Bacalhau espiritual: 4 receitas para um almoço em família

O bacalhau espiritual é perfeito para enriquecer a mesa do almoço em família. Veja como preparar 4 versões deste clássico da culinária portuguesa.

Bacalhau espiritual: 4 receitas para um almoço em família
Se já está farto das mesmas receitas com bacalhau, tem de experimentar estas

Há muitas receitas à base de bacalhau na cozinha portuguesa, talvez algumas que ainda não conheça. Entre as diversas formas de preparação, o bacalhau espiritual é das mais clássicas. Se já comeu noutros sítios e gostou, veja algumas receitas para fazer em casa e surpreender todos.

O bacalhau espiritual é uma receita que leva, para além do peixe, ingredientes como farinha, coentros, queijo ralado, manteiga, azeite, cenoura, leite, ovos e outros mais. É feita uma espécie de massa cremosa que vai ao forno e pode servir como prato principal a acompanhar de arroz e saladas frescas. Confira algumas ideias cheias de cor e sabor.

4 receitas de bacalhau espiritual a experimentar


1. Bacalhau espiritual com béchamel pronto

Bacalhau espiritual com bechamel pronto

O molho béchamel compõe esta receita, mas pode utilizar a opção já feita se quiser um pouco mais de praticidade na preparação do prato.

– Ingredientes –

  • 800 g de bacalhau
  • 2 folhas de louro
  • Pimenta q.b.
  • 1 colher de sopa de sal
  • 1/2 pão de forma
  • 250 ml de leite
  • 150 ml de azeite
  • 400 g de cebola
  • 4 dentes de alho
  • 200 g de cenoura
  • 500 ml de molho béchamel
  • 200 g de queijo ralado

– Modo de preparação –

  1. Coza o bacalhau num tacho com 2,5 litros de água, 1 folha de louro, pimenta e sal. Depois de cozido, retire as espinhas e a pele e reserve as lascas de bacalhau. Pré-aqueça o forno a 180 graus.
  2. Embeba o pão em leite. Deixe que este se desfaça e depois escorra. Reserve o pão.
  3. Num tacho com o azeite refogue as cebolas cortadas em meias luas, o alho picado, as cenouras raladas e a outra folha de louro, até a cenoura começar a perder a cor.
  4. Adicione as lascas de bacalhau e deixe refogar até o bacalhau ganhar gosto. Retire a folha de louro. Para ligar todos os ingredientes, junte o pão. Deixe cozinhar durante 5 minutos.
  5. Deite o preparado num tabuleiro de forno, salpique com o queijo e leve ao forno a gratinar durante 10 minutos, ou até criar uma crosta dourada.

2. Bacalhau espiritual com béchamel caseiro

Bacalhau espiritual com bechamel caseiro

Já se quiser uma receita completa, feita em casa, quando tiver mais tempo, faça esta opção com o béchamel caseiro.

– Ingredientes –

  • 700 g de bacalhau demolhado
  • 350 g de pão
  • 2 cenouras pequenas
  • 1 cebola grande
  • 2 dentes de alho
  • 500 ml de leite
  • 30 g de manteiga
  • 40 g de azeite
  • 2 colheres de sopa bem cheias de farinha
  • Queijo ralado q.b.
  • Noz-moscada q.b.
  • Sal e pimenta q.b.

– Modo de preparação –

  1. Coza o bacalhau em água, depois escorra-o e reserve. Corte o pão em pedaços, coloque-os numa tigela, regue com o caldo do bacalhau, deixe absorver e escorra.
  2. Descasque os legumes, rale as cenouras e pique a cebola e os dentes de alho finamente.
  3. Derreta a manteiga num tacho e junte a farinha, aos poucos e mexendo sempre, até que fique dourada. Regue com o leite, em fio e sem parar de mexer, e deixe engrossar. Retifique os temperos de sal e noz-moscada e reserve.
  4. Aqueça o azeite num tacho, junte a cebola, os dentes de alho e as cenouras e salteie tudo muito bem. Acrescente o bacalhau, previamente limpo e desfiado, o pão e o molho anterior e envolva.
  5. Disponha num tabuleiro, polvilhe com queijo ralado e leve ao forno, preaquecido a 200 graus até a superfície ficar douradinha. Retire do forno e sirva.

3. Bacalhau espiritual com broa e camarão

Bacalhau espiritual com broa e camarao

Esta é uma ideia para fugir ao tradicional e incluir alguns ingredientes diferentes, mas que vão enriquecer a receita com cor, aroma, textura e sabor.

– Ingredientes –

  • 4 postas de bacalhau
  • 400 g de camarão 60/80
  • 1,2 kg de cenouras
  • 2 cebolas grandes
  • 3 dentes de alho
  • 2 folhas de louro
  • 2,5 dl azeite
  • 250 g de broa de milho amarelo
  • Tomate cereja para guarnecer
  • Sal e pimenta q.b.

– Ingredientes do molho –

  • 3 colheres de sopa de manteiga
  • 4 colheres de sopa de farinha
  • Água de cozer o bacalhau
  • Sal, pimenta e noz-moscada q.b.

– Modo de preparação –

  1. Coza o bacalhau durante 10 minutos em água com fervura lenta. Reserve a água de cozer o bacalhau para fazer o béchamel. Retire todas as espinhas e peles e lasque o bacalhau.
  2. Corte as cebolas em rodelas e cozinhe-as com o alho, louro e metade do azeite, refogando levemente sem deixar a cebola ganhar cor.
  3. Quando a cebola começar a amolecer, junte o bacalhau lascado e envolva tudo bem. Cozinhe por mais 2 a 3 minutos, retire as folhas de louro e reserve.
  4. Corte as cenouras em fios grossos com a ajuda de um ralador ou da mandolina (como se fosse para salada, no corte mais grosso).
  5. Deite o restante azeite numa frigideira antiaderente e cozinhe as cenouras, temperadas com sal grosso, até estarem moles e uniformemente cozinhadas. Faça isto em lume médio para os fios de cenoura não queimarem.
  6. Junte as cenouras ao bacalhau, tendo o cuidado de não levar azeite em excesso para não ficar gorduroso (retire as cenouras da frigideira com uma espumadeira para que isso não aconteça).
  7. Coza os camarões durante cerca de 3 minutos em água e sal. Descasque-os, reserve. Desfaça ou triture as cabeças para dentro da água da cozedura, coe a água e reserve. Também vai servir para dar sabor ao béchamel.
  8. Retire a côdea à broa de milho e triture-a na picadora ou processador de alimentos. Amoleça a broa levemente com um pouco da água de cozer o camarão.
  9. Junte a broa e o miolo de camarão ao preparado de bacalhau e misture tudo. Tempere com pimenta moída na altura e prove para retificar o sal e a proporção entre o bacalhau e os outros ingredientes mais adocicados, a broa e a cenoura.
  10. Com a água de cozer o camarão e o bacalhau, um pouco de farinha e manteiga, faça um molho béchamel. Envolva todo o preparado no molho, misturando tudo muito bem.
  11. Deite num tabuleiro e espalhe um pouco mais de béchamel por cima para tostar e ficar com um bonito aspeto gratinado.
  12. Leve ao forno a 200 graus cerca de 20 minutos ou até estar gratinado. Pode também adicionar uns tomatinhos-cerejas ou alguns camarões por cima e levar assim a gratinar, fica com um aspeto final bonito.

4. Bacalhau espiritual com batatas

Bacalhau espiritual com batatas

Por fim, outro diferencial que pode oferecer a esta receita são as batatas que vão deixar a massa mais consistente e ainda mais saborosa e saciante.

– Ingredientes –

  • 1 kg de bacalhau demolhado
  • 400 g de batatas descascadas
  • 300 g de cenouras raladas
  • 3 cebolas médias
  • 4 dentes de alho
  • 100 g de pão seco
  • 1 dl de azeite
  • 2 dl de leite para demolhar o pão
  • 2 dl natas
  • 5 dl molho béchamel
  • Sal e pimenta q. b.
  • 1 pitada de noz-moscada
  • Queijo ralado q.b.

– Modo de preparação –

  1. Deite o bacalhau para um tacho. Junte água fria até ficar bem coberto e leve ao lume até ferver.
  2. Desligue o lume e deixe o bacalhau arrefecer dentro da água. Depois escorra e aproveite a água, deitando-a para um tacho.
  3. Coloque no lume, junte as batatas cortadas em pedaços e tempere de sal. Deixe cozer durante 20 minutos.
  4. Entretanto, limpe o bacalhau de peles e espinhas, descasque as cebolas e os alhos, pique tudo, deite para um tacho, junte o azeite e a cenoura e deixe cozinhar até a cebola ficar macia.
  5. Acrescente o bacalhau, mexa bem, reduza o lume e deixe cozinhar em lume brando até o bacalhau ficar bem desfeito. Junte depois o pão demolhado no leite e misture.
  6. Escorra as batatas e reduza-as a puré, junte-o ao bacalhau, mexa bem, junte as natas, misture e verifique o sal. Adicione uma pitada de pimenta e noz-moscada e mexa bem.
  7. Ligue o forno a 180 graus. Deite o bacalhau para um prato de forno, espalhe, cubra com o molho béchamel e polvilhe com o queijo. Leve ao forno até ficar douradinho.

> As receitas presentes neste artigo foram adaptadas das páginas Pingo Doce, Tele Culinária, Deliciosa Paparoca e Chef Ermida, respetivamente.

Veja também:

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].