Flacidez no rosto? Descubra os melhores tratamentos para acabar com este problema

A flacidez no rosto é um sinal comum de envelhecimento da pele. Afeta tanto homens como mulheres, mas há forma de a prevenir e tratar. Descubra como aqui.

Powered by: BodyScience
Flacidez no rosto? Descubra os melhores tratamentos para acabar com este problema
Descubra os melhores tratamentos existentes para a flacidez no rosto.

O envelhecimento cutâneo é a causa da temida flacidez no rosto. A pele sofre, com a passagem do tempo, uma redução da regeneração tecidular que permite de forma fisiológica a oxidação dos tecidos.

A epiderme (camada mais superficial da pele) torna-se mais fina e é menos eficiente para se regenerar. Na derme (camada localizada logo abaixo da epiderme) reduz a produção de colagénio, o que origina mais flacidez. E no tecido subcutâneo perdemos células adiposas, assim diminuem o seu volume e elasticidade.

Isto sucede de forma natural e podemos observá-lo objetivamente quando, infelizmente, aparecem rugas, linhas de expressão, e perda de volume e firmeza (menor densidade de tecido).

TIPOS DE ENVELHECIMENTO CAUSADORES DE FLACIDEZ NO ROSTO


flacidez no rosto

1. Envelhecimento genético ou cronológico

O tipo mais comum e fisiológico. Depende da carga genética, da etnia ou do tipo de pele predominante.

A prevenção é fundamental para a sua adaptação.

2. Envelhecimento induzido ou fotoenvelhecimento

A exposição solar é o principal fator externo responsável pelo envelhecimento cutâneo. A radiação solar provoca oxidação dos tecidos, o que se traduz em dano na pele, de modo que reduz a sua capacidade de regeneração e proteção. Este dano continuado na superfície cutânea transforma-se em rugas e na alteração da pigmentação, resultando em manchas.

Outros fatores como a contaminação, o tabagismo ou défices nutricionais, são importantes para acelerar o processo de envelhecimento natural.

3. Envelhecimento hormonal

Este tipo de envelhecimento apresenta-se nas mulheres e deve-se fundamentalmente à redução de estrogénio que ocorre durante a menopausa.

Esta redução hormonal provoca um aumento da perda de colagénio na derme, com uma redução da elasticidade, da grossura da pele e da coesão entre as células. Além disso, produz-se uma redução da hidratação, com uma alteração na pigmentação e a temida redução da renovação celular.

COMO TRATAR A FLACIDEZ NO ROSTO?


A flacidez é um problema comum com o avançar da idade. No entanto, as boas notícias é que, existe solução!

É possível combater a flacidez, tonificando e revigorando os músculos do rosto, através dos seguintes tratamentos:

1. Radiofrequência Tripolar Cronus

Radiofrequencia Tripolar Cronus

Atua como um lifting facial, trata a flacidez no rosto e no pescoço. Este é um tratamento efetuado em clínicas de estética, trata-se de um tratamento não invasivo, indolor e seguro.

> Saiba mais sobre este tratamento aqui.

2. Peeling e laser cutâneo

peeling facial

Este tratamento é efetuado cem 3 fases: Peeling para remover as células mortas; Regeneração por estimulação da produção de elastina e colagénio e o Laser que atua seletiva e profundamente sobre as rugas.

Trata-se de um método muito eficaz e com resultados visíveis de imediato.

Vários outros tratamentos existem para combater as rugas, como é o caso de: Anti-aging, Bodyskin, Microdermobrasão, Peeling facial ultra-sónico.

Deve procurar esclarecer todas as dúvidas e encontrar a melhor solução para o seu caso com ajuda de profissionais que lhe transmitam confiança.

Nas Clínicas BodyScience, com consultórios em Lisboa, Porto, Braga, Guimarães e Póvoa do Varzim, encontra os melhores tratamentos com os melhores profissionais para eliminar a flacidez no rosto.

>> Marque já a sua primeira consulta de avaliação gratuita.

COMO PREVENIR A FLACIDEZ NO ROSTO?


creme no pescoco

1. Alimentação

A alimentação é o primeiro passo para conseguir manter a pele firme, luminosa e saudável. Na prevenção da flacidez no rosto deve ser dada prioridade a alimentos com ação antioxidante como cenoura, cacau, chá verde, linhaça, tomate, frutas cítricas, entre outros.

Manter o nível de hidratação da pelo bebendo 1,5l a 2l de água por dia é também essencial para manter a elasticidade cutânea.

>> Marque aqui a sua consulta de nutrição.

2. Suplementação

A toma de suplementos que, pela sua composição, retardem o envelhecimento cutâneo, é também bastante eficaz na melhoria da firmeza, elasticidade e tonicidade da pele. Marcas como a Caudalie e a Innéov, por exemplos, dispõe de produtos específicos neste sentido.

3. Cremes anti-envelhecimento

Os cuidados preventivos com a pele devem começar o mais cedo possível, com gestos diários básicos, como a limpeza, hidratação e proteção da pele. A partir dos 20 anos, será a altura ideal de ir acrescentando à sua rotina de beleza alguns produtos que têm ingredientes chave na hora de prevenir e corrigir alguns sinais de envelhecimento.

Procure dar prioridades a produtos com benefícios comprovados, cujas marcas garantam essa confiança.

Veja também: