Quais os sintomas de tensão arterial alta?

A hipertensão arterial não se sente, mede-se. Uma vez que geralmente não surgem sintomas de tensão arterial alta, controle os níveis da tensão arterial com regularidade.

Quais os sintomas de tensão arterial alta?
A tensão arterial pode estar alta sem se sentir. Faça medições da sua tensão arterial.

Mesmo sem sintomas de tensão arterial alta, é importante verificar a tensão arterial com mais frequência se for pré-hipertenso, ou se porventura tem na família pessoas com hipertensão, ou com diabetes, sobretudo se sofrem ou sofreram precocemente de doença vascular cerebral, ou de doença das artérias coronárias (angina de peito, enfarte do miocárdio, ou morte súbita).

Há sintomas indicativos de hipertensão, embora muitas vezes inespecíficos. Assim, a pessoa afetada, na maior parte das vezes não faz uma correlação entre os sintomas e a hipertensão arterial.

SINTOMAS DE TENSÃO ARTERIAL ALTA


dificuldade em adormecer

Os primeiros sintomas podem ser:

Plano de Saúde Grátis
Cuide da sua saúde. Obtenha consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médicas gratuitas.Peça aqui o seu plano grátis.

  • Dificuldade em adormecer;
  • Sono agitado;
  • Irritabilidade e inquietação interna;
  • Problemas com os ouvidos (zumbidos nos ouvidos) são também sinais de alarme.

Por outro lado, também surgem sintomas de tensão arterial alta, que mais frequentemente são relacionados à doença pela pessoa afetada:

  • Dores de cabeça;
  • Tonturas;
  • Hemorragias nasais.

Nas mulheres com cerca de 50 anos de idade, os sintomas de tensão arterial alta podem ser semelhantes aos sintomas da menopausa (afrontamentos, tonturas, flutuações de humor). Nos homens de meia-idade, a hipertensão não tratada pode surgir como um problema associado à virilidade (disfunção erétil).

Sintomas mais graves podem ser sentidos devido a uma hipertensão arterial prolongada não tratada e já associados a alguma doença cardíaca:

  • Falta de ar;
  • Dor no peito;
  • Aperto no peito durante o esforço;
  • Arritmias.

 

QUAIS AS COMPLICAÇÕES DA HIPERTENSÃO ARTERIAL?


AVC

A hipertensão arterial é uma doença séria com complicações graves (por vezes mortais). Contudo, há muitos medicamentos disponíveis e que podem ser prescritos pelo seu médico para a tratar, de forma a trazer os valores da tensão para níveis normais.

O tratamento poderá evitar muitas complicações: a hipertensão arterial não tratada cansa o nosso coração e pode levar à insuficiência cardíaca.

Tal contribui para a esclerose das artérias (com ajuda do tabaco, do colesterol LDL e da diabetes), pode desencadear acidentes vasculares cerebrais ou ataques cardíacos, e pode conduzir à perda gradual da visão ou à insuficiência renal, mas sobretudo à insuficiência cardíaca.

É de extrema importância não desvalorizar esta doença que pode provocar tão graves complicações.

COM QUE FREQUÊNCIA DEVEMOS MEDIR A TENSÃO ARTERIAL?


medicao da tensao arterial

Todas as pessoas sem qualquer patologia conhecida, devem medir a tensão arterial pelo menos uma vez por ano. Caso seja obeso, fumador, diabético ou tiver histórico familiar de hipertensão arterial, esta deve ser medida com uma periodicidade maior, pelo menos 2 vezes por ano.

Já os pacientes que já sabem ser hipertensos, devem medir a tensão arterial pelo menos 1 vez por semana para ter a certeza que a hipertensão está a ser devidamente controlada. Poderá fazê-lo em casa com aparelhos próprios ou na sua farmácia.

SINTOMAS DE HIPERTENSÃO NA GRAVIDEZ


hipertensao na gravidez

A hipertensão não deve ser descurada em momento algum. No entanto no período de gravidez, os cuidados devem ser redobrados. Os sintomas da tensão arterial alta na gravidez, além dos indicados anteriormente, também podem incluir inchaço exagerado das pernas e pés, assim como dor abdominal intensa.

Nos casos de suspeita de hipertensão na gravidez, é importante consultar o obstetra imediatamente para despistar o problema ou iniciar o tratamento adequado, evitando o surgimento de complicações, como eclâmpsia, que podem colocar em risco a vida da grávida e do bebé.

A pressão alta na gravidez pode aumentar a probabilidade de ter um parto prematuro, pois a hipertensão causa um envelhecimento precoce da placenta impossibilitando a passagem normal de nutrientes para o bebé.

O controlo da hipertensão é feito com repouso, uma dieta equilibrada, atividade física e, se necessário, medicação apropriada, sempre prescrita e acompanhada pelo médico assistente, para segurança da grávida.

Cuide da sua saúde. Consiga aqui consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médica gratuitas!

Veja também:

Cátia Rocha Cátia Rocha

Cátia Rocha é farmacêutica. Como apaixonada pela profissão, acredita na importância da educação para a saúde e num papel interventivo dos profissionais de modo a transmitir conhecimentos que considera importantes e fundamentais para o bem-estar da população. É Mestre em Ciências Farmacêuticas pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte e exerce atualmente o cargo de farmacêutica na Farmácia Agra.