Professor Ricardo Pinto
Professor Ricardo Pinto
23 Nov, 2016 - 11:04

As chaves para ganhar massa muscular

Professor Ricardo Pinto

O ganho ou aumento de massa muscular pode parecer complicado e por vezes moroso. Mas este processo pode ser facilitado.Saiba como connosco. 

As chaves para ganhar massa muscular

O caminho para a hipertrofia apresenta duas grandes fases que se alternam de forma sistemática e progressiva no tempo: gerar um estímulo adequado e favorecer a recuperação. 

No artigo de hoje vamos mostrar como é decisivo gerar um estímulo adequado no treino, de modo a potenciar o aumento da massa muscular.

Gerar o estímulo

Treinar com um volume elevado ou levantar mais carga não costuma ser a melhor opção para ganhar músculo.

Para ser eficiente, o estímulo, acima de tudo, deve ser óptimo. O objectivo é conseguir um equilíbrio entre o aumento da síntese e a redução de degradação proteica.

Neste sentido, é necessário selecionar as cargas adequadas para conseguir um stress muscular suficiente, ao mesmo tempo que se gera uma maior capacidade de secreção hormonal possível. 

Quanto maior a tensão mecânica provocada sobre o tecido muscular maior será o aumento da massa muscular.

A alteração da integridade muscular por contrações de elevada intensidade causa danos no tecido muscular e alterações no sarcolema, membrana basal e tecido conectivo.

Como consequência compensatória gera-se uma resposta mecânico-química que se traduz em reações moleculares e celulares nas miofibrilas e as denominadas células satélite, acionando vários fatores de crescimento, aumentando-se finalmente a capacidade contrátil e estimulando o crescimento muscular. 


Conclusão

Podemos afirmar que o objectivo é conseguir o maior “dano” do tecido muscular aplicando tensões musculares para conseguir uma resposta anabólica que faça gerar novas adaptações, aumentando o tamanho das fibras musculares. 

No próximo artigo abordaremos a intensidade da carga e repetições. 


Veja também: