3 tratamentos não invasivos para eliminar excesso de gordura abdominal

Os tratamentos não invasivos para eliminar excesso de gordura abdominal têm resultados garantidos, não têm contra-indicações e são indolores.

 
Powered by: BodyScience
3 tratamentos não invasivos para eliminar excesso de gordura abdominal
Tratamentos para complementar um boa alimentação e exercício físico

O excesso de gordura abdominal continua a ser uma preocupação sempre que falamos de saúde, beleza e bem-estar. Uma vida sedentária e um alimentação desregulada são algumas das causas que estão na origem da gordura localizada, sendo que a zona abdominal é, de facto, uma das zonas mais críticas e a que mais riscos acarreta.

Tanto é assim que a Organização Mundial de Saúde (OMS) assume que um perímetro abdominal na mulher superior a 80 centímetros, e no homem superior a 94 centímetros significa um risco aumentado de complicações metabólicas, doenças cardiovasculares, hipertensão arterial, diabetes mellitus e acidente vascular cerebral.

Para evitar este tipo de complicações, nada como começar por definir um plano. Porque não iniciar o processo revendo alguns hábitos alimentares, agendando uma caminhada diária ao final da tarde ou, simplesmente, inscrevendo-se num ginásio?

Não se espera que mude radicalmente de hábitos de um dia para o outro, mas é fundamental que vá alterando progressivamente a sua rotina. Poderá, eventualmente, encarar estas pequenas mudanças como um desafio à sua resiliência ou à sua vontade de querer ter mais qualidade de vida.

Excesso de gordura abdominal: começar por avaliar o seu caso


Recordamos que os maus hábitos alimentares e a falta de atividade física não são, como referimos, as únicas causas do aparecimento de gordura localizada. Além destas e, claro, de questões genéticas, o excesso de gordura abdominal pode dever-se a outros fatores, como, por exemplo, desequilíbrios hormonais ou intolerâncias alimentares.

Queremos com isto dizer que, se sentir que o seu esforço até pode ser meritório, mas precisa de outro tipo de ajuda, aconselhamo-lo a procurar uma opinião médica e, depois disso, explorar outras alternativas. Não parta para soluções radicais sem se informar devidamente.

Consegue reverter o excesso de gordura com alimentação e exercício?


excesso de gordura abdominal mulher a comer depois do exercicio

Se sente que ainda é capaz de reverter a situação alterando algumas rotinas diárias, o nosso conselho é que procure um nutricionista, que o poderá orientar sobre as opções alimentares mais adequadas ao seu caso.

Um plano nutricional é fundamental para perder o excesso de gordura, da mesma forma que existem exercícios e tipos de treino próprios para este efeito. Se o objetivo é mudar de hábitos, faça-o de forma segura e privilegiando sempre a sua saúde.

Voltamos, ainda assim, a frisar que é importante que se mentalize que eliminar o excesso de gordura abdominal é um processo, não acontece de um dia para o outro. Comece por fazer algumas alterações básicas na sua alimentação como:

  • Hidratação adequada: a água é fundamental para eliminar toxinas;
  • Evitar alimentos açucarados;
  • Diminuir ingestão de alimentos processados e refinados;
  • Privilegiar alimentos ricos em gorduras insaturadas (peixes e sementes, por exemplo);
  • Consumo adequado de alimentos ricos em fibras (legumes e frutas).

E em termos de atividade física, é importante perceber que não deve direcionar o seu plano de treino especificamente para a zona abdominal. Os exercícios que acelerem o metabolismo de forma a “consumir” mais calorias e forçar os músculos a recorrer à gordura acumulada são os ideais. Um Personal Trainer ajudá-lo-á melhor nessa tarefa.

Onde encontrar um nutricionista?

Nas Clínicas BodyScience poderá encontrar uma equipa de nutricionistas capazes de o ajudar a corrigir hábitos alimentares, tendo em vista a redução do excesso de gordura abdominal.

consulta de avaliação é gratuita sendo que, posteriormente lhe poderão traçar um plano de reeducação alimentar e comportamental ajustado às necessidades do seu organismo e estilo de vida. Aproveite esta oportunidade para perceber exatamente o que precisa de mudar na sua alimentação.

Tratamentos não invasivos: a nossa recomendação


 excesso de gordura abdominal tratamento nao invasivo barriga

Os tratamentos não invasivos são, também, uma especialidade das Clínicas BodyScience. Espalhadas por todo o país, têm uma oferta de tratamentos inovadores para eliminar o tão indesejado excesso de gordura abdominal.

Estes tratamentos são indolores, sem contra-indicações relevantes ou absolutas e, mais importante, sem efeitos secundários significativos ou riscos acrescidos para a saúde e bem estar. Também a este propósito, pode marcar a sua primeira consulta de avaliação, que é gratuita. Os tratamento mais procurados são:

1. Bodyshape

Este tratamento corresponde a cerca de 750 abdominais feitos em 30 minutos, sem dor e sem esforço. É especialmente dirigido a quem quer eliminar o excesso de gordura abdominal (e não só), tonificar e modelar a silhueta.

O Bodyshape é um tratamento inovador no mundo da estética, que destrói a gordura de forma não invasiva, através da combinação de diferentes técnicas, o que lhe confere uma elevada taxa de sucesso.

As tecnologias que combina são os infravermelhos filtrados do tipo A e micro correntes de Kotz. As radiações infravermelhas são constituídas por ondas de frequência muito baixa, mas capazes de provocar aquecimento nas camadas mais profundas da pele, melhorando a circulação e aumentando o metabolismo, favorecendo assim a perda de peso.

As micro correntes aumentam a micro circulação local, promovem a oxigenação e têm efeito sobre o sistema linfático, tonificando os tecidos e combatendo a flacidez.

2. Lipoaspiração não Invasiva Titan

Este procedimento é uma alternativa à lipoaspiração cirúrgica. Especialmente dirigido às gorduras localizadas, é também ele indolor e não requer um período de recuperação, garantindo resultados desde a primeira sessão.

A Lipoaspiração não Invasiva Titan funciona através de ultrassons com elevado poder de penetração, que atuam diretamente nos adipócitos, destruindo os depósitos de gordura que, posteriormente, são eliminados pelo sistema linfático e sistema urinário.

O ultrassom tem elevado poder de penetração e atua sobre os adipócitos de duas formas:

  • Ação térmica: a energia em contacto com os tecidos convertendo-se em calor;
  • Ação mecânica: as ondas provocam vibrações nos tecidos que ajudam na destruição das células a eliminar.

3. Radiofrequência Tripolar Cronus corpo

Já a tecnologia Tripolar atua em diferentes camadas, em simultâneo, com igual eficácia e potência. A sua mais valia é atuar na redução de gordura e na flacidez, tudo de uma só vez, nestes que são os dois maiores problemas estéticos quando o assunto é gordura abdominal.

Este tipo de radiofrequência nas camadas mais superficiais promove a tonificação cutânea, porque atua nas fibras de sustentação da pele. Já nas camadas mais profundas, onde está localizada a gordura, consegue um aquecimento intenso que acelera o metabolismo das células de gordura e promove a sua eliminação.

Estes três tratamentos complementam na perfeição os cuidados alimentares e o exercício físico, de forma a conseguir obter a silhueta que sempre desejou, de forma segura, indolor e com resultados imediatos.

Conheça melhor a oferta de tratamentos das Clínicas BodyScience >>

Tratamentos invasivos: atenção aos riscos


 excesso de gordura abdominal abdominoplastia

Os tratamentos abdominais invasivos, isto é, cirúrgicos, devem ser aconselhados por um médico. Os mais apontados são, por norma, a lipoaspiração e a abdominoplastia. Ainda assim, é importante perceber que também nestes casos, o resultado não é imediato, uma vez que existe um período de recuperação e um pós-operatório mais demorado quando comparados, por exemplo, com os tratamentos não invasivos.

Os tratamentos invasivos podem acarretar riscos como infecções graves (peritonite), perfuração de orgãos, entre outros. Avalie bem todos os riscos antes de submeter a qualquer uma destas cirurgias.

O que é a lipoaspiração?

Este procedimento consiste na aspiração de gordura, que se destrói pela passagem de uma cânula. Ao contrário do que se possa pensar, não é indicada para quem tem excesso de peso, serve apenas para eliminar aquela gordura mais resistente.

E a abdominoplastia?

É efetuada uma incisão no baixo ventre a partir do qual se remove o tecido adiposo e o excesso de pele,  e se necessário corrige-se o afastamento dos músculos reto-abdominais.

Veja também:

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].