Publicidade:

Pointer Inglês: tudo o que precisa de saber sobre esta raça

Caçador por excelência, o Pointer Inglês é um puro-sangue na sua categoria, apresentando um olfato excecional e uma grande velocidade de movimentos. Observá-lo em plena atividade é uma experiência incrível, mas, apesar das suas origens, a personalidade calma e afável deste cão faz dele um bom companheiro para todas as horas.

 
Pointer Inglês: tudo o que precisa de saber sobre esta raça
O Ferrari dos cães de parar.

O Pointer Inglês é um dos mais populares cães de caça do mundo, possuindo um faro apurado e a grande qualidade de ser muito rápido a buscar. Uma boa alternativa para quem mantém um exemplar destes na cidade, é treiná-lo para a prática do Agility, um desporto que também trabalha a obediência.

Devido à sua principal finalidade, com a qual se habitou a caçar em estreita sintonia com o caçador, este cão é muito afável e bastante apegado ao dono. Apesar disso, não costuma pedir atenção e carinho o tempo todo.

Características gerais do Pointer Inglês


Grupo: Grupo 7 – Cães de Parar

Finalidade: cão de caça, cão de parar

Ambiente ideal: casa

País de Origem: Grã-Bretanha

Porte: médio

Altura: de 61cm a 69cm

Peso ideal: de 20kg a 34kg

Cor: limão e branco; laranja e branco; castanho e branco; preto e branco. São permitidas também as pelagens unicolores ou tricolores

Esperança Média de Vida: entre 12 a 15 anos

Preço médio: de 450€ a 800€

 

Características específicas do Pointer Inglês


Desenvolvido para apresentar grandes velocidades, força e resistência, este cão precisa de exercício físico vigoroso e adora descarregar todas as suas energias num espaço aberto e de grandes extensões, pelo que não deve ser deixado no jardim.

Como são originalmente cães de caça, gatos e outros animais pequenos podem instigar o seu instinto, embora aprendam a conviver se socializados desde cedo.

Desde muito cedo, o Pointer Inglês já demonstra todas as características de um cão adulto, mostrando-se sempre disponível para brincadeiras.

Energia
Inteligência
Tolerância ao frio
Tolerância ao calor
Cuidados de higiene
Queda de pelo
Tendência para problemas de saúde
Facilidade de aprendizagem
Socialização com crianças
Socialização com estranhos
Socialização com cães
Socialização com gatos

Fases da vida do Pointer Inglês


Bebé

0 – 18 meses

Adulto

18 meses – 12 anos

Idoso

12 – 15 anos

 

Físico do Pointer Inglês


Pointer Ingles

De aparência forte e ágil, é simetricamente bem construído, com uma série de curvas graciosas. O lombo é musculoso, ligeiramente arqueado, e o peito largo, bem descaído.

Possui um crânio chato de largura média, em proporção ao comprimento do focinho, que apresenta um perfil quadrado, um pouco côncavo. A cauda coloca-se alta, na linha dos rins, e é grossa na base, afunilando até à ponta.

Temperamento do Pointer Inglês


Meigo e chegado à família, o Pointer Inglês tem uma natureza agradável e um bom carácter, dando-se particularmente bem com crianças. Embora tenha a reputação de ser um pouco rústico, é muito bem comportado quando está dentro de casa.

Pode adotar uma atitude reservada e tímida com estranhos, mas não demonstra comportamentos agressivos. É, por isso, capaz de os deixar entrar na sua propriedade, apesar de saber alertar para a sua presença.

Problemas de Saúde do Pointer Inglês


Olhos

  • Entrópio.
  • Olho de Cereja (provoca inchaço na glândula da terceira pálpebra).

Ossos

  • Displasia coxo-femoral.

Ouvidos

  • Otites.

Pele

  • Colosidades.

Outros

  • Obesidade.

 

Cuidados a ter com o Pointer Inglês


Pele

  • Não deixe o seu Pointer Inglês dormir em superfícies ásperas ou duras para evitar o problema de pele acima mencionado.
  • A sua pele deve ser enxuta após banhos e passeios à chuva para evitar que o animal fique com frio.

Ouvidos

  • Devido ao formato das orelhas, que pendem e fecham o canal auditivo, os ouvidos devem ser verificados com regularidade para evitar infeções.

Dentes

  • Escove duas vezes por semana.

 

Origem do Pointer Inglês


Acredita-se que esta raça descenda dos cães de apontar trazidos de Portugal e Espanha para Inglaterra nos séculos XVII e XVIII. Mais tarde, os britânicos criaram o Pointer moderno a partir dos cruzamentos entre Bloodhounds, Foxhounds e Greyhounds, originando um cão com uma grande capacidade física e faro muito apurado, o preferido dos aristocratas.

Inicialmente usado para a caça à lebre, em que indicavam a localização da presa a Greyhounds para que estes a perseguissem, encontrou a sua verdadeira vocação com a popularização da caça às aves.

Nos países em que a caça é permitida, lidera o ranking das raças mais populares.

Curiosidades sobre o Pointer Inglês


O nome Pointer deriva da palavra inglesa “point” (apontar), pois, ao farejar e avistar a presa, este cão congela, com a pata levantada, e “aponta” na sua direção até que o caçador dispare a arma. Outra das suas habilidades é segurar a caça com a boca sem morder.

O Pointer Inglês que mais ganhou fama internacional foi Judy, uma cadela que viveu entre 1936 e 1950, passando por inúmeras provações. Trabalhou a bordo de navios que naufragaram durante a Segunda Guerra Mundial, salvou os passageiros de se afogarem, foi parar a vários campos de prisioneiros (é o único cão a ser registado como prisioneiro de guerra neste conflito) e esteve muitas vezes perto da morte. Foi adotada por um piloto da Força Aérea e, mais tarde, homenageada com uma medalha Dickin.


Conheça mais raças de cães:

Todas as raças de cães

Todas as
raças de cães

Raças de cães pequenos

Raças de
cães pequenos

Raças de cães médios

Raças de
cães médios

Raças de cães grandes

Raças de
cães grandes

Mafalda Braga Mafalda Braga

Depois da licenciatura em Comunicação Social e Cultural e do mestrado em Media e Jornalismo, tirados na Universidade Católica Portuguesa, fez um estágio na extinta Rádio Clube Português e outro na Revista Máxima, onde ficou a trabalhar durante cinco anos e meio. Passou ainda pela Revista Must, suplemento do Jornal de Negócios, e atualmente é jornalista freelancer. Além desta área, tem uma grande paixão por cinema, viagens, animais e comida, de preferência com muito sol a acompanhar.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].