Drª Cláudia Sousa
Drª Cláudia Sousa
09 Abr, 2018 - 13:00

Como ensinar o cão a fazer necessidades no local certo

Drª Cláudia Sousa

Para ensinar o cão a fazer necessidades no local certo deve treiná-lo diariamente desde o momento em que este integra a família. A falta de treino é das principais causas da falha nesse comportamento, no entanto existem outras com grande importância também. Treino, persistência e compreensão são essenciais neste processo.

Como ensinar o cão a fazer necessidades no local certo

Acaba de trazer o seu novo amigo de quatro patas para casa e cai no seu pensamento esta grande questão: como ensinar o cão a fazer necessidades no local certo? Este é um problema que preocupa bastante os novos tutores de cães. Ter um local próprio para o cão fazer as suas necessidades fisiológicas torna-se essencial para uma convivência saudável em família. Para isso, é muito importante realizar um treino adequado e ter atenção aos comportamentos do seu animal.

A micção ou a defecação em locais ou momentos inadequados podem dever-se a: falta de treino, submissão, excitação (mais em animais jovens), marcação de território, ansiedade de separação (mais comum em adultos) ou problemas médicos como doença renal, infeções do trato urinário, problemas neurológicos, degenerativos, traumas entre outros.

Treino para ensinar o cão a fazer necessidades no local certo

ensinar o cao a fazer necessidades e levar a rua

A falta de treino é uma das causas mais comuns deste comportamento indesejado. Deve realizar-se um treino adequado do cão desde o momento que este chega a casa. Ensinar o cão a fazer necessidades no local certo leva tempo, paciência e persistência.

1. Escolha o local para esse efeito e coloque jornais ou um tapete higiénico

Esse local deve estar afastado dos sítios de comida e dormida. Mantenha sempre o mesmo, uma vez que demasiadas mudanças de local podem levar o cão a ficar confuso e a não perceber o que quer.

Quando o cão fizer as suas necessidades no local correto recompense-o com elogios, mimos, brindes (brinquedos ou snacks para cães por exemplo). O reforço positivo é muito importante uma vez que, desta forma, o animal vai associar a sua ação a algo bom, repetindo-a no futuro.

2. Escolha uma palavra comando

Escolha uma palavra comando (por exemplo “trela”) ou uma frase curta (como “vamos à rua”) para que o cão entenda, levando-o a associar a ida à rua com o ato de fazer as suas necessidades.

3. Leve o cão à rua, várias vezes por dia

Uma etapa importante para ensinar o cão a fazer necessidades no local certo é levá-lo várias vezes por dia à rua/ao local escolhido. Tente levá-lo sempre à mesma hora e locais para que se criem hábitos e rotinas.

4. Esteja atento ao seu animal de estimação

Observe o seu comportamento. Caso o animal comece a cheirar mais o chão, andar em círculos, alterar a sua postura, leve-o logo para os locais destinados ao efeito.

É importante persistência no processo de como ensinar o cão a fazer necessidades no local certo, caso o animal urine ou defeque no local errado deve ser compreensivo. Nessas situações não deve bater, esfregar o nariz do cão na urina/fezes nem castigar de modo agressivo, isso apenas vai criar medo no animal. Em vez disso diga um ‘não’ consistente e leve-o para o local correto.

Não se esqueça que o importante é recompensar os comportamentos desejados e ignorar os indesejados, desencorajando esses e prevenindo, de modo a conduzi-lo para o que quer. Na prevenção da reincidência deste comportamento, limpe bem a área e tenha cuidado na eliminação de odores (pode utilizar sprays repelentes de micção por exemplo).

Enquanto o cão não passar entre quatro a oito semanas sem comportamentos de eliminação errados, deve ter a supervisão de alguém. Quando isso não for possível, confine o cão a uma determinada área. Atenção que o confinamento não deve exceder o tempo de retenção fisiologicamente possível.

O seu cão continua com o comportamento incorreto?

cao a fazer as necessidades no sitio certo

Mesmo depois de já o ter ensinado com as dicas acima descritas, o seu cão continua a deixá-lo ficar mal? Tenha paciência e avalie o comportamento dele. Se já ensinou o seu cão a fazer necessidades no local certo e mesmo assim há deslizes? É importante que avalie se a situação é recorrente ou pontual e que tente identificar o que está a provocar esse comportamento:

1. Micção por submissão

Ocorre quando o animal é confrontado com posturas corporais ou ações de uma pessoa que considere socialmente dominante. É mais comum em cachorros mas também pode ocorrer em animais adultos.

Nestes casos, é importante identificar e eliminar o estímulo que está a provocar esse comportamento. Deve ser feita uma abordagem mais tranquila ao animal e menos dominante.

2. Micção por excitação

Apresenta-se de forma semelhante à anterior, no entanto sem os sinais de submissão. O tratamento também implica a eliminação do estímulo e o cão deve ser ignorado até que se acalme, devendo depois receber uma recompensa como um brinquedo, mimo ou um biscoito para cães.

3. Marcação de território

Consiste na deposição de pequenas quantidades de urina em objetos/locais e ocorre em machos não castrados. Nestes casos aconselha-se a esterilização e a eliminação da exposição a estímulos que desencadeiem territorialidade.

4. Ansiedade de separação

No caso do seu cão apenas ter começado a fazer as necessidades em locais inapropriados, após uma diminuição súbita de tempo passado com o seu proprietário com quem tinha uma ligação muito forte e próxima, pode estar perante uma situação de ansiedade de separação.

Esse processo de afastamento está a provocar ansiedade no seu cão e quando o proprietário retorna o animal volta a fazer as necessidades no local adequado.

5. Problemas de saúde

Por exemplo caso o seu cão seja um paciente geriátrico, é importante que tenha mais atenção ao animal. Deve ter maior assistência uma vez que com a idade, aumenta a dificuldade de acesso ao local desejado para eliminação, podem surgir problemas de incontinência entre outros. É importante que se estabeleça uma dieta e horário de refeição fixo e que o animal seja conduzido ao local de eliminação de modo frequente e regular.

É importante que treine o seu cão, ensinando-o os locais onde deve fazer as suas necessidades. Isso pode demorar semanas a meses, deve ser paciente. Esteja atento ao comportamento do seu animal, caso veja alterações não hesite em levá-lo ao veterinário pois o seu animal pode estar com algum problema de saúde associado a essas ações.

Veja também: