Drª Patricia Azevedo | Médica Veterinária
Drª Patricia Azevedo | Médica Veterinária
10 Ago, 2020 - 10:46

Cinto de segurança para cão: saiba mais sobre este acessório

Drª Patricia Azevedo | Médica Veterinária

O cinto de segurança para cão é um acessório essencial hoje em dia, especialmente se costuma passear com o seu melhor amigo de carro.

Cinto de segurança para cão

cinto de segurança para cão é algo “obrigatório” para os tutores de cães, especialmente se fazem muitas viagens de carro. Existem outros acessórios para levar o seu cão em segurança, no entanto, esse acessório é uma boa opção e fácil de utilizar.

O que é um cinto de segurança para cão?

Tutor a colocar cinto de segurança ao cão

Um cinto de segurança para cão assemelha-se aos nossos cintos de segurança e, por norma, têm um adaptador para poderem ser inseridos no cinto de segurança do carro.

O cinto de segurança tem sempre que ser utilizado em conjunto com um peitoral. Alguns cintos já trazem o conjunto completo, outros só trazem o adaptador, e é necessário que o cão tenha já um peitoral.

É importante ter em consideração que o cinto de segurança para cães nunca deve ser utilizado em conjunto com uma coleira de pescoço, pois, em caso de travagem ou movimentos mais bruscos o animal pode asfixiar.

Mesmo que o animal utilize no dia a dia uma coleira no pescoço, tenha o cuidado de lhe colocar um peitoral quando viaja de carro.

O cinto de segurança para cães permite que o animal vá sentado na sua posição natural e confortável nos bancos de trás da viatura, porém, ao contrário do que aconteceria caso estivesse sem o cinto, em curvas, travagens e movimentos bruscos o animal está seguro.

E o melhor é que o animal não fica stressado por estar preso, como pode acontecer caso viaje em transportadora.

Existem cintos de segurança para cães em várias cores, pelo que pode comprar o que mais gostar e combinar com o seu patudo.

O cinto de segurança para cão é obrigatório?

Cão a viajar de carro com cinto de segurança

O cinto de segurança para cão por si só não é obrigatório, o que a legislação refere é que “o transporte de animais deve ser efetuado em veículos e contentores apropriados à espécie e ao número de animais a transportar tendo em conta o espaço, ventilação, temperatura, segurança e fornecimento de água de forma a salvaguardar a proteção dos mesmos e a segurança de pessoas e outros animais”.

Assim, é imprescindível que tome precauções quando viaja com o seu cão de carro, de forma a garantir que este não irá prejudicar a condução ou a sua segurança. Para além disso, o incumprimento da legislação pode levar a uma multa entre 60 a 600€.

Alternativas ao cinto de segurança para cão

Dois cães na mala de um carro

Como já vimos anteriormente, a legislação não refere qual o equipamento em específico que deve utilizar para transportar o seu cão, mas apenas, que o deve manter afastado do condutor. Existem várias alternativas para transportar o seu cão consigo no carro em segurança e seguindo a lei.

1.

Caixa transportadora

A caixa transportadora deve ser grande o suficiente para o animal se conseguir levantar, deitar e dar a volta sobre si mesmo, sendo que esta deve ser colocada num local apropriado consoante o seu tamanho de forma a manter-se estável, sendo o ideal a mala do carro.

2.

Grelha divisória

A grelha divisória serve para dividir compartimentos, seja a mala ou os bancos de trás do carro. Desta forma o animal terá mais espaço no carro, sem atrapalhar a condução do tutor.

Todavia, pode não ser tão seguro para o animal, uma vez que o animal andando mais livremente o carro, pode magoar-se, caso haja algum impacto.

Cuidados a ter quando viaja com o seu cão

Para além de utilizar cinto de segurança para cão, quando viaja de carro com o seu patudo deve ter alguns cuidados em consideração para garantir que faz uma boa viagem:

  • Faça várias paragens, caso a viagem seja longa, para o cão dar um passeio, fazer as suas necessidade e beber água
  • Evite as horas de maior calor para viajar
  •  Em caso de calor ligue o ar condicionado
  • Evite alimentar o cão ou dê apenas uma pequena porção de comida ao cão para evitar enjoos e vómitos
  • Habitue o seu cão a andar de carro com pequenos passeios curtos de carro
  • Não se esqueça dos documentos do cão quando o leva a viajar de carro, caso sejam solicitados pelas autoridades
Veja também