Será que o Pilates emagrece mesmo?

Será que o Pilates emagrece mesmo?

Mito ou realidade: desfazemos todas as suas dúvidas

Praticar Pilates emagrece mesmo ou trata-se de apenas um boato? Confira tudo o que lhe temos para contar sobre o tema.

O Pilates é uma excelente modalidade para aumentar a flexibilidade e tonificar os músculos.

Além disso, ajuda a combater a dor, a melhorar a postura, a aumentar a força e, quando realizada em conjunto com dieta e outra atividade física, então, sim, praticar Pilates emagrece.
 
No entanto, quando utilizado como única forma de tratamento este método não é tão eficiente para emagrecer porque não gera uma grande perda de gordura por si só.

Pronto para malhar pesado?
Obtenha um plano de exercícios para atingir os seus objectivos! Saiba tudo aqui !
Por isso é muito importante adequar a alimentação e praticar outra atividade física que tenha um elevado gasto calórico, para conseguir queimar a gordura desejada e perder aqueles quilos extra, dos quais se tenta livrar há tanto tempo.

Desta forma, o Pilates emagrece, quando há um equilíbrio na sua vida: uma alimentação correta e a prática de actividades aeróbicas. 


O Pilates emagrece, mas atente a estes cuidados essenciais


Quem frequenta as aulas de Pilates deve estar atento aos sinais do seu próprio corpo e informar imediatamente o instrutor se sentir dor, pois se algo dói, então isso não é bom sinal. 

Também deve perguntar ao instrutor qual o nível da aula mais adequado para si e para alguma patologia que possa ter. 


Pilates emagrece e define os músculos


Os exercícios do método Pilates são excelentes para aumentar a resistência, a força, a elasticidade e o equilíbrio. Além disso, o Pilates ajuda a melhorar a respiração, fortalece os músculos pélvicos e melhora também a postura.

No que diz respeito à perda de peso, o Pilates ajuda a aumentar a massa muscular, já que é um treino de força.

Esta modalidade vai possibilitar fortalecer as costas, vai-lhe trazer abdominais mais fortes, contudo, o bem-estar do seu corpo será geral: sentir-se-á mais ágil, mais elegante, mais consciente do seu corpo. 


O Pilates emagrece em quanto tempo?


Apenas a prática de Pilates pode demorar para proporcionar a perda de peso desejada, no entanto se a combinar com exercícios aeróbicos e praticar uma dieta saudável e equilibrada, conseguirá resultados realmente surpreendentes, logo no final do primeiro mês de aulas. 

60 minutos da prática de Pilates podem ajudar a perder entre 200 a 500 calorias. Para potenciar estes resultados, a melhor opção é fazer a modalidade pelo menos 2 vezes por semana. 


Exercícios de pilates para emagrecer


1. Abdominal

abdominal
Com o objetivo de fortalecer os músculos do abdómen, das costas e dos glúteos, fique deitado e deixe o corpo estendido com as pernas elevadas e os braços acima da cabeça.

Inspire e eleve lentamente as mãos, os braços, os ombros, a cabeça e todo o tronco, até se conseguir sentar.

Faça 8 repetições.

 


2. Elevação de quadril

Para fortalecer os glúteos, o músculo da lombar, abdómen e músculo posterior da coxa, deite-se com o joelho fletido e com os pés apoiados no chão. Suba lentamente o cóccix, a lombar, as vértebras e os ombros e levante uma das pernas em direcção ao teto.

Realize 8 elevações com cada perna.

 


3. Braços e pernas 

bracos e pernas
Para fortalecer os músculos paravertebrais e os músculos do abdómen, fique em posição de quatro, com as mãos e os joelhões apoiados no chão, com a coluna alinhada.

Inspire e eleve a mão direita ao mesmo tempo que estende a perna esquerda, de modo a que fiquem paralelos ao chão.

Realize 3 séries de 12 repetições de cada lado.

 


4. Flexão de braço

Para o fortalecimento dos músculos do peitoral e triceps, coloque-se na posição de quadro, tire os pés do chão e cruze-os. Faça flexões com os braços abertos, de modo a fazerem um ângulo de 90º com o seu corpo.

Depois faça as flexões com os braços fechados, de modo a que fiquem o mais próximo possível do seu corpo.

Repita 8 a 12 vezes com os braços abertos e 8  a 12 vezes com os braços fechados. 

 


5. Tesoura

tesoura


Para fortalecer os músculos dos glúteos, da lombar, do abdómen, do posterior da coxa, fique deitado e direccione as pernas em direcção ao teto.

Suba o tronco e as mãos, para contrair o abdómen e, com as pernas estendidas, emite o movimento de uma tesoura vertical.

 


6. Rotação

Para fortalecer os músculos da parte interna da perna, da coxa e da pelve, fique deitada com a posição de elevação de quadril, estenda uma perna em direção ao teto e gire-a como se estivesse dominando uma bola.

Tente não destabilizar o quadril, contraindo toda a musculatura lombar e pélvica e mantenha sempre a perna estendida. Repita 8 vezes para cada sentido.

 


7. Prancha lateral

prancha lateral
Para o fortalecimento da parte interna da coxa, fique deitada de lado, sobre o braço estendido. Contraia o abdómen e as costelas até deixar um pequeno espaço entre o quadril e o chão.

Contraia os glúteos e a pelve e mantenha as pernas bem estendidas, uma em cima da outra. Mantenha o cotovelo de apoio estabilizado para que o ombro não afunde.

Repita 8 a 12 vezes com cada perna.


Hoje depois do trabalho já tem programa marcado: uma aula de Pilates e verá como o seu corpo irá agradecer!

Receba aqui um plano com exercícios para malhar e ficar em forma !

 

Veja também: