Publicidade:

Feromonas para gatos: o que são e como utilizar

As feromonas para gatos são utilizadas como adjuvante na prevenção e tratamento de algumas alterações comportamentais. Saiba mais sobre a sua utilidade.

Feromonas para gatos: o que são e como utilizar
As feromonas são utilizadas para gatos da mesma espécie comunicarem entre si.

Se tem gatos ou pensa ter, deve saber o que são as feromonas para gatos, pois podem ser bastante úteis em várias situações.

As feromonas são substâncias químicas segregadas por animais e plantas, especificas para cada espécie, com o objetivo de fazerem a comunicação entre si.

Estas substâncias não são percetíveis entre espécies, portanto não é possível as pessoas nem os cães ou outras espécies que não os gatos, conseguirem captar as feromonas felinas, por exemplo.

Feromonas felinas: em que consistem


feromonas para gatos feromonas felinas

No caso dos gatos, as feromonas são utilizadas para fazerem comunicação social e sexual entre si.

Como são produzidas?

As feromonas são segregadas em várias partes do corpo dos gatos:

  • Glândulas periorais: situadas à volta da boca;
  • Glândulas temporais: na zona das têmporas, na porção lateral da cabeça;
  • Glândulas caudais: na cauda;
  • Glândulas anais: junto do ânus;
  • Glândulas mamárias: quando amamentam as fêmeas podem produzir determinadas feromonas;
  • Glândulas das almofadinhas plantares: nas patas;
  • Urina;
  • Fezes;
  • Saliva.

Tipos de feromonas felinas

Através dos diferentes órgãos do corpo, os gatos segregam diferentes feromonas em diferentes situações:

  • Feromonas sociais: os gatos utilizam-nas para identificar indivíduos do seu grupo social. Quando libertam esta feromona roçam o seu dorso, queixo e pescoço na perna da pessoa ou em outros animais que considera que pertencem ao seu circulo familiar;
  • Feromonas sexuais: emitem estas feromonas através das suas secreções sexuais e urina, para estabelecer comunicação com gatos do sexo oposto de forma a permitir a sua aproximação para copular;
  • Feromonas territoriais: são secretadas através da urina e pela zona interdigital das patas. O objetivo do gato é marcar a zona onde arranha ou urina como fazendo parte do seu território;
  • Feromonas de apaziguamento: libertadas pela gata mãe quando amamenta através das glândulas mamárias, de forma a transmitir aos gatinhos que estão seguros;
  • Feromonas de alarme: são segregadas através das glândulas anais ou sudoríparas das almofadas plantares para transmitir stress e medo.

 

Feromonas para gatos sintéticas: que tipos existem


feromonas para gatos gato tranquilo

Quando se percebeu como funcionavam as feromonas felinas, entendeu-se a sua importância a nível comportamental.

Surgiu então a ideia de que, se os gatos quando detetavam determinada feromona reproduziam certos comportamentos, então, se fosse possível recriar essas feromonas sinteticamente, seria possível fazer com que os gatos reproduzissem comportamentos desejados quando expostos.

Tipos de produtos

Existem neste momento diferentes apresentações de feromonas para gatos:

  • Spray: pode ser aplicado diretamente sobre locais ou pessoas;
  • Difusores elétricos: é um sistema que permite a libertação lenta das feromonas numa divisão da casa;
  • Pipetas: para serem colocadas diretamente sobre um objeto.

Tipos de feromonas para gatos

Sabendo que cada feromona provoca um comportamento diferente no gato, foram criadas sinteticamente diferentes produtos com diferentes propósitos.

Existem pipetas com um análogo sintético do odor interdigital felino para serem colocadas no arranhador do gato. Estas feromonas sintéticas incentivam o gato a arranhar esse local e não outros inapropriados.

Feromonas para gatos sintéticas análogas às feromonas de apaziguamento ajudam a manter a harmonia entre gatos. Podem ser utilizadas em situações de desentendimentos entre felinos na mesma casa. Estas utilizam-se sobre a forma de difusores.

8Sob a forma de sprays ou difusores existem também feromonas faciais sintéticas que emitem sinais de conforto, fazendo com que os gatos se sintam mais tranquilos por exemplo em mudanças de casa.

Para que servem?

As feromonas para gatos podem ser utilizadas com vários fins:

  • Marcação territorial através da urina ou micção inapropriada;
  • Arranhadelas;
  • Chegada ou saída de um membro da família;
  • Mudança de casa;
  • Festas em casa;
  • Férias;
  • Viagens;
  • Visitas ao veterinário;
  • Agressividade e tensão entre gatos da mesma casa;
  • Chegada de um novo gato ou cão.

Em qualquer situação é importante que consulte o seu médico veterinário para que o aconselhe sobre qual o produto mais indicado para cada caso.

Como utilizar?

  • As pipetas com o análogo sintético de odor interdigital devem ser colocadas diretamente no arranhador.
  • Os difusores devem ser colocados no local da casa onde o gato passa mais tempo, numa tomada, tendo cuidado para o difusor não ficar tapado. Cumpra sempre as instruções do produto para garantir uma maior eficácia.
  • Os sprays devem ser utilizados diretamente no local que pretendemos, como por exemplo, numa viagem colocar o spray na transportadora do gato. O produto deve ser colocado cerca de 30 minutos antes para que o cheiro a álcool evapore, pois este cheiro é desagradável para os gatos.

As feromonas para gatos podem ser utilizadas antes do momento de stress acontecer ou após.

Quando são utilizadas previamente ao episódio de stress, obtêm-se melhores e mais rápidos resultados. Isto porque, as feromonas demoram algum tempo até fazer o efeito desejado, podendo demorar cerca de 15 dias a 3 semanas.

Desta forma, é possível também evitar problemas de saúde causados por stress ou até comportamentos de agressividade. Em último caso, quando o episódio de stress já ocorreu e estamos perante alterações comportamentais, as feromonas para gatos podem também ser utilizadas. Neste caso a resolução do problema pode ser demorada e as feromonas por si só podem não ser o suficiente.

Assim, o ideal é, sabendo que se aproxima uma situação de eventual stress, conversar com o seu médico veterinário de forma a tomar medidas, como a aplicação de feromonas para gatos com antecedência, de forma a diminuir a intensidade do mesmo episódio.

Conclusão…


As feromonas para gatos podem ser uma grande ajuda para lidar com o gato, principalmente em situações de stress e ansiedade.

Antes de procurar um produto deste tipo deve sempre aconselhar-se com o seu médico veterinário de forma a perceber qual o produto mais adequado ao caso do seu gato.

É importante entender que muitas vezes, apesar de serem uma grande ajuda, as feromonas para gatos não são milagrosas e é necessário aconselhamento especializado.

Veja também:

Dra. Patrícia Azevedo Dra. Patrícia Azevedo

Patrícia Azevedo é médica veterinária natural de Braga. Desde a sua infância que é apaixonada por animais e sempre teve a ambição de ser médica veterinária. Trabalhou como voluntária em associações de proteção e ajuda a animais errantes desde os 11 anos de idade . Iniciou o seu percurso como estudante desta área na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e concluiu os seus estudos no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar. Tem três gatos e uma cadela retirados da rua. Trabalha atualmente na sua cidade natal, em medicina e cirurgia de pequenos animais.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].