Cláudia Ribeiro
Cláudia Ribeiro
25 Jan, 2017 - 18:55

O adeus à American Apparel

Cláudia Ribeiro

A American Apparel vai fechar as suas portas oficialmente, após ter declarado falência no ano de 2015 e ter sido vendida ao grupo Gildan Activewear.

O adeus à American Apparel
O artigo continua após o anúncio

Orgulhosa de oferecer roupa e acessórios fabricados nos Estados Unidos para homens, mulheres e crianças a preços bastante acessíveis, a American Apparel assiste agora ao despedimento de mais de 3.500 funcionários.

Nos últimos dois anos a marca tem vindo a enfrentar vários problemas financeiros, resultantes do acumulado de várias dividas por não ser capaz de lidar com a crise.

O fundador da marca, Dov Charney, recusou desde sempre a mudança da produção para países onde a mão de obra é bastante mais barata.

O aumento da concorrência no universo fast fashion e a dificuldade da marca em adaptar-se às vendas online, fizeram com que a marca, em tempos reconhecida pelos básicos e leggings coloridas, fosse à falência.


Veja também: