Camila Farinhas
Camila Farinhas
22 Jul, 2020 - 17:14

Copo menstrual: o que é, como se utiliza e qual o tamanho adequado para si

Camila Farinhas

O copo menstrual tem ganho destaque como alternativa aos tradicionais pensos e tampões. Saiba como funciona.

Mulher a guardar copo menstrual num saquinho

Embora não seja novidade, o copo menstrual é destacado nos dias de hoje como uma alternativa viável aos métodos tradicionais. Na verdade, este dispositivo foi patenteado nos Estados Unidos da América, em 1932. Cada vez mais, a sua utilização tem ganho novos adeptos, sobretudo devido à preocupação com o meio ambiente. Se está na dúvida sobre dar uma oportunidade ao copo menstrual, deixamos-lhe toda a informação que necessita.

O que é o copo menstrual?

Mulher com copo menstrual na mão

O copo menstrual, ou coletor menstrual, é um dispositivo reutilizável que recolhe o sangue, não o absorvendo. Trata-se de um pequeno copo que é introduzido no canal vaginal e que se ajusta à fisionomia da mulher, formando vácuo. Após a introdução no corpo, retoma a sua forma original.

Segundo um estudo publicado pela The Lancet Public Health (1), o uso do copo menstrual é uma opção segura e eficaz na gestão da menstruação em qualquer faixa etária.

De que material é feito?

Mulher a ajustar copo menstrual

O material do copo menstrual pode variar consoante o fabricante. Assim, pode ser à base de: silicone não poroso (The DivaCup), silicone médico (Moon Cup) ou elastómero termoplástico, hipoalergénico e médico (Me Luna), o mesmo material de que são fabricadas as tetinas dos biberões e as chupetas.

Idealmente, o copo menstrual não deve possuir produtos químicos (como perfumes) e nenhum tipo de material absorvente.

Como sei qual o tamanho adequado a mim?

Existem diferentes tamanhos, tipos e flexibilidades do copo menstrual. Assim, antes de adquirir o seu deve ter em atenção os seguintes fatores:

  • Fluxo menstrual
  • Se já teve um parto
  • Condições ginecológicas (bexiga sensível ou anatomia do colo do útero)

Está disponível um teste online (2) para saber qual o tamanho e tipo de copo menstrual mais indicado para si. Na dúvida, deverá consultar o seu ginecologista.

Como se utiliza o copo menstrual?

Mulher a explicar como se utiliza copo menstrual

Para colocar o copo menstrual, deverá realizar o mesmo procedimento como se fosse um tampão. No caso do copo, deverá dobrá-lo para que fique de menor dimensão e ser mais fácil introduzi-lo na vagina. O único cuidado a ter é deixar a pega próximo da saída do canal vaginal para que seja mais fácil a sua remoção. Uma vez colocado, irá abrir-se e aderir às paredes vaginais, formando vácuo. Para evitar fugas de sangue, verifique se o copo menstrual se desdobrou corretamente após ter sido introduzido: contorne com um dedo ao longo da borda ou puxe levemente a pega.

Algumas marcas disponibilizam o copo menstrual com aplicador. Sabe-se que o copo menstrual tem o dobro da capacidade de reservatório do que os tradicionais pensos e tampões (3).

Para retirar o copo menstrual, basta puxar cuidadosamente a pega para o exterior, despejar o conteúdo no lavatório, lavar e voltar a inserir.

Existe perigo de fuga?

À partida não existe. Caso isso aconteça, pode ser por dois motivos: ou o tamanho do copo não é o indicado (se for muito pequeno não irá aderir às paredes vaginais) ou está mal colocado.

É normal sentir o copo menstrual depois de colocado?

Não. Tal como acontece com um tampão, não deverá sentir que o tem colocado. Pode estar muito acima ou não tão acima do que é suposto. Deve seguir as instruções de colocação e ajustar suavemente, até que não o sinta. Pode ser utilizado durante 8 horas consecutivas, não havendo necessidade de o limpar.

O copo menstrual pode ser usado enquanto dorme ou pratica actividade física, e ainda em mulheres que utilizam o Dispositivo Intra-uterino (DIU) (3).

Como higienizar o copo menstrual?

Mulher a lavar as mãos com sabão

Antes de colocar e ao remover o copo menstrual, é fundamental lavar bem as mãos com água e sabão. Durante o período menstrual, basta lavar o copo com água fria corrente e sabão neutro, ou toalhitas para o efeito.

Após o término da menstruação, a higienização deve ser mais profunda: esterilizar em água fervida, tal como as chupetas e biberões.

O copo menstrual é mais económico que os métodos tradicionais?

Considerando que um copo menstrual dura em média 10 anos (se bem limpo e cuidado), e custa entre 20 a 30€, a poupança é evidente. Além disso, diminui-se de forma drástica a quantidade de resíduos de pensos e tampões que são descartados, o que contribui para a sustentabilidade do nosso planeta.

Porquê mudar para o copo menstrual?

Algumas das razões para mudar para o copo menstrual são (3):

  1. Devido à sua composição, o copo menstrual respeita a flora vaginal.
  2. Por reter o sangue em vácuo, este não oxida e evita a proliferação de bactérias e fungos.
  3. Minimiza o risco de síndrome de choque tóxico (causada por toxinas produzidas pela bactéria straphylococcus aureus), mais comum nos métodos tradicionais.
  4. Por ser hipoalergénico, evita as assaduras, infeções urinárias e vaginais.
  5. Preserva a lubrificação natural da vagina.

Fontes

  1. Eijk, AM., et al. (2019). Menstrual cup use, leakage, acceptability, safety, and availability: a systematic review and meta-analysis. Lancet Public Health 4:76–93. Disponível em: https://www.thelancet.com/action/showPdf?pii=S2468-2667%2819%2930111-2
  2. Enna (2020). Copo menstrual: calculadora de tamanhos. Acedido a 22 de Julho de 2020. Disponível em: https://pt.ennawomen.com/enna-cycle/calculadora-de-tamanhos/
  3. Me Luna (2020). Copo menstrual: FAQ’s. Acedido a 22 de Julho de 2020. Disponível em: http://www.meluna.pt/melunaweb/index.php/example-pages
Veja também