Publicidade:

6 abdominais para perder barriga

E se bastasse fazer uns abdominais para perder barriga? Era bom, certo? Estes abdominais podem ajudá-lo a obter uma barriga de fazer inveja a qualquer um.

 
6 abdominais para perder barriga
Confira os exercícios que vão transformar a sua barriga

“Faz abdominais para perder barriga”. Nunca lhe disseram esta frase? Muitas pessoas acreditam que fazer abdominais regularmente ajuda a eliminar a gordura na zona da barriga. A realidade, porém, é outra.

Se o seu objetivo é tonificar a barriga, os abdominais podem ser o seu grande aliado nesta batalha, afinal, não é por acaso que se fala em fazer abdominais para perder barriga.

No entanto, estes exercícios não servem especificamente para eliminar a gordura da zona abdominal, mas sim para fortalecer os músculos do abdómen, deixando-o com um aspeto mais definido.

6 exercícios de abdominais para perder barriga


Uma barriga bem tonificada é o objetivo de muitos homens e mulheres, principalmente na altura de andar com a barriguinha à mostra.

Conheça 6 abdominais para perder barriga que vão ajudá-lo a ver resultados muito antes da chegada do verão.

1. Abdominais tradicionais

– Execução –

  1. Deite-se num colchão com as costas apoiadas no chão;
  2. Flita as pernas com os joelhos em direção ao teto e pés apoiados no chão;
  3. Mantenha as mãos atrás da cabeça e os cotovelos para trás, fora do seu campo de visão;
  4. A cabeça deve estar numa posição neutra com espaço entre o queixo e o peito;
  5. Em seguida, movimente o peito para cima, contraindo os abdominais e levantando os ombros do chão.

Dica: O exercício deve ser feito apenas com a força dos músculos abdominais, sem forçar as costas. Para tal, mantenha a cabeça e as costas numa posição neutra, em que não sente dores no pescoço ou nas costas. Comece por fazer 3 sessões de 15 abdominais e, com o passar do tempo, vá aumentando este número aos poucos, sem ultrapassar o seu limite.

2. Abdominais oblíquos

– Execução –

  1. Deitado no chão, coloque o pé esquerdo por cima do joelho direito e mantenha as mãos atrás da cabeça;
  2. Levante os ombros do chão e movimente-se de modo a que o seu cotovelo direito tente tocar no seu joelho esquerdo;
  3. Volte à posição inicial e faça as repetições necessárias. Faça dos dois lados.

Dica: Se quiser, pode alternar os lados a cada repetição. Ao fazê-lo vai ficar mais cansado, mas estará a utilizar os músculos de uma forma mais simétrica.

3. Twist

– Execução –

  1. Deitado no chão, coloque uma perna levantada, com o joelho a formar um ângulo de 90 graus;
  2. Suba as costelas, fazendo com que o ombro venha em direção ao joelho contrário.

Dica: Não leve o cotovelo ao joelho em vez do ombro, pois, assim, cria tensão no pescoço e faz com que o exercício não tenha efeito nenhum.

4. Abdominais de bicicleta

– Execução –

  1. Deite-se de costas com os joelhos ao nível do peito e com os braços no chão encostados no corpo;
  2. Alterne a extensão das pernas, estendendo uma perna até ficar direita e enquanto recolhe uma perna comece a estender a outra;
  3. Continue a repetir o processo, como se estivesse a andar de bicicleta, até fazer as repetições necessárias.

Dica: Mantenha as costas direitas durante o exercício. Se não conseguir manter as costas direitas, deve reduzir a extensão das pernas. Este exercício também pode ser utilizado como uma forma de aquecimento antes de fazer um treino de pernas.

5. Abdominal com as pernas verticais

– Execução –

  1. Deite-se no chão, com as pernas bem esticadas para cima e os pés a apontar para o teto;
  2. Cruze os joelhos e coloque as mãos atrás da cabeça, para assegurar a estabilidade;
  3. Contraia os abdominais, elevando os ombros do chão e mantendo as pernas bem fixas, enquanto duplica o movimento de crunch habitual nos exercícios clássicos de abdominais.

Dica: Dependendo da sua condição física, faça entre 1 a 3 séries de 12 a 16 repetições

6. Rotação de ancas

– Execução –

  1. Sente-se no tapete de fitness;
  2. Levante as pernas do chão e mantendo-as juntas comece a rodá-las num movimento circular;
  3. Continue a repetir o movimento até chegar às repetições desejadas.

Dica: Apesar de este exercício não ser tão difícil quanto os anteriores, é bom para trabalhar os abdominais oblíquos de forma calma. Uma boa técnica é deixar este exercício para o fim do treino quando estiver com menos energia.

Veja também:

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].