Como acabar com as espinhas em 6 passos!

Cerca de 80-90% dos jovens são afetados de alguma forma com a acne e 20-30% procura apoio de um médico especializado. Saiba como acabar com as espinhas.

Como acabar com as espinhas em 6 passos!
A acne manifesta-se através da presença de comedões (pontos negros) e borbulhas (espinhas).

A acne é uma doença de pele muito frequente, principalmente na adolescência, afetando quatro em cada cinco adolescentes. Na maioria dos casos, a acne resolve-se entre os 20 e os 30 anos. Contudo, em alguns casos, e especialmente nas mulheres, pode prolongar-se ou surgir pela primeira vez na idade adulta, neste último caso, é a chamada acne tardia. Seja em que altura for, o importante é acabar com as espinhas o mais rápido possível e para isso existem passos essenciais que devem ser seguidos.

COMO SE CARACTERIZA A PELE COM ACNE?


acabar com as espinhas

A pele com espinhas é uma pele com excesso de oleosidade, ou seja, é uma pele oleosa e, consequentemente, com brilho, principalmente na ‘’zona T’’ (testa, nariz e queixo), sendo que podem existir três tipos de acne:

  • Acne retencional: resulta de um espessamento da pele que dificulta a eliminação de sebo, o que contribui, por sua vez, para a formação de comedões abertos (pontos negros) ou comedões fechados (pontos brancos ou microquistos);
  • Acne inflamatória: pele acneica à qual está associada a um processo inflamatório. Por isso, surgem as lesões inflamatórias, vulgares espinhas, que podem ser de dois tipos: as pápulas (com aspeto avermelhado) e as pústulas (com aspeto amarelado, devido à presença de pus);
  • Acne Mista ou Polimórfica: caracteriza-se pela presença simultânea de lesões retencionais (pontos negros e microquistos) e de lesões inflamatórias (pápulas e pústulas), sendo o tipo de acne mais frequente.

Embora a acne não seja uma doença grave, esta apresenta um impacto psicológico significativo, uma vez que afeta negativamente a qualidade de vida, a autoestima e o humor dos indivíduos e, consequentemente, contribui para o aumento dos níveis de ansiedade e de depressão desta população.

Como tal, é importante cuidar da pele acneica numa fase precoce. Para tal devem ser seguidos alguns passos importantes para acabar com as espinhas.

ACABAR COM AS ESPINHAS: PASSO A PASSO


1. A higiene em primeiro lugar

lavar a cara com agua

É recomendada a utilização de um cuidado de higiene sem sabão, purificante, capaz de controlar a qualidade do sebo que é produzido.

Ao contrário do que muitos pensam, a higiene na pele mista a oleosa não deve ser demasiado agressiva, pois pode resultar na fragilização da barreira cutânea aumentando o risco de acne.

Existe uma grande variedade de produtos à escolha, desde produtos em gel para uma limpeza com água, bem como água micelar para uma limpeza com disco de algodão.

Durante a noite há produção de sebo, portanto, de manhã é fundamental limpar o rosto utilizando o seu produto de higiene de eleição.

2. Usar diariamente um creme adaptado à condição da pele no momento

creme para o acne

Os tratamentos locais incluem:

  • Antibióticos que controlam a proliferação bacteriana, usados principalmente na acne inflamatória;
  • Fármacos que aceleram a renovação celular e impedem a obstrução dos poros, evitando a acumulação e retenção de sebo, assim como produtos de dermocosmética que auxiliam na limpeza e hidratação da pele, prevenindo a oleosidade excessiva.

Use apenas produtos da pele não-comedogénicos, assim como maquilhagem não-comedogénica.

3. Usar proteção solar durante todo o ano

protetor solar em pele acneica

A rotina diária deve também incluir um protetor solar adequado para a pele propensa à acne, ou seja, com uma textura e ingredientes adaptados a esta condição.

A proteção solar é essencial para evitar o agravamento das lesões, assim como a formação de cicatrizes e de hiperpigmentações (manchas).

4. Resistir à tentação de espremer as espinhas

espremer espinhas

Deixe os pontos negros e as espinhas curarem naturalmente (apertar pode agravá-los e deixar cicatrizes).

5. Tomar medicação via oral

medicacao via oral

Os tratamentos orais incluem, além de antibióticos, contracetivos hormonais e fármacos que reduzem a produção de sebo e aceleram a renovação celular, sendo uma ajuda preciosa e alguns casos para acabar com as espinhas. Estes fármacos têm como efeito adverso comum a desidratação da pele, pelo que, nestes casos deve ser usado diariamente um creme adaptado que ajude a prevenir essa desidratação que, muitas vezes, contribui para o insucesso do tratamento.

Estes medicamentos são sujeitos a receita médica e prescritos por dermatologistas.

6. Limpar a pele no final do dia

desmaquilhante para a pele

A limpeza da pele deve ser bi-diária. Este é o ponto mais essencial do tratamento. Escolha o produto que lhe dá mais prazer na utilização para não falhar este passo. Remova sempre a maquilhagem no final do dia.

Em suma…


O tratamento da acne é sempre personalizado, em função da sua gravidade e das características individuais do doente, pelo que deverá ser decidido e realizado pelo médico dermatologista e com apoio do farmacêutico para o sucesso do tratamento.

Veja também:

Farmacêutica Cátia Rocha Farmacêutica Cátia Rocha

Cátia Rocha é farmacêutica. Como apaixonada pela profissão, acredita na importância da educação para a saúde e num papel interventivo dos profissionais de modo a transmitir conhecimentos que considera importantes e fundamentais para o bem-estar da população. É Mestre em Ciências Farmacêuticas pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte e exerce atualmente o cargo de farmacêutica na Farmácia Agra.