Publicidade:

Samoieda: tudo o que precisa de saber sobre esta raça

Alegre, amoroso e sorridente! Quem não se apaixona pelo Samoieda, semelhante a um ursinho de peluche branco que só apetece abraçar? À primeira vista, a beleza invulgar e majestosa é o atributo mais atrativo desta raça, mas quem os acolhe no seio familiar rende-se imediatamente à sua amabilidade e amizade incondicional.

 
Samoieda: tudo o que precisa de saber sobre esta raça
É muito ligado aos donos, especialmente às crianças.

A combinar com a sua personalidade simpática e brincalhona, o Samoieda tem uma particularidade interessante: como possui uma curvatura para cima nos cantos dos lábios, parece que está a sorrir. A raça é carinhosamente chamada de Sammy sorridente.

Atenção aos instintos caçadores do Samoieda – pode dar algum trabalho com animais de pequeno porte, como gatos, roedores ou pássaros.

Características gerais do Samoieda


Grupo: Grupo 5 – Spitz e Cães do Tipo Primitivo

Finalidade: cão de tração e de companhia

Ambiente ideal: casa

País de Origem: Rússia (Sibéria)

Porte: médio

Altura: de 50cm a 60cm

Peso ideal: de 17kg a 32kg

Cor: branco puro, creme, branco com manchas creme

Esperança Média de Vida: entre 12 a 14 anos

Preço médio: de 480€ a 730€

 

Características específicas do Samoieda


Como foi criado para ajudar no pastoreio e no transporte de pessoas, o Samoieda precisa de exercícios e atividades diárias. Caso fique aborrecido, tende a cavar, morder objetos indesejados e ladrar – este último é bastante peculiar e, em excesso, pode tornar-se desagradável, pelo que este tipo de comportamento deve ser controlado desde a infância.

Energia
Inteligência
Tolerância ao frio
Tolerância ao calor
Cuidados de higiene
Queda de pelo
Tendência para problemas de saúde
Facilidade de aprendizagem
Socialização com crianças
Socialização com estranhos
Socialização com cães
Socialização com gatos

Fases da vida do Samoieda


Bebé

0 – 12 meses

Adulto

12 meses – 10 anos

Idoso

10 – 12 anos

 

Físico do Samoieda


Samoieda

Este cão tem um corpo musculoso e compacto, peito profundo e patas curtas. De porte elegante, exibe bem as suas origens nórdicas através do seu manto denso com dupla camada e das orelhas pequenas, eretas e totalmente cobertas de pelo. A cabeça tem a forma de uma cunha e, em torno do pescoço e ombros, podemos verificar uma espécie de juba. A cauda, longa, curva-se sobre o dorso.

Temperamento do Samoieda


Gentil, dedicado e brincalhão, reúne um conjunto de características que o tornam ideal para qualquer tipo de agregado familiar, nutrindo uma paixão especial pelas crianças. Estão sempre dispostos a agradar, sendo bastante sociáveis, mesmo com estranhos, mas podem ser dominantes em relação a outros cães.

A agressividade é muito pouco comum nesta raça e motivo de preocupação. Não deve, por isso, ser usado como cão de guarda ou defesa.

Problemas de Saúde do Samoieda


No geral, a saúde do Samoieda é boa, pois o facto de serem originários de um clima frio deu-lhes mais resistência. Contudo, há alguns problemas associados a esta raça a que deve estar atento, consultando sempre um veterinário em caso de dúvidas.

Olhos

  • Atrofia progressiva da retina.
  • Glaucoma.

Ossos

  • Displasia coxo-femoral.

 

Cuidados a ter com o Samoieda


Temperatura

  • Não lidam bem com o calor excessivo, por isso impeça-o de fazer demasiado exercício nestas alturas.

Pelo

  • Para que a sua pelagem permaneça sempre brilhante e macia, é aconselhável escová-lo duas a três vezes por semana. Não deve ser tosquiado e os banhos não são recomendáveis com frequência, pois tiram a oleosidade natural da pele.

 

Origem do Samoieda


Acredita-se que esta é uma raça bastante antiga, criada na região russa da Sibéria há cerca de cinco mil anos por uma tribo nómada à qual devem o seu nome. Os cães ajudavam-nos sobretudo a puxar trenós, a pastar renas e a caçar alimento, mas também serviam para aquecer os membros do grupo, proporcionando calor aos seus donos nas noites mais frias. No entanto, nesta época, a sua pelagem ainda não era branca, mas sim preta ou castanha.

O Samoieda começou a internacionalizar-se quando foram trazidos alguns exemplares para Inglaterra no final do século XIX. Um desses cães foi apresentado à Rainha Alexandra, que ajudou a promovê-la.

Curiosidades sobre o Samoieda


O Samoieda não possui glândulas subcutâneas e, portanto, não exala aquele cheiro característico a cão.

É hábito os cães desta raça dormirem de barriga para cima, pois é o local onde há menos pelo e podem refrescar-se mais facilmente.


Conheça mais raças de cães:

Todas as raças de cães

Todas as
raças de cães

Raças de cães pequenos

Raças de
cães pequenos

Raças de cães médios

Raças de
cães médios

Raças de cães grandes

Raças de
cães grandes

Mafalda Braga Mafalda Braga

Depois da licenciatura em Comunicação Social e Cultural e do mestrado em Media e Jornalismo, tirados na Universidade Católica Portuguesa, fez um estágio na extinta Rádio Clube Português e outro na Revista Máxima, onde ficou a trabalhar durante cinco anos e meio. Passou ainda pela Revista Must, suplemento do Jornal de Negócios, e atualmente é jornalista freelancer. Além desta área, tem uma grande paixão por cinema, viagens, animais e comida, de preferência com muito sol a acompanhar.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].