Enfermeira Isabel Silva
Enfermeira Isabel Silva
15 Set, 2017 - 17:25

Cintas na gravidez: quais são as vantagens da sua utilização

Enfermeira Isabel Silva

Com o aumento do peso da barriga durante a gestação, vão surgindo dores lombares fortes. A utilização de cintas na gravidez ajuda a evitar este problema.

Cintas na gravidez: quais são as vantagens da sua utilização
O artigo continua após o anúncio

À medida que a barriga vai crescendo durante a gravidez, o peso da mesma também vai aumentando. Conforme a gravidez vai progredindo, há uma alteração do centro de massa da mulher e uma sobrecarga nos músculos e ligamentos. Isto provoca dores lombares e nas costas fortes.

Para aliviar este problema são recomendadas as cintas na gravidez. No entanto devem ser utilizadas sempre sob aconselhamento médico.

Para que servem as cintas na gravidez?

para que servem as cintas na gravidez

À medida que a barriga vai crescendo durante a gravidez, vão surgindo alguns desconfortos como por exemplo, dores lombares.

Para prevenir a dor lombar e promover um maior conforto durante a gestação, é fundamental dar uma boa sustentação à barriga. Para esse fim, as cintas na gravidez são a melhor opção, pois fornece esta sustentação.

Estas cintas, ou faixas, consistem numa espécie de cueca alta que cobre todo o abdómen e uma faixa que suporta o fundo da barriga.  A sua principal função é fornecer apoio à barriga da mulher, com o objetivo de diminuir o peso que pressiona a zona lombar.

Podem ainda ser recomendadas pelo médico no caso de o bebé estar já muito descido antes do tempo ou para evitar que isto aconteça.

Quando podem ser usadas?

As cintas na gravidez são aconselhadas a partir das 25 semanas de gestação. No caso de gravidez de gémeos, o ideal é que sejam usadas a partir das 20 semanas.

Devem ser utilizadas durante todas as atividades diárias, podendo ser retirada para dormir.

Quais são as vantagens de usar cintas na gravidez?

vantagens do uso da cinta na gravidez

As cintas realizam muito bem a função a que se propõem. A sua utilização apresenta diversas vantagens, entre as quais:

O artigo continua após o anúncio
  • Transfere o peso do abdómen para a coluna;
  • Promove a circulação sanguínea;
  • Alivia dores lombares, nas pernas e abdómen;
  • Melhora a postura corporal;
  • Proporciona suporte à barriga;
  • Diminui a pressão sobre o nervo ciático, aliviando a dor.

Quais são os melhores modelos?

modelo sde cintas para gravidas

Durante a gestação, a mulher poderá precisar de utilizar duas cintas diferentes. Inicialmente pode ser utilizada apenas a faixa elástica no fundo da barriga. Conforme a barriga for crescendo, o ideal é usar uma cinta que cubra a maior parte do abdómen.

Existem vários modelos:

  • Os modelos com molas entre as pernas tornam mais fáceis as idas frequentes ao quarto de banho;
  • Modelos com pernas, como uma bermuda ou calção, normalmente são mais confortáveis. No entanto, tornam-se mais quentes;
  • As cintas com soutien integrado, tipo body, são mais fáceis para vestir tudo de uma vez. Têm a desvantagem de ter que despir tudo cada vez que seja necessário ir ao quarto de banho.

Antes de optar por um modelo deve experimentar. Deve ser tido em consideração o tamanho da barriga, o conforto da cinta e a eficiência que esta terá para o seu caso em específico.

E no pós-parto?

cinta pos parto

Há especialistas que defendem a sua utilização no pós-parto e outros que não o aconselham.

Alguns especialistas defendem que as cintas pós-parto podem fazer com que os músculos abdominais percam força, se estes não tiverem de a fazer sozinhos. Por este motivo, vários profissionais desaconselham o seu uso.

Há também especialistas que defendem a sua utilização, uma vez que estas diminuem as dores lombares dando uma maior estabilidade às costas.

No caso de cesariana, as opiniões também divergem. Uns especialistas defendem que o uso da cinta após a cesariana promove a cicatriazação e ajuda a diminuir a inflamação. Outros afirmam que a cinta não deve ser usada enquanto a ferida não estiver cicatrizada,

Em qualquer dos casos, deve ser consultar o médico antes de tomar uma decisão.

O artigo continua após o anúncio

Vantagens do seu uso

  • Correção da postura e estabilização da coluna;
  • Facilita a mobilidade durante os primeiros dias pós-parto;
  • Ajudam a mulher a sentir-se melhor com o seu corpo, uma vez que ajudam a dissimular a moldar a silhueta.

Veja também: