Anos humanos do cão: sabe como calcular corretamente?

Que a idade dos animais não se contabiliza da mesma forma que os humanos, já sabemos. Mas sabe calcular corretamente os anos humanos do cão? Então veja.

Anos humanos do cão: sabe como calcular corretamente?
Afinal, quantos anos tem o seu cão?

Se possui um cão, muito provavelmente já ouviu esta regra: um ano de cão equivale a sete anos humanos. Mas não é bem assim.

Os anos humanos do cão têm um cálculo específico que depende, também do porte do animal: os cães mais pequenos tendem a viver mais que os cães de maior porte, todavia podem amadurecer mais rapidamente nos primeiros anos de vida.

Se o seu cão fosse humano, quantos anos teria?


anos humanos do cao

Assim, para tirar todas as dúvidas, a seguinte tabela vai dar todas as respostas sobre os anos humanos do cão:

Porte do cão Pequeno (até 10 kg) Médio (até 15 kg) Grande e gigante (de 25 a 45kg)
Idade do cão Idade em humanos
1  15  15  15
2 24 24 24
3 28 28 28
4 32 32 32
5 36 36 36
6 40 42 45
7 44 47 50
8 48 51 55
9 52 56 61
10 56 60 66
11 60 65 72
12 64 69 77
13 68 74 82
14 72 78 88
15 76 83 93
16 80 87 120

Anos humanos do cão: o que deve saber


alimentacao adequada

Agora que já percebeu as questões inerentes ao cálculo dos anos humanos do cão, está na altura de perceber mais assuntos importantes, para conhecer melhor o seu amigo de quatro patas. Só assim saberá que está devidamente preparado e informado para fazer sempre o melhor possível pelo seu companheiro:

  • Em geral, um cão é considerado idoso quando atinge três quartos da expectativa de vida;
  • A expectativa de vida de um animal varia dependendo essencialmente da raça e do tamanho do cão. Todavia há outros fatores a ter em conta, como nutrição, estilo de vida e fatores genéticos. Assim, para garantir ao seu cão uma vida longa e feliz, ele deve ter alimentação adequada, praticar exercício físico e fazer check-ups regulares.

 

Adotou um cão e não sabe a idade?


cao no veterinario

Os cães, tal como os humanos, nascem sem dentes e mudam a sua dentição de dentes leites para dentes decíduos. Por volta das 3 semanas os dentes começam a surgir estando a dentição completa até às 8 semanas.

Aproximadamente aos 5 meses começam a mudar os dentes caninos e com 7 a 8 meses de idade o cão já tem a dentição definitiva completa. No primeiro ano da idade os dentes apresentam um aspeto muito branco e limpo.

A partir dos 2 anos da idade é possível observar que os dentes começam a ficar mais opacos e o tártaro começa a acumular-se nos molares, surgindo um amarelecimento do dente e por vezes mau hálito.

Entre os 3 e os 5 anos de idade os dentes irão acumular mais tártaro ainda ficando progressivamente mais opacos e amarelados.

Numa idade mais avançada, a partir dos 8 anos alguns dentes podem começar a cair.

Especialmente na idade adulta, pode ser muito difícil fazer previsões de idade, uma vez que o desgaste dos dentes está dependente não só da idade, mas também da alimentação, tratamento e cuidados do animal no seu dia-a-dia.

É possível ter em consideração algumas características físicas do animal, quando estamos a estimar a sua idade. Cães mais velhos podem apresentar cataratas (olhos baços), pelo cinzento ou esbranquiçado em algumas zonas do corpo, especialmente na cara. Com a idade os cães têm tendência para apresentar menor elasticidade da pele.

Veja também:

Dra. Patrícia Azevedo Dra. Patrícia Azevedo

Patrícia Azevedo é médica veterinária natural de Braga. Desde a sua infância que é apaixonada por animais e sempre teve a ambição de ser médica veterinária. Trabalhou como voluntária em associações de proteção e ajuda a animais errantes desde os 11 anos de idade . Iniciou o seu percurso como estudante desta área na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e concluiu os seus estudos no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar. Tem três gatos e uma cadela retirados da rua. Trabalha atualmente na sua cidade natal, em medicina e cirurgia de pequenos animais.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].