Mónica Carvalho
Mónica Carvalho
20 Abr, 2020 - 08:15

Escolas médicas criam Assistente Digital COVID-19

Mónica Carvalho

O Assistente Digital COVID-19 permite esclarecer dúvidas e saber mais sobre a doença que já infetou cerca de 2 milhões de pessoas em todo o mundo. Veja como funciona.

Mulher a colocar questões ao assistente virtual COVID-19

Graças ao Assistente Digital COVID-19, qualquer utilizador, através do Facebook e em chats na web, poderá verificar sintomas, esclarecer dúvidas e ver algumas recomendações sobre a doença.

Além disso, o serviço permite fazer uma primeira triagem, baseado numa série de questões e parâmetros disponibilizados pela Direção-Geral da Saúde (DGS), para perceber o estado de cada cidadão que recorra à aplicação.

A tecnologia resulta de um esforço entre a Escola de Medicina da Universidade do Minho, a Faculdade de Medicina Universidade do Porto, a Automaise e a HLTSYS e visa, então, dar resposta a dúvidas e aliviar a linha de atendimento do SNS24 — mas sem a substituir.

O Assistente Digital COVID-19 está disponível de forma totalmente gratuita para qualquer pessoa e pode ser integrado em qualquer página web. Para tal, basta seguir as indicações disponibilizadas na página da tecnologia e colocar o código HTML na página desejada para colocação do chat.

Que informação está disponível no Assistente Digital COVID-19?

Mulher a analisar a app Covidografia

O assistente digital permite, então, três opções diferentes e complementares:

  1. Triagem dos sintomas apresentados.
  2. Responder a perguntas colocadas pelos utentes.
  3. Dar recomendações sobre como evitar o contágio e manter-se saudável em tempo de pandemia.
1.

Triagem

Serão colocadas uma série de questões, para pode avaliar o estado de cada utilizador da plataforma e, posteriormente, será recomendado o que cada pessoa deve fazer, mediante as respostas dadas.

2.

Perguntas e respostas

Quais os sintomas, como se transmite, qual o período de incubação, o que fazer se tiver sintomas, quais os grupos de risco, deve ou não usar máscara: são algumas das questões frequentes existentes no assistente e que podem ajudar a esclarecer as dúvidas dos utilizadores.

Além disso, saiba que a tecnologia permite ainda esclarecer questões sobre os cuidados a ter com a receção de encomendas, em que situações pode fazer o teste, se os animais são transmissores da doença ou até em que situações pode sair de casa.

3.

Recomendações

No âmbito da pandemia, a recomendação maior é para que fiquemos em casa e, como tal, isso pode levantar uma série de questões junto das famílias. Este campo pretende ajudar nesse sentido, indicando, por exemplo, como pode ajudar as crianças a lidar com a ansiedade, como falar com elas sobre esta doença, como gerir o dia a dia em casa e até como lidar com a quantidade de notícias que nos enchem os ecrãs de televisão e as redes sociais.

O Assistente Digital COVID-19 alerta para o seguinte: antes de começar a avaliar os seus sintomas, é importante que saiba que o chat não substitui a opinião de um médico, nem se sobrepõe às normas e recomendações emitidas pela DGS, pelo que, em caso de dúvida, deve sempre optar por consultar o seu médico de família ou o médico que o acompanha regularmente.

Avalie os seus sintomas online

Assistente Digital COVID-19

Veja também