Transtorno bipolar: compreenda as súbitas alterações de humor

O transtorno bipolar é uma doença mental grave que afeta o humor e o comportamento. Viver com a doença é difícil para o doente e para quem o rodeia.

Transtorno bipolar: compreenda as súbitas alterações de humor
Viver com esta doença é difícil!

Qualquer pessoa pode ser afetada pelo transtorno bipolar, pelo que importa compreender melhor esta perturbação e conhecer os seus sinais e sintomas mais precoces.

Compreender o transtorno bipolar


transtorno bipolar mulher revoltada

O transtorno bipolar afeta entre 3% a 5% dos adultos em algum momento das suas vidas. Constitui um problema muito sério, com uma ampla gama de sintomas graves. A sua principal característica é o facto de o humor normal estar permeado por episódios maníacos e depressivos.

A frequência e a magnitude das mudanças de humor são muito variáveis. Em muitos casos, a doença passa por períodos de “normalidade”, principalmente nos primeiros anos.

As perturbações do humor, nas quais o transtorno bipolar se enquadra, são comuns e o risco da sua ocorrência é mais elevado nas mulheres e é aumentado pela história familiar positiva.

É uma perturbação fortemente hereditária, ou seja, os familiares de alguém com perturbação bipolar têm um aumento da incidência da perturbação. Não são conhecidos quaisquer fatores de risco na infância, no entanto, os acontecimentos de vida podem precipitar os episódios iniciais.

Tem uma evolução com remissões e recaídas em 90% dos casos. Depois de um episódio, o risco de recaída médio anual é de cerca de 20% e, depois de mais de três episódios, esse risco aumenta para cerca de 40%.

A disrupção causada pelo transtorno bipolar, em especial nas fases de mania, provoca muitas vezes problemas na manutenção de relações pessoais, emprego e habitação. O prognóstico tende a ser pior nos casos com início precoce, no transtorno bipolar com ciclos rápidos e nas mulheres.

20 sinais aos quais deve estar atento em caso de transtorno bipolar


Nenhum dos sintomas abaixo apresentados significa, por si só, inequivocamente a presença de transtorno bipolar. No entanto, se reparou que alguns deles ocorreram ao mesmo tempo ou se dá por si a passar de sintomas maníacos para sintomas depressivos, deve procurar ajuda especializada.

10 Sintomas de mania

transtorno bipolar homem irritado

  1. Autoestima exagerada;
  2. Discernimento empobrecido;
  3. Maior irritabilidade;
  4. Níveis de energia aumentados;
  5. Necessidade de dormir menos que o habitual;
  6. Crenças irrealistas acerca das suas capacidades;
  7. Falar mais e mais rápido que o normal;
  8. Sentir-se eufórico, fantástico, o melhor que já se sentiu;
  9. Tomada de decisão rápida e pouco ponderada;
  10. Gastos de dinheiro exagerados.

10 Sintomas de depressão

transtorno bipolar mulher triste

  1. Sentir-se triste, ansioso ou vazio;
  2. Perda de interesse ou prazer em todas ou quase todas as atividades;
  3. Lentificação do pensamento, dificuldades de concentração e lapsos de memória;
  4. Dormir demasiado ou ficar na cama o dia todo;
  5. Diminuição dos níveis de energia;
  6. Dificuldade em desempenhar rotinas diárias simples;
  7. Aumento ou diminuição do apetite;
  8. Negligenciar os cuidados pessoais, nomeadamente a higiene;
  9. Preocupação excessiva;
  10. Pensamentos suicidas.

 

Tenho oscilações de humor, será que sofro de transtorno bipolar?


transtorno bipolar mulher em tratamento

O diagnóstico do transtorno bipolar é extremamente importante, mas não é uma doença que deva diagnosticar sozinho. Deve procurar um médico especializado, até porque existem várias doenças que podem ter sintomas semelhantes (por exemplo, problemas com a glândula tiroideia, uso de drogas, outras perturbações de humor, entre outras).

Um dos aspetos lamentáveis em relação a esta doença é que muitas pessoas passam anos com um diagnóstico errado ou mesmo sem qualquer diagnóstico, o que leva a que o tratamento seja inadequado ou até mesmo inexistente. Nestas situações, o estado mental deteriora-se, bem como a saúde física e a vida privada não só de quem sofre do transtorno, mas também de todos aqueles que estão ao seu redor.

O tratamento está abrangido no essencial pela prestação do Serviço Nacional de Saúde e as consequências da doença bipolar não tratada são bastante mais dispendiosas. Assim sendo, é importante que perante a suspeita de sofrer de transtorno bipolar, converse com a equipa de saúde que o acompanha acerca das suas preocupações.

Veja também:

Psicóloga Ana Graça Psicóloga Ana Graça

Mestre em Psicologia, pela Universidade do Minho, com a dissertação “A experiência de cuidar, estratégias de coping e autorrelato de saúde”. Especialização (Pós-Graduada) em Neuropsicologia Clínica, Intervenção Neuropsicológica e Neuropsicologia Geriátrica. Membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses, com especialidade em Psicologia Clínica e da Saúde e Neuropsicologia. Para além da Psicologia é apaixonada por viagens, leitura, boa música, caminhadas ao ar livre e tudo o que proporcione felicidade!

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].