11 Coisas que não deve guardar no seu frigorífico

Existem determinados coisas que não deve guardar no seu frigorífico, pelo menos por muito tempo. Descubra quais no nosso artigo.

11 Coisas que não deve guardar no seu frigorífico
Guardar determinados alimentos no frigorífico pode significar perigo para a saúde ou “estrago” do alimento.

Guardar certos alimentos e restos no frigorífico para comer mais tarde, é uma tendência cada vez mais praticada, visto que é prático e poupa trabalho, ajudando a fazer face ao ritmo alucinante do dia-a-dia.

No entanto, existem certas coisas que não deve guardar no seu frigorífico ou apenas deve ter no frigorífico um pequeno período de tempo, visto que podem acarretar perigos para a saúde.

Vejamos então 11 coisas que não deve guardar no seu frigorífico.

Coisas que não deve guardar no seu frigorífico


A ideia de que guardar determinados alimentos no frio conserva-os por mais tempo pode não ser a mais acertada. Ora veja.

1. Restos de refeições

restos de refeicoes

Guardar no frigorífico restos de refeições para mais tarde consumir é uma tendência crescente na gestão financeira/doméstica das famílias portuguesas.

No entanto, o que muita gente não sabe é que o tempo de armazenamento para as sobras no frigorífico não deve exceder os quatro dias, visto que, a partir daí, os alimentos começam a deteriorar-se, aumentando a probabilidade de contaminação por bactérias e o risco de uma intoxicação alimentar.

2. Enlatados abertos

enlatados abertos

As latas abertas, especialmente as que possuem conteúdo ácidos, como as frutas ou tomate, podem ser prejudiciais à saúde, visto que o metal se pode transferir para a comida.

Quando isso acontece, pode causar sintomas adversos, como febre, náuseas e diarreia.

Assim, se quiser guardar alimentos enlatados depois de abertos, faça-o colocando o alimento num recipiente de vidro ou cerâmica. Mesmo assim, apenas deve guardar no frigorífico 2 ou 3 dias.

3. Alimentos com bolor

alimentos com bolor

Certamente que já olhou para um alimento com bolor e retirou a parte afetada guardando o resto do alimento na expectativa de ele estar bom. Mas não. O bolor penetra profundamente o alimento, especialmente as frutas, afetando também o seu interior.

Os bolores mais expressivos espalham substâncias tóxicas nos alimentos, sendo, por isso, mais seguro não consumir nenhuma parte do alimento.

Além disso, o bolor produz esporos, que em ambiente seco de um frigorífico se espalham pelo ar, provocando o contágio de outros alimentos.

4. Pão

pao

Apesar de muita gente não saber, o pão fica seco muito mais depressa se estiver no frigorífico.

Portanto, se pensa consumi-lo num curto período de tempo, o ideal é mantê-lo em temperatura amena, num local fresco e seco.

Se, por outro lado, não pensa comê-lo tão cedo, deve colocá-lo no congelador num saco bem fechado. Neste caso, o pão pode durar até 6 meses, mantendo praticamente intactas as suas características iniciais.

5. Manjericão

manjericao

O manjericão é uma planta com um cheiro muito intenso, influenciando o sabor dos restantes alimentos do frigorífico. Como tal, é um alimento que não deve guardar no frigorífico.

6. Melão e melancia

melao e melancia

O melão e a melancia, quando ainda estão inteiros, devem ser guardados fora do frigorífico, de modo a que os seus antioxidantes naturais sejam estimulados.

De facto, o licopeno e o betacaroteno resistem melhor à temperatura ambiente. Depois de abertos, já pode guardar no frigorífico, embora por um curto período de tempo.

7. Batata

batata

Se guardar as batatas no frigorífico estará a acelerar o processo de transformação do amido em açúcar, diminuindo o seu sabor. As batatas devem ser guardadas num local seco, ligeiramente fresco e com pouca luz.

8. Abacate e Banana

abacate e banana

O abacate e a banana são frutos que só deve guardar no frigorífico se quiser que este amadureça rapidamente. Ao guardar no frigorífico quando ainda está verde, vão amadurecer demasiado rápido e ficar com menos sabor.

9. Tomate

tomate

 

Este é um dos elementos que os portugueses mais guardam no frigorífico. O tomate deve ser guardado juntamente com as restantes frutas, ao ar livre. Ao guardá-lo no frigorífico está a tornar o tomate farinhento e a tirar-lhe o sabor.

10. Alho e cebola

alho e cebola

Se guardar a cebola no frigorífico esta vai apodrecer muito mais rapidamente, graças à humidade. Devem, por isso, ser mantidas num ambiente fresco, seco e escuro.

Por outro lado, se tiver de guardar uma cebola já cortada e descascada, pode usar o frigorífico mas sempre dentro de um recipiente fechado. O período de tempo recomendado para manter uma cebola descascada no frigorífico é de 24 horas no máximo.

O alho deve também ser guardado num local fresco e seco. Se guardar o alho no frio este vai ganhar mofo e deixar de ser comestível em muito pouco tempo.

11. Limão

limao

Depois de aberto, o limão não deve ser colocado no frigorífico. Além de oxidar rapidamente e de perder as vitaminas, o limão absorve os cheiros do interior do frigorífico, assim como os gases provenientes de outros alimentos aí presentes.

Quando precisar de guardar um limão cortado, envolva-o em película aderente e consuma-o o mais breve possível, até seis horas, no máximo, após ter sido aberto.

Veja também: