Gravidez psicológica em cadelas: reconheça os sinais!

A gravidez psicológica em cadelas não castradas é frequente e costuma ocorrer dois meses após o cio. Saiba em que consiste e qual o tratamento possível.

Gravidez psicológica em cadelas: reconheça os sinais!
A pseudogestação é comum em cadelas não castradas.

gravidez psicológica em cadelas, também conhecida por pseudogestação ou pseudociese, caracteriza-se pelo aparecimento de sinais e comportamentos na cadela associados à gestação, quando na verdade ela nunca esteve grávida.

Em carnívoros não domésticos, como é o caso dos lobos, raposas e coyotes, a pseudogestação é necessária. Como nestas espécies apenas as fêmeas dominantes se reproduzem, as restantes fêmeas ficam responsáveis por amamentar e cuidar da ninhada enquanto que a dominante procura alimento e protege o grupo.

Como ocorre a gravidez psicológica em cadelas?


cadela com peluche na boca

A gravidez psicológica em cadelas está associada a uma desregulação hormonal que ocorre após o cio.

Progesterona

O cio corresponde à fase reprodutiva da cadela em que esta está recetiva aos cães. Depois do cio, o ciclo hormonal delas passa para uma outra fase, chamada diestro, que dura 2 meses.

Durante estes dois meses, está presente a hormona progesterona, que é responsável por manter um ambiente favorável à gravidez, quer a cadela se tenha reproduzido ou não.

O diestro termina com a descida dos níveis de progesterona, que corresponderiam à altura do parto, e a cadela entra na fase de anestro.

O anestro pode ser definido como uma “fase dormente”, em que não há atividade das hormonas reprodutivas durante cerca de 5 meses, até voltar a haver um novo ciclo.

Prolactina

É então nessa fase de transição entre o diestro e o anestro que ocorre a tal confusão hormonal.

A prolactina é a hormona responsável pela preparação da glândula mamária, produção de leite e instinto materno.

Numa cadela gestante, a prolactina começa a aumentar próximo da altura do parto. No caso de cadelas não gestantes normais, os níveis de prolactina são muito baixos pois não há necessidade de produzir leite. Ora, nas cadelas com gravidez psicológica, os níveis de prolactina estão acima do que deveriam estar.

Esta flutuação hormonal emite ao corpo e à mente da cadela a (falsa) informação de que ela está gestante.

Quais são os sinais da gravidez psicológica em cadelas?


Gravidez psicologica  em cadelas e cadela triste no ninho

Os sinais da gravidez psicológica em cadelas manifestam-se cerca de 2 meses depois de esta ter estado em cio, altura em que deveria ocorrer o parto:

  • Aumento das glândulas mamárias;
  • Lactação;
  • Perda de apetite.

Algumas cadelas podem demonstrar alterações comportamentais, tais como ter atitudes maternas com determinado(s) objeto(s) inanimado(s) (normalmente brinquedos ou peluches) e fazer ninho. Por vezes, podem até tornar-se agressivas em defesa desses mesmos objetos, como se de um cachorro se tratasse.

Se a sua cadela apresentar estes sinais, é aconselhável uma ida ao médico veterinário para que a possibilidade de uma gestação verdadeira possa ser descartada através da história, palpação abdominal, ecografia ou radiografia.

Tratamento e prevenção de uma gravidez psicológica em cadelas


cadela com camisola

Não existe nenhum tratamento recomendado, pois esta é uma condição que à partida se resolve espontaneamente em 1 a 3 semanas.

Retirar o leite e massajar a glândula mamária está desaconselhado pois irá exacerbar os sinais. O ideal é colocar um colar isabelino na cadela ou vestir-lhe uma t-shirt, de modo a que esta não vá lamber e estimular a produção de leite.

O leite pode endurecer e causar desconforto e inflamação da glândula mamária (mastite), e para esses casos existe tratamento farmacológico para a inflamação e interromper a produção de leite, no entanto tal só deve ser administrado sob indicação do médico veterinário. A colocação alternada de compressas quentes e frias na glândula mamária poderá aliviar o desconforto, no entanto tem de ser controlado para não ter efeito estimulante.

Em casos de pseudogestações frequentes, o recomendado será a castração (ovariohisterectomia) da cadela.

Veja também: