Publicidade:

Aprenda a desfrutar do sexo em pleno e seja feliz na relação

Com ou sem problemas, tudo deve ser feito para poder desfrutar do sexo em pleno. Para ajudar, partilhamos consigo 10 dicas úteis.

 
Aprenda a desfrutar do sexo em pleno e seja feliz na relação
Descubra 10 dicas úteis.

O bem-estar sexual anda sempre de mãos dadas com a saúde mental, física e emocional. Por isso, aprender a desfrutar do sexo em pleno apresentará grandes benefícios em todas as vertentes da sua vida.

Para tal, temos 10 dicas importantes para partilhar. Fique atento.

10 dicas para desfrutar do sexo em pleno


1. Com calma

desfrutar do sexo em pleno e preliminares

Quando o sexo é utilizado para estabelecer uma maior intimidade, deve ser feito com calma, sem pressas. Deverá começar pelos preliminares e só depois avançar para a penetração.

2. Controlar as expectativas

Filmes, livros, histórias e partilhas de amigos influenciam a maneira como se vai sentir em relação ao sexo, pelo que deverá aprender a esquecer as comparações e a controlar as expectativas, para poder desfrutar do sexo em pleno.

Apimente a sua relação!
Dê o boost que precisa à sua relação com o estimulante sexual certo. Encontre aqui!

Só assim se poderá dedicar ao seu parceiro e ajustar necessidades.

3. Redefinir o sexo

Não pense que o sexo se resume apenas a atingir o orgasmo. O sexo também é toque, intimidade e deve provocar uma variedade positiva de sensações e sentimentos, que ajudam a aumentar o prazer e, como tal, facilitam o orgasmo, que é “apenas” um objetivo feliz e prazeroso.

4. Estimular os sentidos

A estimulação de sentidos ajudará na experiência do sexo: tornará tudo mais intenso, mais vívido, ajudando a prolongar e a aumentar o prazer de formas totalmente inesperadas.

Para isso, poderá comer alimentos afrodisíacos, utilizar lubrificantes ou géis comestíveis – tudo aquilo que mexa consigo e que surta efeito positivo.

5. Valorizar o parceiro

valorizar o parceiro

A gratidão está diretamente associada à satisfação, pelo que deverá realçar o que mais gosta no parceiro e fazê-lo sentir-se importante e apreciado.

6. Conhecer bem o seu corpo

Isto ajudará a perceber quis são os seus pontos mais sensíveis e que devem ser estimulados, bem como a conhecer o que não gosta tanto. Essas informações devem ser partilhadas com o companheiro, no sentido da prossecução do prazer.

7. Concentração

Uma distração durante o sexo poderá significar que não tem assim tanto interesse no parceiro, por isso, no momento da intimidade, dedique-lhe total atenção.

8. De olhos bem abertos

Tudo escuro? Olhos fechados? Não! Crie um ambiente romântico e sensual e testemunhe tudo isso e olhe bem o parceiro nos olhos – ajudará a tornar tudo bem mais intenso.

9. Usar estratégias de auto-ajuda

Tratar problemas sexuais é mais fácil agora do que nunca, pois existem medicamentos revolucionários e terapeutas sexuais profissionais dispostos a ajudar, sem estigma nem pudor, ajudando a desfrutar do sexo em pleno.

Além disso, poderá recorrer a fatores que o ajudem como: levar o seu tempo, utilizar lubrificante ou outros acessórios que possam ajudar, praticar exercício físico para aumentar a autoconfiança, experimentar diferentes posições sexuais e nunca desistir.

10. Devolver a diversão ao sexo

diversao no sexo

O sexo é bom (é ótimo) e divertido! Não leve as coisas demasiado a sério, mesmo após vários anos de relacionamento e verá como, com leveza e um pouco de imaginação poderá reavivar a chama.

A sua relação já não é o que era? Escolha aqui o estimulante sexual à sua medida e sinta a diferença!

Veja também:

Mónica Carvalho Mónica Carvalho

Mónica Carvalho é licenciada em Jornalismo e Ciências da Comunicação, com Pós-Graduação em Comunicação, Assessoria e Marketing. Vê na produção de conteúdos uma forma de tornar o mundo um lugar mais interessante, curioso e acessível. Os livros, filmes, séries, música, desporto e, acima de tudo, as histórias das pessoas inspiram-na a querer sempre fazer mais e melhor.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].