Proteína Isolada: Sabe o que é?

Proteína Isolada: Sabe o que é?

Conheça mais sobre este tipo de proteína.

Se não sabe o que é a proteína isolada, para que serve e o que a diferencia dos outros tipos de proteína venha descobrir connosco!

Seja em supermercados, ginásios ou estabelecimentos de produtos naturais, existe uma disponibilidade de suplementos proteicos cada vez maior.

E quando se fala nestes suplementos, é inevitável não pensar no mais conhecido e utilizado de todos – a proteína whey.

Mas existe outro tipo de proteína, designada por proteína isolada que não é tão conhecida pela sua designação em si mas que no fundo está diretamente ligada á proteína anteriormente falada. 

Saiba connosco como.

Como é obtida a proteína isolada?


como e obtida a proteina isolada
Obtida através de um subproduto que resulta da transformação do leite em queijo (o soro), a proteína whey, também designada de proteína de soro do leite, é um dos suplementos que contém todos os aminoácidos essenciais e que também tem uma boa digestibilidade.

Tudo para manter a forma
Tenha acesso às melhores dicas de nutrição! Receba já conteúdo exclusivo!
É durante a sua produção, mais precisamente através de um processo de filtragem, que surge a proteína isolada, um dos diferentes tipos de whey, mas não só.

Também a proteína concentrada resulta deste processo e diferencia-se, essencialmente, pelo teor proteico.
 

1. Proteína Isolada 

  • É a proteína whey que sofre um maior processo de filtragem e por isso é mais cara. 
  • Sem hidratos de carbono e gordura (ou em quantidades vestigiais) é constituída por 90% ou mais de proteína.
 


2. Proteína Concentrada

  • É a proteína whey mais comum e económica, por passar por menos processos de filtragem.
  • Com a presença de hidratos de carbono (lactose) e gordura, apresenta um teor proteico inferior a 90%.
 


3. Proteína Hidrolisada

  • É considerada o “Ferrari” no que diz respeito à proteína whey e, entre as três, é a mais dispendiosa.
  • Com a presença de proteínas em moléculas mais pequenas, devido ao processo de hidrólise, este tipo de proteína proporciona, ao contrário das anteriores, uma processo de absorção mais fácil e rápido.
 

Proteína Isolada - Vantagens


1. Maior concentração Proteica

Uma das maiores diferenças entre a proteína isolada e os outros tipos de proteína whey prende-se com a sua maior concentração de proteínas de elevado valor biológico.

Constituída por mais de 90% de proteína, esta é considerada a forma mais pura dos três tipos de whey que existe.
 
 


2. Menor concentração de hidratos de carbono e gordura

Quando comparado com a proteína concentrada, este tipo de proteína, por passar por um processo de filtragem superior, apresenta um teor de hidratos de carbono, gordura e colesterol mínimo, podendo em alguns casos chegar mesmo aos 0%. 
 
 


3. Ausência de Lactose

Para quem digere mal a lactose ou é intolerante (pois não possuí a enzima responsável pela quebra deste hidrato de carbono – a lactase), o uso da proteína isolada pode constituir uma vantagem dado o seu conteúdo bastante baixo ou mesmo nulo de lactose.
 

Proteína Isolada - Desvantagens


Para quem é saudável e não apresenta nenhum tipo de patologia, a desvantagem deste tipo de proteína prende-se essencialmente, com o preço.



Proteína Isolada - Para que serve?


aumento da massa muscular
Quem pratica exercício físico de forma regular e estruturada com o objetivo de otimizar a sua performance desportiva, sabe que a proteína desempenha um papel importante quer na recuperação do treino como no aumento de massa muscular.

Para quem pratica exercício físico regular com o objetivo de perder massa gorda e secar, a proteína isolada pode ser uma boa solução, visto que é uma forma simples e fácil de ingerir proteína por si só, sem que haja um aporte glicémico ou de gordura.
 


Proteína Isolada – Sempre a escolha ideal?  


Na escolha entre os diferentes tipos de proteína, é necessário ter em consideração alguns fatores como: preço, tipo e objetivo de treino.

Até porque, cada um dos tipos de proteína apresenta os seus pontos fortes e, de maneira global, a proteína whey, nomeadamente a isolada, apresenta excelentes propriedades.

Contudo, se não sofre qualquer intolerância e prefere não incluir produtos lácteos na sua alimentação, saiba que existem outras opções. A proteína da clara do ovo (albumina), o isolado de carne, de soja e a creatina, são alguns dos exemplos que pode sempre utilizar.


Dica: Se predente conhecer qual será o suplemento proteico mais adaptado às suas necessidades, aconselhe-se com um o seu nutricionista ou profissional da área.

Saiba as melhores dicas para ficar em forma !

 

Veja também: