Implantes mamários: tudo o que precisa de saber antes e depois da cirurgia

O aumento mamário por razões estéticas é a causa mais frequente para a colocação de implantes mamários, procurando melhorar o bem-estar e a sensação de autoestima da mulher e, assim, a sua qualidade de vida. A mamoplastia de aumento é a técnica cirúrgica utilizada no aumento mamário, permitindo também aumentar a firmeza dos seios.

Implantes mamários: tudo o que precisa de saber antes e depois da cirurgia
O primeiro passo na colocação de implantes mamários é consultar um Cirurgião Plástico e Estético.

A aplicação de implantes mamários é um procedimento de cirurgia estética frequentemente procurado. As motivações são as mais variadas, desde mulheres em quem a mama não desenvolveu o suficiente, que teve alterações após gravidez e amamentação, ou simplesmente por envelhecimento da glândula mamária.

Seja qual for o caso, o aumento mamário não contribui apenas para a melhoria do aspeto físico, mas também para a melhoria da autoestima que, a maioria das vezes, é a principal razão para que a mulher se submeta a esta intervenção cirúrgica.

Antes de optar por qualquer cirurgia estética deve sempre informar-se previamente sobre as condicionantes e riscos que pode envolver com um cirurgião plástico. A mamoplastia de aumento não é exceção, deve expor clara e abertamente os seus objetivos e expectativas acerca da cirurgia.

IMPLANTES MAMÁRIOS: ANTES DA CIRURGIA


implantes mamarios antes da cirurgia

Antes da cirurgia para aplicação de implantes mamários deverá conhecer quais os potenciais riscos associados, tais como:

  • Em geral apresenta nas mamas algumas equimoses (nódoas negras) e edema (inchaço) durante 2 a 3 semanas;
  • Contratura capsular – O organismo humano reconhece o material implantado como um corpo estranho levando ao aparecimento de tecido fibroso à volta do implante mamário;
  • Ruptura dos implantes – A ruptura resulta do aparecimento de uma fenda ou buraco no invólucro de silicone permitindo a saída do seu conteúdo. Trata-se de uma situação rara.

A cirurgia de aumento do peito é um procedimento muito seguro. Por regra, é feita com anestesia local e sedação, não sendo necessária anestesia geral. No entanto, todos os procedimentos cirúrgicos e anestésicos, quaisquer que sejam as suas formas, estão associados a um certo risco de complicações, que deverão ser detalhadamente discutidas com o médico que a acompanha.

>> As Clínicas AgeClinic disponibilizam consultas com um cirurgião plástico. Marque já a sua consulta!

TIPO DE IMPLANTES EXISTENTES NO MERCADO E POR QUAL DEVE OPTAR


tipo de implantes mamario

De acordo com as necessidades de cada mulher, a técnica utilizada na cirurgia depende, não só da preferência do cirurgião, mas também dos resultados que se pretendem obter e dos desejos das doentes.

São muitas as marcas de próteses mamárias existentes no mercado. Contudo nem todas as marcas são iguais e como tal, nem todas garantem a segurança necessária para este tipo de procedimentos cirúrgicos.

A FDA (entidade que regula o sector do medicamento e dispositivos médicos nos EUA) aprovou dois tipos de implantes mamários:

  • preenchidos com solução salina
  • preenchidos com gel de silicone

Ambos têm um revestimento exterior de silicone e variam em tamanho, espessura e forma. Essa escolha é discutida consoante as características físicas da doente e os seus objectivos.

QUAIS OS TIPOS DE INCISÕES DOS IMPLANTES MAMÁRIOS?


incisoes mamarias

Incisão inframamária

Uma incisão inframamária é colocada ao longo da parte inferior da mama, no sulco, ou dobra, perto da área onde a mama encontra a caixa torácica.

Muitos pacientes gostam desta incisão porque, embora haja a formação de uma cicatriz, a linha do sutiã, a linha do biquíni ou o próprio seio a esconderá facilmente.

Um contra deste tipo de incisão é que caso se decida mudar o tamanho dos implantes no futuro, a incisão inframamária não poderá ser reutilizada, e uma incisão diferente terá que ser feita.

Incisão periaureolar

Uma incisão periaureolar é uma incisão na parte inferior da auréola, exatamente onde a pele de cor mais escura encontra a pele de cor mais clara.

Este tipo de incisão facilita ao cirurgião a criação da simetria e facilita o controlo do sangramento durante o procedimento.

Incisão Transaxilar

A incisão axilar é popular para as mulheres que recebem implantes menores, de cerca de 200cc a 350cc de tamanho.

Muitas mulheres gostam deste tipo de incisão porque deixa os seios intocados e sem cicatrizes. No entanto, uma cicatriz transaxilar, à semelhança da inframamária não pode ser reutilizada.

Transumbilical

Muitos pacientes gostam deste tipo de incisão porque a cicatriz fica escondida no umbigo. No entanto, alguns cirurgiões avisarão que, o trabalho tem que ser realizado longe da mama, podendo ser mais difícil obter resultados de aparência natural e simétrica.

>> Discuta a melhor tipo de incisão com o seu cirurgião plástico. Marque já a sua consulta!

IMPLANTES MAMÁRIOS: DEPOIS DA CIRURGIA


resultados pos cirurgia estetica

Normalmente pode retomar a sua atividade pessoal e profissional normal em, no máximo, 2 a 3 semanas, embora deva esperar um pouco mais para iniciar exercício físico mais intenso. No entanto, varia imenso de acordo com a sensibilidade de cada pessoa e o tipo de cirurgia efetuada.

Assim, durante o período de recuperação terá que fazer algumas restrições nas suas atividades diárias.

O processo de cicatrização irá, de facto, decorrer ao longo de vários meses e será tanto melhor quanto mais rigorosa for no seguimento das recomendações pós-operatórias.

DÚVIDAS MAIS FREQUENTES SOBRE IMPLANTES MAMÁRIOS


incisao infra mamaria

1. De que tamanho são as incisões?

A resposta depende de muitos fatores, incluindo o local da incisão, bem como a superfície, o tipo e o tamanho do implante. Por exemplo, a incisão para aumento de mama transumbilical é muito curta e não visível.

Em geral, as incisões podem variar entre 1 a 10 cm. Tamanhos maiores de implantes podem exigir incisões maiores.

2. Quanto tempo demora a cicatriz a desvanecer?

A formação da cicatriz varia de pessoa para pessoa. Esta tem tendência a melhorar após cerca de três meses, no entanto geralmente as incisões nos implantes mamários demoram de 10 a 12 meses para cicatrizar.

Algumas pessoas podem desenvolver queloides ou cicatrizes hipertróficas, que demoram mais para cicatrizar e desaparecer.

3. Como saber se tem infeção na sutura?

Se a linha de incisão estiver a reabrir, é importante consultar o cirurgião imediatamente. Pode ocorrer devido a infecção, rejeição do implante, má circulação ou outros problemas. Os sinais de infeção podem incluir o drenar de fluido com odor desagradável.

4. Quanto tempo se deve esperar para usar cremes que ajudem a atenuar a cicatriz?

Deve esperar até que a linha de incisão esteja fechada.

5. As incisões de aumento de mama primário podem ser usadas para o aumento de mama de revisão?

Sim. Geralmente, não há necessidade de incisões adicionais nos implantes mamários.

>> Continua com dúvidas? Contacte a AgeClinic e fale com os especialistas.

4 DICAS IMPORTANTES PARA QUEM PENSA COLOCAR IMPLANTES MAMÁRIOS


dicas sobre os implantes mamarios

1. Reconhecer que os implantes mamários não devem ser considerados como dispositivos para toda a vida.

Quanto mais tempo forem mantidos, maior a probabilidade de ocorrerem complicações. O tempo varia muito de pessoa para pessoa, não sendo possível prever e embora não seja uma experiência comum, há pessoas que mantêm os seus implantes originais durante 20 a 30 anos.

2. Ler o rótulo do implante selecionando antes de o colocar

A FDA aconselha que as pessoas leiam o Resumo dos Dados de Segurança e Eficácia de cada implante para conhecer suas características e os preenchimentos usados.

Este resumo está presente em todos os implantes mamários aprovados e fornecem informações sobre as indicações de uso, riscos, advertências, precauções e estudos associados à aprovação pela FDA do dispositivo. Possuem ainda informações sobre a frequência com que ocorreram complicações.

3. Comunicar com o cirurgião

Os cirurgiões devem avaliar a forma, o tamanho, a textura e o local da incisão de acordo com cada pessoa. É essencial colocar todas as questões ao cirurgião para que se sinta segura, nomeadamente sobre a sua experiência na realização de outras cirurgias e sobre a forma como o implante pode afetar a sua vida.

4. A monitorização é importante

Em geral, siga as instruções do seu médico sobre como monitorizar os seus implantes mamários.

Caso apresente qualquer sinal ou sintoma incomum, informe de imediato o seu médico. É ainda recomendado que faça exames de ressonância magnética para detetar rupturas silenciosas três anos após a cirurgia e depois a cada dois anos.

Veja também:

Ler mais
AgeClinic Logo Contactos

Av. dos Combatentes da Grande Guerra, 44
4200-185 PORTO
(+351) 223 250 044 | (+351) 914 599 898
[email protected]

Clínicas em: Porto | Guimarães | Vila do Conde