Mariana Falcão de Castro
Mariana Falcão de Castro
08 Jul, 2017 - 16:50

11ª Edição do NOS Alive no Passeio Marítimo de Algés – 2º Dia

Mariana Falcão de Castro

No 2.º dia do NOS Alive’17, a equipa do Vida Ativa foi pulando de palco em palco, ouvindo Tiago Bettencourt, Savages, a voz imaculada de Lince, Warpaint e Wild Beasts, com destaque para o concerto dos últimos.

11ª Edição do NOS Alive no Passeio Marítimo de Algés - 2º Dia
O artigo continua após o anúncio

Aproveitámos e trocámos os nossos 30 copos de plástico por uma T-shirt, como aconselhámos ontem. Para os mais baixinhos, que não conseguem ver o que se passa no palco durante os concertos, fica a dica: na compra de dois Licores Beirão, oferecem um lenço e uma caixa de cartão para colocar nos pés – o Degrau Beirão. Testámos a resistência e funciona. Dê lá um salto!

Se for fã de maquilhagem com purpurinas, um ás na patinagem ou quiser uma T-shirt personalizada, aproveite e passe no stand da EDP. Se procura diversão e ganhar preservativos e lubrificantes, atreva-se a completar três desafios no stand da Control.

The Kills e a tarefa árdua

Muito sexappeal por parte da vocalista Alison Mosshart, mas pouca entrega de The Kills. A tarefa era árdua: atuar antes do cabeça de cartaz Foo Fighters. Não obstante, a rock lady Mosshart dançou e roubou o protagonismo ao resto da banda, conseguindo alguns rasgos de brilhantismo com “Heart of a Dog”, “Baby Says” e “Doing It To Death”.

Alive_dia2

O palco principal NOS Stage revelou-se demasiado grande para The Kills, abreviando a qualidade da sua performance, que requer um espaço mais intimista e pouco iluminado. Mosshart percorreu o palco de um lado para o outro, mas as canções menos conhecidas pareceram um pouco desgarradas e obtiveram pouca reação do público.

No final do concerto (faltavam ainda 45 mins para Foo Fighters), contrariando o movimento habitual, os festivaleiros atropelavam-se na direção oposta (para o palco), para guardar lugar bem à frente. Via-se que tinham vindo de propósito ao NOS Alive para ver a banda que idolatram desde a adolescência.

Rockalhada à antiga com Foo Fighters

“It’s gonna be a long f*cking night!” e que sorte a nossa! Dave Grohl fez esta promessa no início do concerto e cumpriu. O Rock n’ Roll está vivo e de boa saúde! Com 2h30 de concerto, recheado de êxitos e novos temas, não houve quem não saísse do recinto com a sensação de barriga cheia. Foo Fighters deram tudo o que os fãs que estavam à espera e muito mais.

Entrando a abrir com “All my life” e “Times like this”, os Foo Fighters apresentaram temas do álbum que sairá em setembro “Concrete and Gold” como Run e um tema inédito com Alison Mosshart de The Kills (“La Dee Da”) e passaram pelos clássicos “Everlong”, “The Pretender”, “My Hero”, “Monkey Wrench”, “Wheels” e “Best Of You”.

Para os mais atentos: o baterista Taylor Hawkins fez uma belíssima referência à secret weapon Freddie Mercury, no Live Aid no Wimbley Stadium em 1985, conseguindo um controlo fantástico da audiência, que repetia sílaba a sílaba.
Houve, aliás, mais do que uma referência a Queen. Em “Cold Day In The Sun”, o baixista Nate Mendel tocou, em simultâneo com o público, “Another One Bites The Dust”.

O artigo continua após o anúncio

Não foi à toa que Dave Grohl, fã assumido de Freddie Mercury, afirmou em 2011 que todas as bandas deveriam estudar a performance de Queen no Live Aid. Assim como Freddie, Grohl orquestrou o público, levando as dezenas de milhar que ouviam Foo Fighters ao delírio.

Dave Grohl brincou com a audiência que apelava em uníssono “E salta Dave e salta Dave olé! Olé!” e criou um novo single.” That’s how you make a hit single. That easy!”, referiu Grohl. Repetindo “It’s good to be back!” e “Has it really been 6 years?!”, Dave Grohl revelou que enfrentou uma tempestade em Madrid e havia o risco de não poderem vir tocar ao Passeio Marítimo de Algés. Mas os planetas estavam alinhados.

O que se espera para hoje

Hoje é o último dia do NOS Alive’17, é para dar tudo! O tempo não está de praia, como tal, vá cedo para o recinto, passe pelos stands das marcas para se divertir e recolher os brindes e jante o quanto antes, para evitar filas.

alive_dia2_int

O Vida Ativa já selecionou os artistas que quer ver na app NOSAlive’17. Já sabe que vai ter que saltitar de uns palcos para os outros. Aqui vai:

18h00 | The Black Mamba | Palco NOS Stage
18h20 | Filipe Sambado | Palco Coreto
20h10 | Spoon | Palco Heineken
20h30 | Imagin Dragons | Palco NOS Stage
21h40 | Fleet Foxes | Palco Heineken
22h15 | Depeche Mode | Palco NOS Stage
23h40 | Cage The Elephant | Palco Heineken
00h15 | “10Cotexas”, com Xinobi, Moullinex e Da Chick | Palco NOS Clubbing
02h30 | Peaches | Palco Heineken
02h50 | Trikk | Palco NOS Clubbing

Divirta-se! Vemo-nos por lá!