundários. E como tal, não faz sentido dosear as quantidades para o contato físico com o bebé.

Funciona como uma forma de regulação, que ajuda na transição do útero para o mundo extrauterino. Para além disso, diminui os níveis de stress não só do bebé mas também dos pais. Há estudos que comprovam que o colo não vicia, mas sim regula. Bebés bem regulados desenvolvem a sua autonomia de forma fisiológica, no momento certo.

Veja também: