Como manter o peso ideal de forma eficaz

A manutenção do peso é um problema frequente com uma abordagem multifatorial. Fique a saber algumas dicas de como manter o peso ideal.

 
Powered by: BodyScience
Como manter o peso ideal de forma eficaz
Entenda como fazer a manutenção do seu peso

Existe uma ideia pré-concebida sobre a perda de peso e o quão complicado é de a concretizar. Mais ainda, quando falamos relativamente à manutenção a longo prazo dessa mesma perda de peso/gordura.

Pode definir-se como sucesso de perda de peso intencional e manutenção a longo prazo, uma diminuição de 10% do peso corporal inicial mantende-o por pelo menos 1 ano (1). No entanto, como manter o peso ideal ao longo do tempo, com ou sem uma perda de peso prévia?

Como manter o peso ideal: o que é que isto significa?


como manter o peso ideal

O peso ideal pode ser definido através do índice de massa corporal (IMC), isto é, o peso que deverá ter para a sua altura. Valores entre 18,5 kg/m2 e 24,9 kg/m2 são considerados normais, e, portanto, ideais para o indivíduo.

No entanto, se quisermos ser mais realistas, o peso ideal também pode ser definido como aquele peso que um determinado indivíduo consegue manter durante mais tempo, sem que traga consequências nefastas para a saúde, e com o qual se sinta confortável.

Estratégias para manter o peso ideal


Três das estratégias para a manutenção do peso nas revistas na literatura científica são a dieta, a monitorização do peso e a atividade física regular (1, 2, 3).

Dieta

como manter o peso ideal

A diminuição da ingestão de alimentos ricos em gordura, como alimentos fritos, substituindo-os por alimentos com baixo teor em gordura, está associada a maior taxa de sucesso na manutenção da perda de peso (1).

A quantidade e a qualidade da ingestão alimentar também são determinantes nesta temática, sendo o consumo de proteínas e fibras (encontradas nas leguminosas, fruta, cereais e legumes) associado a melhores resultados.

Estudos indicam que indivíduos que conseguiram manter o peso ideal relatam menor ingestão energética, diminuição das porções, menor frequência de snacks e diminuição da ingestão de gorduras. A diminuição do consumo de doces também foi associada a melhor controlo do peso (1).

Assim, a ajuda de um nutricionista torna-se fundamental para ajudar a definir uma estratégia alimentar que ajude a atingir este mesmo objetivo.

Monitorização do peso

como manter o peso ideal

Outra estratégia usada por indivíduos que obtiveram sucesso no processo de manutenção foi a monitorização frequente do peso. Isto permitiu-lhes detetar alterações do peso em estágios iniciais, possibilitando iniciar precocemente estratégias para reverter a tendência e evitar grandes oscilações do peso. (1, 3).

Estas medições tendem a motivar o indivíduo a sustentar a mudança de comportamentos que levem a resultados positivos, e à deteção de erros alimentares e de exercício que possam levar ao ganho de peso.

Assim, o controlo do peso feito pelo próprio indivíduo pode ser uma ferramenta eficaz e uma estratégia de monitorização segura no controlo do peso (3).

Atividade física diária

como manter o peso ideal

A atividade física regular foi associada, em muitos estudos, à manutenção do peso a longo prazo, assim como à perda de peso, uma vez que promove gasto energético aumentando consequentemente o dispêndio energético diário.

Na atividade física diária incluímos o exercício programado, como correr, andar de bicicleta, praticar algum tipo de desporto ou ginásio, mas também a atividade física associada ao dia-a-dia, como são exemplos mastigar, sentar e levantar e deslocações a pé (4).

Fatores associados ao reganho de peso


Existem algumas razões associadas ao reganho de peso após o processo de emagrecimento, como a dieta, a motivação, e a manutenção de hábitos saudáveis.

Dietas excessivamente restritivas

Dietas demasiado restritivas e pouco sustentáveis são uma primeira ameaça para a manutenção do seu peso ideal. Seja pela dificuldade no cumprimento do plano alimentar ao longo do tempo, seja pela possível diminuição do metabolismo ou por adaptações hormonais persistentes à perda de peso que levam a um aumento do apetite e a uma diminuição da saciedade (5, 6).

Autocontrolo

Os indivíduos com dificuldades em manter o peso ideal normalmente estão associados à perda de controlo das porções que comem, levando à diminuição da restrição alimentar e consequente aumento energético.

Diminuição da atividade física

A diminuição da prática de atividade física leva a uma consequente diminuição do dispêndio energético total diário. Assim, mesmo que mantenha uma dieta equilibrada e adequada para a manutenção do seu peso ideal, poderá apresentar ganho de peso a longo prazo, uma vez que diminuiu o seu dispêndio de energia diária.

Isto é, se gasta menos energia e se come o mesmo vai armazenar mais energia, essencialmente sob a forma de gordura (5).

Estes fatores confirmam a importância da mudança comportamental para a obtenção de resultados quando o objetivo é manter o peso ideal.

Dicas para manter o peso ideal de forma eficaz


como manter o peso ideal

Em suma, para manter o peso ideal deverá ter em atenção as seguintes mudanças de comportamento (7, 9):

Relativamente à dieta

  • Diminua a ingestão energética para valores que lhe permitam manter o peso, sem grandes oscilações;
  • Corte nos alimentos não saudáveis – diminua o consumo de produtos processados, (como são exemplos as refeições pré-confecionadas, as bolachas e os doces), com adição de açúcar, gordura e sal;
  • Diminua o consumo de produtos com elevado teor de gordura, como os fritos – opte por métodos culinários mais saudáveis;
  • Controle as porções dos alimentos que vai ingerir;
  • Aumente a ingestão de fibra, através do consumo de legumes e fruta;
  • Aumente o consumo de proteína – vai ajudá-lo a reduzir o apetite e a aumentar a saciedade (8, 9, 10);
  • Diminua o consumo de bebidas açucaradas e de álcool.

Relativamente à monitorização

  • Pese-se regularmente como forma de controlar o seu peso (11);
  • Monitorize a sua ingestão alimentar e a prática de exercício físico regularmente.

Relativamente à atividade física

  • Aumente a prática de atividade física diária – levando ao aumento do dispêndio energético – caminhe mais, use as escadas, não fique longos períodos sentado;
  • Faça mais exercício – escolha um desporto que goste.

Manter o peso ideal engloba uma abordagem multifatorial que incluí a nutrição, o exercício físico e a mudança de comportamentos não promotores do estado de saúde. De facto, para atingir o sucesso na manutenção do peso é preciso ser-se, acima de tudo, consistente e não desmotivar ao primeiro contratempo.

Nas Clínicas BodyScience poderá ter ajudar de uma equipa de nutricionistas que o irão orientar para atingir os seus objetivos de forma equilibrada e saudável. Marque a sua primeira consulta de avaliação gratuita.

Veja também:

Nutricionista Luís Cristino Nutricionista Luís Cristino

Luís Cristino (CP. 3994N), é nutricionista licenciado em Ciências da Nutrição pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto em 2018. Atualmente exerce funções nas áreas da nutrição clínica e da otimização da performance desportiva.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].

Nutricionista Luís Cristino Nutricionista Luís Cristino

Luís Cristino (CP. 3994N), é nutricionista licenciado em Ciências da Nutrição pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto em 2018. Atualmente exerce funções nas áreas da nutrição clínica e da otimização da performance desportiva.