Zinco: conheça a importância deste micronutriente

Zinco: conheça a importância deste micronutriente

Sabia que o zinco pode ajudar a proteger contra as constipações?

Conheça os benefícios do zinco e saiba onde pode encontrar este micronutriente essencial ao bom funcionamento do organismo.

Quando se fala nas propriedades nutricionais de um determinado micronutriente, é frequente falar-se da sua composição. E não raras vezes um dos elementos apontados como sendo benéfico para a saúde é o zinco.

De facto, este mineral é essencial para o bom funcionamento do organismo e intervém em várias reações químicas do organismo. 


Zinco: porque é importante? 


Por inúmeras razões. O zinco está envolvido no funcionamento de cerca de 300 reações enzimáticas no nosso organismo, pelo que a falta deste micronutriente dá origem a efeitos adversos no organismo. A carência deste mineral pode provocar a queda de cabelo, dificuldade na cicatrização, atraso no crescimento, lesões na pele ou nos olhos ou o mau funcionamento do sistema imunitário, por exemplo. 


Que funções desempenha? 


Várias, entre elas podem enumerar-se as seguintes: 
 
Proteja a sua saúde!
Receba conteúdos exclusivos e habilite-se a um check-up completo. Registe-se já!
  • Ajuda a fortalecer o sistema imunológica
  • Melhora as funções cerebrais
  • Estimula a circulação sanguínea
  • Ajuda a prevenir a diabetes
  • Mantém a pele, cabelo e unhas saudáveis
  • Ajuda no desenvolvimento e funcionamento dos órgãos reprodutores
  • Melhora a qualidade de paladar, olfato, visão e do cabelo
  • É essencial para o crescimento e o desenvolvimento do corpo
  • Ajuda a prevenir constipações 
  • Desempenha um papel vital na remodelação óssea e ajuda a prevenir a osteoporose 
  • Estimula o funcionamento dos rins 
  • Ajuda a controlar os sintomas do TPM (tensão ou síndrome pré-menstrual) 
  • Ajuda a diminuir o risco de hipertensão
  • É fundamental para o normal crescimento e desenvolvimento durante a gravidez, infância e adolescência. 
 

Onde se pode encontrar? 


Para garantir que tem o aporte necessário de zinco, tem que consumir diariamente alimentos que o contenham na sua constituição. E é fácil de encontrar. De facto, se as funções são muitas, as fontes de zinco não se ficam atrás. Há vários alimentos onde pode encontrar este mineral, tais como: 
 
  • Carnes vermelhas 
  • Ovos 
  • Lacticínios (como queijo, iogurte, leite, etc.)
  • Marisco (ostras, ameijoas ou caranguejo, por exemplo)
  • Frutos secos (como pinhão, castanhas, caju, amendoim, amêndoa, noz, avelã, pistácio, etc.)
  • Leguminosas (feijão, lentilhas, grão-de-bico ou ervilhas, por exemplo)
  • Pão de trigo integral 
  • Carnes brancas (como frango ou peru) 
  • Peixe (como atum, carapau ou robalo) 
  • Grãos integrais 
 


As doses diárias recomendadas


A dose diária recomendada de zinco é de 10 mg /dia, sendo que as doses máximas para a população geral rondam as 40 mg/dia. Mas se a carência não é boa, o excesso de zinco também não e pode mesmo ter efeitos tóxicos para o organismo originado tonturas, vómitos, letargias e anemia, por exemplo. 

 
Obtenha aqui um plano alimentar personalizado !


Veja também: