Publicidade:

6 doenças infeciosas em gatos

Existem várias doenças infeciosas em gatos que podem ser graves. Sabe quais são estas doenças? Conheça melhor 6 destas patologias e aprenda a identificá-las.

 
6 doenças infeciosas em gatos
Sabe quais as doenças que podem afetar o seu gato?

Os felinos, tal como qualquer outra espécie, podem sofrer de várias doenças, sendo que as doenças infeciosas, ou seja, causadas por determinados agentes infeciosos, são responsáveis por grande parte das patologias felinas. Assim, é importante conhecer as doenças infeciosas em gatos e estar atento aos sintomas que podem causar, para que sejam diagnosticadas e tratadas o mais depressa possível.

Doenças infeciosas em gatos: o que são?


Doenças infeciosas em gatos

As doenças infeciosas em gatos definem-se como qualquer doença causada por vírus, bactérias, fungos, parasitas, que se multiplicam no organismo, causando sintomas e lesões no indivíduo. Estas doenças podem ou não ser transmissíveis entre a mesma espécie ou entre espécies diferentes.

Cada agente patogénico pode causar variados sintomas, no entanto alguns sintomas são comuns a várias doenças, como febre, mal-estar, anorexia (deixar de comer), perda de peso, apatia. É importante estar atento a sintomas que podem indicar que o seu gato está doente, de forma a perceber que o felino está doente logo aos primeiros sintomas.

6 doenças infeciosas em gatos


1. Panleucopenia Felina

A panleucopenia felina é uma doença que afeta apenas os felinos, causada por um parvovírus que tem especial tropismo (afinidade) com as células do intestino e medula óssea. Pode afetar gatos de todas as idades, sendo que os gatinhos jovens sem vacinas são os mais suscetíveis a esta doença.

A transmissão ocorre por contacto direto entre gatos infetados, sendo que o vírus é excretado nas fezes de gatos doentes. Também é possível ocorrer contágio através de vetores como roupas, calçado ou objetos que tenham estado em contacto com gatos doentes.

Os sintomas de panleucopenia passam por sinais digestivos como diarreia que podem ser sanguinolentas, vómitos, prostração, grave desidratação, febre, anemia e baixa nas defesas o que os pode levar à morte (1).

2. SIDA Felina

A SIDA felina – assim denominada por ser provocada por um vírus semelhante ao vírus da SIDA nos humanos – é o vírus da imunodeficiência felina (FIV). É um vírus transmissível apenas aos felinos, em nenhuma circunstância sendo contagiosa a outras espécies nem aos humanos.

O contágio, tal como nos humanos, ocorre através do sangue, principalmente através de lutas entre gatos que têm acesso ao exterior.

Não existe cura para o FIV, o vírus vai-se manifestando gradualmente ao longo da vida. Desde que o gato é contagiado e os primeiros sintomas surgirem podem passar anos.

Gatos com FIV estão mais suscetíveis a ganhar infeções recorrentes, pelo que devem ser tomadas precauções para evitar a sua exposição a agentes infeciosos (2).

3. Leucemina Felina

A Leucemia felina é uma das doenças infeciosas em gatos mais graves, que é facilmente transmissível e não tem cura. O contágio da doença ocorre através de secreções como saliva, urina, fezes, secreções nasais e lacrimais. Os gatos mais suscetíveis são os que estão em contacto com gatos vadios.

Esta doença é provocada por um vírus, o vírus da leucemia felina (FeLV), que afeta a medula óssea, fazendo com que haja uma destruição das células de defesa do organismo, plaquetas e glóbulos vermelhos.

Os sintomas variam consoante o estado da doença, de acordo com as células afetadas e caso surja alguma patologia infeciosa concomitante, devido ao comprometimento do sistema imunitário.

Não existe cura para esta doença, no entanto a vacinação em gatos em grupo de risco é uma maneira de evitar a doença (3).

Doenças infeciosas em gatos

4. Rinotraqueíte Felina

A rinotraqueite felina é causada pelo herpes vírus felino tipo 1 e é um dos agentes que podem estar envolvidos na gripe felina.

Os sintomas são semelhantes ao de uma gripe nos humanos, como espirros, febre, apatia, conjuntivite, secreção ocular e nasal, no entanto não é transmissível às pessoas, apenas entre gatos.

O contágio ocorre facilmente através de aerossóis, ou seja, partículas infeciosas no ar, devido aos espirros e outras secreções.

Em gatos jovens a infeção pode evoluir para sintomas mais graves provocando pneumonia, o que pode levar a por em risco a sua vida (4).

5. Calicivirose Felina

Esta doença causada pelo calicivirus felino, que também é um dos vírus que pode estar envolvido no complexo gripe felina.

Este vírus costuma provocar úlceras dolorosas na boca e língua, impedindo o gato de se alimentar, ulceras na córnea, e em alguns casos mais graves, em que a infeção se torna sistémica pode surgir claudicação, mancar, devido a artrite (5).

6. Peritonite Infeciosa Felina

Esta é também uma das doenças infeciosas em gatos mais graves e que os pode levar à morte em pouco tempo, mesmo sob tratamento.

A peritonite infeciosa felina (PIF) é uma consequência da infeção felina através de um vírus denominado coronavírus. Quando os gatos se infetam com este vírus, não significa que desenvolvam a doença, uma vez que é necessário que o vírus sofra uma mutação no organismo no animal. No entanto, a forma como se desenvolve essa mutação não é conhecida.

O coronavírus é altamente contagioso entre os felinos e o contágio ocorre normalmente através da partilha das caixas de areia em casas com mais do que um gato.
Os sintomas mais frequentes da infeção por coronavírus são febre, diarreia vómitos, acumulação de líquido na cavidade abdominal e pleural, podendo levar a dificuldade respiratória (6, 7).

Veja também:

Fontes

1. ABCD – Feline Panleukopenia.  Disponível em: http://www.abcdcatsvets.org/abcd-guidelines-on-feline-panleukopenia-2012-edition/
2. ABCD – Feline Immunodeficiency. Disponível em: http://www.abcdcatsvets.org/feline-immunodeficiency/
3. ABCD – Feline Leukaemia Virus Infection. Disponível em: http://www.abcdcatsvets.org/feline-leukaemia-virus-infection/
4. ABCD – Feline Herpesvirus Infection. Disponível em: http://www.abcdcatsvets.org/feline-herpesvirus/
5. ABCD – Feline calicivirus infection. Disponível em: http://www.abcdcatsvets.org/feline-calicivirus-infection-2012-edition/
6. ABCD – Feline Infectious Peritonitis. Disponível em: http://www.abcdcatsvets.org/feline-infectious-peritonitis/
7. Feline Infectious Peritonitis and Coronavirus Website. Disponível em: http://www.catvirus.com/WhatIsFIP.htm#WhatisFIP

Dra. Patrícia Azevedo Dra. Patrícia Azevedo

Patrícia Azevedo é médica veterinária natural de Braga. Desde a sua infância que é apaixonada por animais e sempre teve a ambição de ser médica veterinária. Trabalhou como voluntária em associações de proteção e ajuda a animais errantes desde os 11 anos de idade . Iniciou o seu percurso como estudante desta área na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e concluiu os seus estudos no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar. Tem três gatos e uma cadela retirados da rua. Trabalha atualmente na sua cidade natal, em medicina e cirurgia de pequenos animais.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].