Publicidade:

Pug: tudo o que precisa de saber sobre esta raça

O Pug muitas vezes é descrito como vários tipos de cão num único modelo pequeno, por reunirem tantas e diferentes características, nomeadamente o bom-humor, o sentido apalhaçado, acabando por se tornar no centro das atenções, mesmo sem querer. É um cão de família que valoriza quem lhe faz bem. Saiba mais sobre esta raça.

 
Pug: tudo o que precisa de saber sobre esta raça
Cómicos e afáveis: como resistir a um Pug?

O rosto cómico do Pug, com os olhos esbugalhados, fará qualquer um sorrir.

Na verdade, este cão é a garantia de muitos momentos divertidos, pela sua tendência divertida e meio pateta, mas também por estarem sempre disponíveis para a brincadeira.

Características gerais do Pug


Grupo: Grupo 9 – Cães de Companhia

Finalidade: cão de companhia

Ambiente ideal: apartamento

País de Origem: China

Porte: pequeno

Altura: de 35cm a 40cm

Peso ideal: de 6kg a 8kg

Cor: bege, ruivo, preto ou cinzento

Esperança Média de Vida: entre 12 a 14 anos

Preço médio: de 450€ a 600€

 

Características específicas do Pug


São cães felizes e carinhosos, leais e encantadores, divertidos e inteligentes, no entanto, eles podem ser um pouco teimosos, o que dificulta o ensino. Mas quando aprendem, dão-se bem com qualquer pessoa e animal.

Energia
Inteligência
Tolerância ao frio
Tolerância ao calor
Cuidados de higiene
Queda de pelo
Tendência para problemas de saúde
Facilidade de aprendizagem
Socialização com crianças
Socialização com estranhos
Socialização com cães
Socialização com gatos

 

Fases da vida do Pug


Bebé

1 – 6 meses anos

Adulto

6 meses – 12 anos

Idoso

12 – 14 anos

Físico do Pug


pug

Os cães Pug são quase quadrados e bem constituídos, mas bem leves.

A cabeça é grande e redonda, com olhos esbugalhados, que parece que vão saltar de órbita a qualquer instante, contribuindo para o seu aspeto divertido.

Possuem no focinho rugas profundas e distintas, algo muito valorizado pelos chineses, que acreditam que eram símbolos de boa forte.

Temperamento do Pug


O Pug possui um coração grande e onde há espaço para todos, tornando-se quase instantaneamente num companheiro amável e inseparável, que não reage bem a momentos isolados.

Ele seguirá o dono para qualquer lado, mesmo sem ter sido convidado, e mostra-se sempre simpático e feliz.

Problemas de Saúde do Pug


Olhos

  • Úlceras de córnea e doença dos olhos secos.

Ossos

  • Luxação patelar.

Dermatites

  • Dermatites.

Sistema cardiovascular

  • Problemas cardiorrespiratórios.

Outros

  • Propensão para a obesidade, fadiga fácil, capacidade aeróbica debilitada.

 

Cuidados a ter com o Pug


Pele

  • Limpar bem as rugas faciais uma vez por semana.

Temperatura

  • Intolerância ao calor.

 

Origem do Pug


Para perceber a origem dos Pugs, há que recuar até ao ano de 700 a.C., na época de Confúcio, quando os primórdios desta raça eram conhecidos como Lo-Sze, o que os coloca como uma das raças mais antigas do mundo.

Há quem diga que é descendente do Pequinês de pelo curto; outros defendem que deriva do cruzamento entre distintas raças de Buldogue; outros dizem ainda que ele é uma miniatura do Mastiff francês.

A sua posse, na China, era muito limitada: além de mosteiros tibetanos, apenas os membros da família imperial chinesa eram autorizados a possuir estes pequenos cães e tratavam-nos como membros da família.

Curiosidades sobre o Pug


A esposa de Napoleão Bonaparte, Josephine, teve um Pug chamado “Fortune”, que dormia com o casal e era usado para o transporte de mensagens secretas.

Devido ao aspeto do rosto, ressona e faz diversos barulhos característicos.


Conheça mais raças de cães:

Todas as raças de cães

Todas as
raças de cães

Raças de cães pequenos

Raças de
cães pequenos

Raças de cães médios

Raças de
cães médios

Raças de cães grandes

Raças de
cães grandes

Mónica Carvalho Mónica Carvalho

Mónica Carvalho é licenciada em Jornalismo e Ciências da Comunicação, com Pós-Graduação em Comunicação, Assessoria e Marketing. Vê na produção de conteúdos uma forma de tornar o mundo um lugar mais interessante, curioso e acessível. Os livros, filmes, séries, música, desporto e, acima de tudo, as histórias das pessoas inspiram-na a querer sempre fazer mais e melhor.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].