Açorda alentejana: a receita tradicional e variações de sabores

A verdadeira açorda alentejana é um prato simples, com poucos ingredientes. Veja a receita tradicional e opções com peixe, camarão e cogumelos.

 
Açorda alentejana: a receita tradicional e variações de sabores
Este prato simples não pode faltar à mesa.

Contam os registos históricos que a açorda alentejana é uma adaptação do tharid, um prato da culinária árabe à base de pão, ovos e temperos num caldo de legumes ou de carne. Teriam os árabes trazido esta iguaria para Portugal na altura das invasões que ocorreram no século VII. Desde então, tornou-se uma refeição típica portuguesa, com os ingredientes mais comuns por estas terras.

A açorda alentejana é uma sugestão que pode servir como entrada, prato principal ou acompanhamento, consoante aos demais pratos do cardápio, que sabem bem em qualquer altura. Veja estas receitas e como são fáceis de preparar.

4 Receitas de açorda alentejana a experimentar


1. Açorda alentejana tradicional

A primeira sugestão é a receita mais simples e tradicional de açorda, sem carne, peixe ou qualquer outro ingrediente adicional. Esta é a base para fazer outras açordas.

– Ingredientes –

  • 4 fatias de pão (de preferência alentejano e com dois dias)
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 2 alhos picados
  • 1/2 molho de coentros picados
  • 1 colher de chá de sal
  • 2 chávenas de água quente

– Modo de preparação –

  1. Comece por fazer um refogado com azeite e alhos picados.
  2. Junte o pão cortado aos pedaços. Envolva e, logo a seguir, junte metade dos coentros que irá utilizar. Mexa bem e envolva no refogado.
  3. Pouco a pouco vá juntando água quente sem parar de mexer. O pão irá desfazer-se e começará a formar uma papa. A açorda não deverá ficar nem muito líquida, nem muito dura. Assim que estiver na consistência desejada, não junte mais água.
  4. Depois, tire o tacho do lume e junte a gema crua e os restantes coentros.
  5. Mexa logo de seguida para que a gema cozinhe com o calor da açorda. Envolva bem e sirva de imediato.

2. Açorda alentejana com camarão

Se preferir um prato mais completo, com peixe, camarão e vegetais, esta é a receita para experimentar.

– Ingredientes –

  • 1 (alentejano) pão
  • 12 cabeças de Camarão
  • 1 alho Francês
  • 1 cenoura
  • 1 cebola
  • Azeite q.b.
  • 2 folhas de Louro
  • Coentros picados q.b.
  • 5 dentes de Alho
  • 2 colheres de sopa de polpa de tomate
  • Sal q.b.
  • 1 posta de Bacalhau
  • Tomilho q.b.

– Modo de preparação para o Caldo –

  1. Aqueça bem o tacho com um fio de azeite, refogue as cabeças de camarão e esmague-as para o caldo ganhar um sabor intenso.
  2. Acrescente alho francês, a cebola e uma cenoura cortados em pedaços.
  3. Regue com um fio de azeite, acrescente uma folha de louro e dois dentes de alho esmagados e sem casca.
  4. Quando os legumes começarem a amolecer, adicione duas colheres de sopa de polpa de tomate, perfume o preparado com talos de coentros picados e adicione uma pitada de sal.
  5. Deixe o caldo ferver durante 15 a 20 minutos.

– Modo de preparação para o Bacalhau –

  1. Seque bem o bacalhau com papel absorvente.
  2. Aqueça um tacho com azeite e frite-o durante cerca de um minuto de cada lado.
  3. Num recipiente para ir ao forno, coloque alguns ramos de tomilho, dois dentes de alho esmagados e uma folha de louro.
  4. Quando o bacalhau estiver dourado de ambos os lados, coloque-o em cima do preparado e regue com o azeite da fritura.
  5. Leve o bacalhau ao forno durante cerca de 10 minutos a 180º.

– Modo de preparação para Açorda –

  1. Retire o miolo do pão, corte-o em pedaços e coloque numa taça.
  2. Pique metade de um dente de alho, corte o camarão em pedaços e refogue-o num tacho com azeite.
  3. Quando o camarão começar a ficar frito, retire e reserve.
  4. Volte a untar o tacho com um fio de azeite, acrescente a outra metade do alho picado, os pedaços de miolo de pão alentejano e mexa até formar uma pasta com a colher.
  5. Adicione os camarões.
  6. Pique coentros e acrescente-os ao preparado.
  7. Sirva a açorda com o bacalhau por cima.

3. Açorda alentejana com bacalhau

Para tornar a base simples numa receita ainda mais portuguesa, o bacalhau é o peixe de eleição.

– Ingredientes –

  • 1 posta de bacalhau demolhada com aprox. 300 g
  • 4 fatias de pão alentejano
  • 4 ovos
  • 6 dentes de alho
  • 1 dl de azeite
  • 1 dl de vinagre
  • 1 molho de coentros
  • 2 l de água
  • Sal q.b.

– Modo de preparação –

  1. Descasque e corte os dentes de alho em lâminas. Coloque o azeite num tacho, junte o alho e deixe refogar durante 2 minutos, mexendo sempre.
  2. Adicione depois a água, deixe ferver em lume brando, tempere com uma pitada de sal, junte o bacalhau e deixe cozer. Retire do lume, deixe arrefecer, limpe de pele e espinhas e lasque. Reserve o caldo.
  3. Leve ao lume uma panela com água, adicione o vinagre e deixe ferver. Coloque o lume no mínimo, junte os ovos um a um e deixe escalfar durante cerca de 4 minutos. Retire e reserve.
  4. Disponha as fatias de pão nos pratos, junte os coentros, regue com o caldo do bacalhau e acrescente lascas de bacalhau e um ovo. Sirva de seguida.

4. Açorda alentejana de tomate e cogumelos

Esta é uma variação para ovo-vegetarianos, pois não inclui qualquer tipo de carne. Os cogumelos são os ingredientes que conferem textura ao prato.

– Ingredientes –

  • 1 pão saloio (grande e alto)
  • 250 gr. de cogumelos frescos laminados
  • 1 lata de tomate em pedaços (ou 4 tomates maduros sem pele)
  • 1 folha de louro
  • 2 dentes de alho
  • 1 cebola média
  • Azeite
  • Sal e pimenta q.b.
  • Coentros q.b.

– Modo de preparação –

  1. Abra uma tampa na parte superior do pão e reserve. Retire o miolo do interior e deixe a borda com 1 centímetro de espessura a toda a volta.
  2. Coloque o miolo numa tigela, junte água fria (até cobrir) e deixe repousar alguns minutos até o pão amolecer.
  3. Cubra o fundo de um tacho com um bom fio de azeite e junte a cebola e os alhos picados e a folha de louro e deixe refogar. De seguida, acrescente o tomate e os cogumelos.
  4. Escorra a água do pão, desfaça um pouco com as mãos e junte ao refogado. Deixe cozinhar 10 minutos, em lume brando, mexendo sempre para não colar ao tacho. Tempere com sal e pimenta a gosto. Junte os coentros picados, mexa bem e apague o lume.
  5. Disponha esta mistura dentro do pão (que servirá de recipiente). Sirva de imediato. Bom apetite!

> As receitas presentes neste artigo foram adaptadas das páginas Pingo Doce, Chef Online, Tele Culinária e Receitas tradicionais Portuguesas veganas respetivamente.

Veja também:

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].