Cardo mariano: uma planta cheia de benefícios

O cardo mariano é uma planta medicinal que tem muito a oferecer. Neste artigo, iremos conhecê-lo melhor, entendendo quais são seus benefícios e os seus efeitos colaterais

Cardo mariano: uma planta cheia de benefícios
Saiba tudo sobre esta planta.

O cardo mariano, de nome científico Silybum marianum, é uma planta medicinal também conhecida como cardo-santo ou cardo-leiteiro.

A principal vantagem da utilização de plantas para fins medicinais, centra-se essencialmente na sua composição natural.

A sua lista de propriedades é longa, assim como a sua utilização na alimentação. Por sua vez, os seus efeitos colaterais são reduzidos.

Mas continue connosco e saiba mais sobre este assunto.

Cardo mariano: utilizações


cardo mariano

As folhas e as flores do cardo são comidas como um vegetal para saladas, já as sementes são torradas para uso como um substituto do café.

Troque uma caipirinha por uma ida ao ginásio
Treine no Solinca por apenas 3,99€ por semana e volte a ficar em forma. Aproveite já!

O cardo mariano é frequentemente utilizado para o tratamento natural de problemas do fígado, incluindo danos causados ​​por produtos químicos, álcool e quimioterapia.

Essa utilização deve-se à presença de silimarina no cardo mariano, um conhecido anti-inflamatório e antioxidante. Ajuda a proteger e reparar as células do fígado.

Algumas pessoas tomam esta erva para tentar controlar a diabetes, problemas nos rins causados ​​por diabetes, ressaca, doenças do baço, cancro de próstata, inflamação nos pulmões e no peito, depressão, queixas uterinas, aumento do fluxo de leite materno e sintomas de alergia.

Benefícios do cardo mariano


1. Fígado

figado e cardo mariano

Algumas pesquisas sugerem que o cardo mariano pode ajudar as pessoas com problemas hepáticos derivados do consumo de álcool, no entanto, outros estudos mostram que a função hepática não apresenta melhoras após o consumo desta planta.

Alguns estudos também mostram que o cardo pode ser benéfico para as pessoas cujo fígado se encontra danificado por toxinas industriais.

2. Diabetes

diabetes e cardo mariano

 Algumas pesquisas realizadas sugerem que o cardo mariano, combinado com o tratamento tradicional, pode melhorar o estado da diabetes, isto porque têm mostrado uma diminuição nos níveis de açúcar no sangue e uma melhora no colesterol em pessoas com diabetes tipo 2.

A resistência à insulina, uma característica chave da diabetes tipo 2, também apresentou melhorias após a ingestão de cardo mariano.

De qualquer das formas, a diabetes é uma condição séria e por isso é bom que fale com o seu médico antes de tomar qualquer suplemento, pois podem interferir com a medicação.

 3. Coração

coracao e cardo mariano

Ao reduzir os níveis de colesterol LDL, conhecido como o”mau colesterol”, o cardo mariano pode ajudar a diminuir a probabilidade de desenvolver doença cardíaca. No entanto, estudos sobre possíveis benefícios cardíacos só foram feitos em pessoas com diabetes.

Pessoas com diabetes muitas vezes têm colesterol elevado. Não é claro se o cardo pode ter os mesmos efeitos em outras pessoas.

Como pode ser consumido o cardo mariano?


consumo de cardo mariano

O cardo mariano é usualmente consumido por via oral em forma de suplementos ou em forma de chá. Por vezes, é inserido em misturas com outras ervas.

Para preparar o chá basta:

  1. Colocar quatro colheres de sopa da planta num recipiente que resista a calor.
  2. Verter água a ferver sobre a planta, mantendo o recipiente fechado, durante 5 a 10 minutos. 

Efeitos colaterais


gravidas e cardo mariano

Geralmente, o cardo causa poucos efeitos colaterais graves.

Quando consumido em doses excessivas, o chá desta planta pode causar queimaduras nas mucosas das vias digestivas, diarreia e vómitos.

As mulheres que estão a amamentar ou grávidas devem evitar o consumo desta planta.

O cardo pode imitar os efeitos do estrogénio, e sendo assim algumas mulheres devem evitar esta erva. Isso inclui mulheres que têm tumores fibróides ou endometriose. Além disso, as mulheres com cancro de mama, útero e ovário não devem tomar.

Esta planta encontra-se igualmente contra-indicado em crianças, indivíduos hipertensos, doentes que sofrem de patologia renal, úlceras ou gastrites, sob pena de piorarem os já existentes problemas

Informe sempre o seu médico de qualquer suplemento que esteja a tomar.

Esta planta pode interagir com certos medicamentos e por esse motivo convém que esteja informado para não sofrer consequências mais graves.

Troque uma saída à noite por uma ida ao ginásio. Inscreva-se já no Solinca por apenas 3,99€ por semana!

Veja também:

Ler mais