Mafalda Braga
Mafalda Braga
20 Mar, 2018 - 13:00

Bengal: tudo o que precisa de saber sobre esta raça

Mafalda Braga

Gozando de uma crescente popularidade, o Bengal é uma das poucas raças híbridas descendente de um felino selvagem – o Gato-Leopardo asiático.

bengal

O Bengal, também conhecido como Gato-de-Bengala, ganhou o seu nome devido à designação científica do seu ancestral selvagem, Prionailurus Bengalensis. A beleza exótica que remete para os grandes felinos está bem presente nesta raça, reunindo simultaneamente todas as características comportamentais dos gatos domésticos.

Contudo, a TICA (Associação Internacional de Gatos) exige a prova de que os gatos sejam reproduzidos entre Bengals por, pelo menos, quatro gerações para serem considerados domesticados.

Características gerais do bengal

grupoGrupo: Gatos de pelo curto
origemPaís de Origem: Estados Unidos da América
portePorte: médio/grande
pesoPeso ideal: de 4,5kg a 10kg
corCor: Padrão leopardo: rosetas pretas, castanhas ou canela sobre fundo preferencialmente dourado. Padrão mármore: desenhos que lembram conchas de ostras nos flancos e asas de borboleta nas coxas. Padrão “snow”: branco com manchas e veios castanhos ou pretos
lifeEsperança Média de Vida: de 12 a 16 anos
preçoPreço médio: de 820€ a 3700€, dependendo dos padrões

Características específicas do bengal

É importante não esquecer que o Bengal apresenta mais características selvagens que outras raças. As fêmeas são normalmente mais temperamentais e independentes que os machos, sobretudo na altura do cio. Apesar disso, trata-se de um gato que inspira confiança e que nunca se deve mostrar agressivo. De uma maneira geral, é sensível aos humores do dono, conseguindo adaptar o seu comportamento a isso.

Costuma-se dizer que é uma raça hiperativa, que gosta de saltar, correr, brincar e explorar todos os cantos da casa e do jardim, aconselhando-se cuidado com objetos delicados. Não se admire se ele lhe trouxer um “pequeno presente” do exterior, pois são excelentes caçadores.

Um dos traços mais característicos do Bengal é a sua atração pela água, mostrando até interesse em molhar-se, algo que herdou do seu ancestral selvagem.

rating 5Energia
rating 4Inteligência
rating 3Tolerância ao frio
rating 3Tolerância ao calor
rating 2Cuidados de higiene
rating 2Queda de pelo
rating 3Tendência para problemas de saúde
rating 4Facilidade de aprendizagem
rating 3Socialização com crianças
rating 2Socialização com estranhos
rating 3Socialização com cães
rating 3Socialização com gatos

Fases da vida do bengal

fase-bébéfase-adultofase-idoso
BébéAdultoIdoso
0 – 24 meses24 meses – 12 anos12 – 16 anos

Físico do bengal

bengal gato

O Bengal é um gato grande e comprido, com estrutura óssea bem desenvolvida e musculatura forte. Os membros posteriores são ligeiramente mais largos que os anteriores, acabando em pés grandes e redondos. A cabeça possui contornos arredondados, embora seja mais comprida que larga; as orelhas são curtas, largas na base e erguidas; e os olhos são ovais e bastante afastados, preferencialmente de cor verde (exceto na variedade “snow”).

A característica principal desta raça é o manto mosqueado, parecido com o de um leopardo, ou marmoreado, com estrias erráticas de cor, apresentando sempre um brilho no pelo, chamado de efeito glitter, visto sobretudo à luz solar.

Temperamento do bengal

O Bengal apresenta um temperamento equilibrado e dócil, desde que seja descendente a partir da quarta geração após o cruzamento entre um gato doméstico e um Gato-leopardo. Nesse caso, a raça torna-se fácil de lidar e convive tranquilamente com todos os membros da família, exigindo atenção e exclusividade da parte do seu dono, com quem é bastante carinhoso.

No entanto, é um gato que possui um dinamismo e instinto de caça mais vincado que noutras raças, podendo revelar alguns comportamentos agitados e destrutivos, sobretudo enquanto ainda é pequeno. São animais ativos, e curiosos, com propensão constante para brincar e gastar energias.

Problemas de Saúde do bengal

OssosLuxação patelar e Displasia coxo-femoral
CoraçãoCardiomiopatia hipertrófica
Sistema NervosoNeuropatia (disfunção dos nervos periféricos)
OlhosAtrofia progressiva da retina
SanguePeritonite Infecciosa Felina (causada por um coronavírus)

Cuidados a ter com o bengal

PeloDeve ser escovado pelo menos quinzenalmente e lavado com um pano húmido para manter o brilho do pelo. Caso o gato tenha acesso à rua, podem ser dados banhos mensais, que ele dificilmente se irá importar
AlimentaçãoPor ser um gato forte, robusto e muito ativo, o Bengal requer uma alimentação específica e de qualidade, com rações adequadas ao seu desenvolvimento. Informe-se melhor com o veterinário
UnhasDevem ser cortadas de 15 em 15 dias

Origem do bengal

A história do Bengal começou em 1963, nos Estados Unidos da América, quando Jean Mill, uma criadora da Califórnia, decidiu cruzar um gato doméstico com um Gato-leopardo, um tipo de gato selvagem da Ásia, com um manto idêntico ao do leopardo, cuja denominação científica é Prionailurus Bengalensis. O objetivo era obter um animal que combinasse a beleza exótica dos felinos selvagens e o temperamento dócil dos gatos domésticos.

Apenas sobreviveu um gato da ninhada, a que Mill chamou Kin-Kin. Foi a partir deste exemplar que a raça se desenvolveu, surgindo efectivamente no início dos anos 80, altura em que também foi reconhecida pela TICA (Associação Internacional de Gatos). A princípio, alguns gatos herdaram o temperamento imprevisível do gato selvagem, mas os programas de criação que se seguiram foram introduzindo outras raças, dando-lhe uma natureza mais dócil.

Curiosidades sobre o bengal

Durante o desenvolvimento inicial do Bengal, cruzou-se o gato-leopardo asiático com Siameses, que introduziram o típico ponteado em algumas linhagens, dando origem à bela coloração da variedade Snow, muito mais rara que as outras e também chamada de Leopardo das Neves. A sua pelagem pode ser mosqueada ou marmoreada, mas a cor de fundo é branca. Neste caso, os olhos têm de ser sempre azuis.

Conheça mais raças de gatos: