Crónica #24: o baby shower aconteceu

Crónica #24: o baby shower aconteceu

A minha gravidez sem pós de perlimpim

Se não estás a pensar fazer um baby shower… faz! Depois do bebé nascer, as atenções fogem todas para ele, por isso, aproveita todo o mimo que possas.

Há baby showers. E depois há baby showers organizados pela minha prirmã. Há vários dias que estava proibida de entrar em casa da minha avó sem tocar à campainha, fazer grande alarido, mover-me lentamente e assim dar tempo aos "trabalhadores" para que tudo fosse escondido. Obedeci. No fim de semana fomos obrigados a sair de casa com as galinhas e, no sábado, só fomos autorizados a regressar já noite dentro.

Estava tudo nervoso, menos eu. Ele só queria arranjar desculpas para ir a casa - sim, é um cusco irremediável - e o resto da família estava em carga, com prazos apertados e várias normas ISO a cumprir, porque a encarregada não perdoa. À hora marcada, ela aguardava-nos a quinhentos metros de nossa casa (o local da festa), obrigou-nos a sair do carro, vendou-nos e repetiu em loop: confiem em mim.

Tome nota:
A ligação que existe entre uma mãe e um filho é a mais poderosa! Receba já todas as dicas para si e o seu bebé.
Eu confiei mas suei frio só de pensar no ridículo de tudo aquilo. Para mim e para ela, isto é importante, gostamos de festas, de surpresas, de pormenores cuidados, de mimos, mas dei por mim preocupada com o que pensavam aqueles que nos esperavam no jardim, a revirar os olhos a tanto frou frou frou. Uma pessoa pode ser um pouco insegura de vez em quando, ok?

E lá estavam, mais de cinquenta, entre família e amigos. O meu coração encheu-se quando vi que alguns fizeram 600 km outros 140 km, de propósito, só para nos dar um abraço, outros saíram a voar do trabalho para fazer 50 km em menos de nada e chegar a tempo, ou deixaram um grande projeto a meio para estar presente ou ainda passaram as noites a trabalhar para que nada falhasse. Se calhar, não fiz tudo mal nesta vida para receber esta avalanche de amor.

A festa foi bonita, a comida estava deliciosa, a decoração um mimo e as prendinhas não faltaram. Mais do que as palavras, as imagens mostram o melhor deste dia que apesar de fresquinho foi muito quentinho. A minha coisa preferida foram uns cartões com desejos para o Pedrinho, onde cada um deixou algumas mensagens - copiem porque é mesmo giro! 

Depois disto, eu tremo de medo do dia em que vou ter que retribuir tudo isto e meio que torço baixinho para que a festa de casamento não saia, nunca lhe passe pela cabeça querer um baby shower nem me passe pela minha fazer-lhe uma qualquer surpresa em forma de festa porque eu não lhe chego nem à pontinha dos calcanhares.

tenho uma pessoa na barriga - baby shower

Receba aqui as melhores novidades para si e para o seu bebé

 

Veja também: