Mónica Carvalho
Mónica Carvalho
29 Jul, 2018 - 10:00

Vai de férias com o seu animal de estimação? Isto é o que tem de garantir!

Mónica Carvalho
Patrocinado por:

Na altura do período de descanso para a maioria dos portugueses, coloca-se a seguinte questão: como agir quando vai de férias com o seu animal de estimação?

Vai de férias com o seu animal de estimação? Isto é o que tem de garantir!

Não tem que ser uma dor de cabeça, nem um problema: ir de férias com o seu animal de estimação requer alguma logística, mas não é uma tarefa de todo impossível.

Se não tiver a possibilidade de deixar com um amigo ou familiar ou num hotel para animais, ou simplesmente não o quiser fazer, então, apenas precisa de ter alguns cuidados quando vai de férias com o seu animal de estimação. Para tal, temos algumas dicas para si.

Férias com o seu animal de estimação: 7 dicas importantes

ferias com o seu animal de estimacao

Se faz parte da família, é natural que queira a presença do seu patudo quando vão de férias. Não pense já no quão difícil essa tarefa possa ser, porque vamos simplificar o processo ao máximo.

1. Escolher o destino

Se optar por ficar em Portugal, então não terá grandes preocupações. Todavia, se viajar para o estrangeiro, deverá informa-se da burocracia necessária, bem como as exigências / requisitos pedidos pelo país de destino.

2. Tenha em conta a idade do animal

Se tiver um animal muito jovem, idoso ou doente tenha em atenção o local para onde vai, bem como a viagem que precisa de realizar, pois pode ser prejudicial para a sua saúde e despoletar quadros de ansiedade que poderão estragar as férias de qualquer um.

3. Confirmar o alojamento

Escolha um alojamento, seja casa ou hotel, “pet friendly” antes de finalizar a sua reserva e leia sempre as opiniões de outros clientes anteriores – facilmente verificável nas plataformas de reserva e nas redes sociais.

4. Seja flexível

Ir de férias com o seu animal de estimação implica que as atividades escolhidas para passar o tempo incluam o seu patudo ou que pelo menos tem alternativas, para evitar deixá-lo sozinho e fechado durante muitas horas. Por muito tranquilo e afável que seja um animal, uma viagem implica sempre uma mudança de local, de rotina, de pessoas e isso pode afetar o comportamento do animal.

5. Viagem de carro

Se fizer a viagem de carro, então, e à semelhança do que acontece com os humanos, deverá fazer pausas regulares para gastar energia, fazer as necessidades e hidratar-se.

Dependendo da dimensão e a personalidade do animal, poderá recorrer ao uso de uma caixa transportadora ou apenas a um cinto de segurança específico – apenas para os cães. Nos períodos de paragem, tenha cuidado no momento de abrir a porta do carro, para garantir que o animal não sai disparado e foge.

6. Viajar de comboio, avião ou autocarro

Em primeiro lugar, deverá informar-se se a empresa escolhida aceita fazer o transporte de animais e perceber quais as respetivas regras. Trate deste processo com antecedência, para ter tempo de providenciar tudo o que for necessário.

> Saiba mais sobre as regras impostas para viajar de avião com o seu animal de estimação.

7. Ida ao veterinário

Em primeiro lugar, deverá agendar uma consulta no veterinário, mesmo que aparentemente esteja tudo bem, dado que só um profissional especializado poderá avaliar se o estado de saúde do seu animal possibilita a realização da viagem em causa.

Além disso, é a oportunidade perfeita para tomar alguma vacina que esteja em atraso e, no caso de viajar para o estrangeiro, serem administradas as exigidas no país de destino, bem solicitar toda a documentação solicitada e obrigatória, como é o caso do passaporte do animal.

Plano de saúde Vetecare: como ir de férias em segurança

plano de saude vetecare

Para facilitar todo este processo, aderir ao plano de saúde animal Vetecare fará toda a diferença e por vários motivos! Desde ao agendamento de consultas com veterinários de qualidade, em qualquer ponto do país, até à preparação da documentação e vacinação necessária nas viagens para o estrangeiro: poderá contar uma grande variedade de serviços extremamente úteis.

Além disso, se deseja que o seu animal seja previamente preparado ou educado para ser mais sociável e poder controlar melhor o seu comportamento fora de casa e fora do seu espaço habitual, as aulas de comportamento animal serão benéficas.

Não perca tempo e informe-se já hoje sobre todas as condições para aderir ao seu plano Vetecare.

Veja também: