Publicidade:

Abdominais para perder barriga: o mito desvendado

Abdominais para perder barriga? Será esta ideia uma verdade ou um mito? Esclarecemos as suas dúvidas sobre a gordura abdominal.

 
Abdominais para perder barriga: o mito desvendado
Os exercícios de abdominais e perder a barriga será que combinam?

Fazer abdominais para perder barriga é uma das típicas frases que mais ouvimos junto de quem pratica exercício. Muitas pessoas acreditam que fazer exercícios abdominais regularmente ajuda a eliminar a gordura na zona da barriga. Esta teoria tem como base o argumento que, ao exercitar uma parte especifica do corpo, estamos a perder gordura e a tonificar aquela porção. No entanto, esta teoria não passa de um mito.

Abdominais para perder barriga? Pode não ser bem assim


mulher em prancha: abdominais para perder barriga

Durante exercícios prolongados, o nosso organismo utiliza a gordura como substrato energético. Porém utiliza a gordura do corpo todo, não apenas de regiões específicas. A responsável por determinar onde isso vai ocorrer é a nossa genética. Para determinadas pessoas, a barriga pode ser a última região onde a gordura é queimada.

Ao praticar exercícios específicos para abdominais, como crunch ou pranchas, de facto está a trabalhar esse grupo muscular e a fortalecê-lo (e sente esse trabalho), mas não vai eliminar o tecido adiposo que se encontra por cima e consequentemente não será visível os seus abdominais.

Como eliminar a gordura abdominal?

gordura abdominal funciona como uma camada que cobre os abdominais. Por isso, é crucial numa fase inicial preocupar-se em perder essa gordura. Se não o fizer, por muitos abdominais que faça, não vai conseguir ver a sua barriga lisa e definição dos seus abdominais.

A eliminação desta camada de gordura é mais complexa do que a antiquada ideia de que apenas é preciso fazer abdominais.

Então, a forma de combater a gordura abdominal assenta nestes principais pontos:

  • Dieta equilibradade acordo com o balanço energético;
  • Execução de exercícios que envolvam um grande desgaste energético. Apesar de os exercícios de força serem determinantes para o processo de eliminação da gordura, o treino cardiovascular pelo facto de queimar muitas calorias numa única sessão de treino, assume um papel decisivo na perda de gordura abdominal.Algumas sugestões de exercícios para perder barriga são o HIIT (Treino Intervalado de alta intensidade), corridas, natação ou ciclismo;
  • Diminuição do stress, pois o stress leva ao aumento dos níveis da hormona cortisol que contribui para a acumulação de gordura na barriga;
  • Qualidade do sono, uma vez que dormir pouco desequilibra o metabolismo e promove a acumulação de gordura na zona abdominal.

Importância da perda de gordura abdominal

Mais do que estética, perder a barriga é de extrema importância para a saúde. A gordura abdominal é mais prejudicial para o corpo do que qualquer outro tipo de gordura localizada. Está diretamente relacionada com problemas cardiovasculares e diabetes.

Mulheres com um perímetro abdominal superior a 88 cm e homens com um perímetro superior a 102 cm têm um risco mais acentuado de desenvolver estas doenças.

A redução da gordura abdominal e o desenvolvimento dos músculos abdominais (o reto abdominal, oblíquo externo, oblíquo interno e o transversal) são de extrema importância pois desempenham um papel fundamental no equilíbrio e manutenção de uma postura correta. Estes músculos são também solicitados em todos os movimentos de rotação e inclinação do dia-a-dia.

Para além de praticar exercício é fundamental que comece a substituir na sua rotina as atividades sedentárias por ações mais dinâmicas e saudáveis, como por exemplo, optar pela utilização de escadas em vez do elevador.

Desmistificado o mito dos abdominais para perder barriga, é importante que dentro dos que apresentamos como mais adequados para este objetivo, escolha o tipo de exercício que mais se adequa a si – deixando a realização de abdominais para futuramente dar definição ao corpo.

No entanto, antes de avançar com o seu novo treino, recomendamos que obtenha a autorização médica e que posteriormente procure um profissional do exercício físico para controlar as suas sessões de treino.

Veja também:

Personal Trainer Pedro Neto Personal Trainer Pedro Neto

Pedro Martins Neto é Personal Trainer e fisiologista do exercício, licenciado em Educação Física e Desporto e Mestre em Exercício Físico e Saúde. Em curso está com o Doutoramento em Ciências do desporto - Exercício e Saúde. Conta com um estágio no programa Diabetes em Movimento.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].