Hemorroida graus: tudo sobre cada um

Hemorroida graus: tudo sobre cada um

Tudo o que precisa de saber está aqui.

A hemorroida tem vários graus e cada um tem sintomas e cuidados a ter. Explicamos tudo o que é importante para que saiba o que fazer.

A hemorroida consiste no aumento do número e no tamanho das veias hemorroidárias.

Essa situação pode acontecer apenas no interior do ânus (hemorroidas internas), ou pode ocorrer fora do canal anal (hemorroidas externas).

No caso das internas, deverão ainda ser classificadas quanto aos graus (um, dois, três ou quatro) de forma a que seja posteriormente escolhido o tratamento mais adequado a cada um deles.

Cada grau tem as suas especificidades, assim como sintomas e também curas diferentes.

Proteja a sua saúde!
Receba conteúdos exclusivos e habilite-se a um check-up completo. Registe-se já!
É por isso que aqui lhe explicamos tudo sobre os graus de hemorroidas, assim como o que deverá ser feito em cada uma das situações.


HEMORROIDAS EXTERNAS


As hemorroidas externas são as que surgem fora do canal anal, ou seja, surgem do plexo hemorroidário inferior.

Normalmente estão associadas a dor e a prurido anal (comichão), sendo causadas pela ulceração ou pela trombose (formação de um coágulo dentro das veias).

São identificáveis apenas a olho nu, uma vez que se manifestam externamente, e devem ser tratadas consoante o tamanho que já tenham atingido.

Contudo aqui não será possível recorrer apenas a pomadas, devendo ser necessário recorrer a tratamentos clínicos.
 

HEMORROIDAS INTERNAS


hemorroidas internas



1. HEMORROIDA GRAU UM

Neste tipo de hemorroidas há um aumento do número e do tamanho das veias hemorroidárias. Contudo não há prolapso através do ânus, ou seja, mantém-se apenas interior sem manifestações externas.

As hemorroidas grau um não são visíveis e, como o reto e o canal anal possuem poucos nervos, não costumam sequer causar dor.

Apesar disso podem manifestar-se através de sangramento no momento da evacuação.

Para se diagnosticar, uma inspeção da área não chega, uma vez que não são visíveis exteriormente.

Assim tem de se recorrer ao toque retal, que consiste em avaliar a musculatura do ânus e também as lesões do canal anal. Pode ainda ser necessário recorrer a uma anuscopia, que consiste na introdução de um aparelho no ânus para a observação do canal anal, sendo realizada de forma rápida e indolor.

Para encontrar a cura, deverá fazer alterações alimentares que incluam o aumento da ingestão de água e de fibras, assim como o complemento com cremes e pomadas.

Saber mais sobre Hemorroida Grau Um aqui.
 
 


2. HEMORROIDA: GRAU DOIS

Neste grau o que acontece é, os mamilos hemorroidários apresentarem-se fora do canal anal durante o momento da evacuação, mas retornam espontaneamente para dentro do canal anal. Ou seja, diferem do grau um porque nessas nunca há um prolapso, e diferem dos graus três e quatro porque o prolapso aqui é apenas momentâneo enquanto nos outros é constante.

Tal como a hemorroida grau um, este tipo de hemorroida não costuma causar dor, mas pode ser identificada através de sintomas como sangramento ou desconforto.

Uma vez que só são visíveis durante a evacuação, na hemorroida grau dois também não basta analisar a zona para tirar conclusões. Será necessário recorrer ao toque retal ou ainda à anuscopia.

Saber mais sobre Hemorroida Grau Dois aqui.
 
 


3. HEMORROIDA: GRAU TRÊS

Neste tipo de hemorroida, ocorre o prolapso hemorroidário, ou seja, saem através do ânus.

Ao contrário do que acontece na hemorroida grau dois, nesta situação não retornam espontaneamente e portanto é necessária ajuda manual para que isso aconteça.

Diferem portanto do grau um, onde nunca ocorre o prolapso, e do grau dois porque ocorre um prolapso mas que retorna ao interior espontaneamente sem ser necessária ajuda.

Estas hemorroidas são facilmente identificadas porque são fáceis de ver a olho nu, ou seja, basta fazer uma inspeção da área e a situação é imediatamente identificada. Não é portanto necessário (regra geral), recorrer ao toque retal ou à anuscopia.

Além disso, os sintomas serão mais intensos, e portanto a identificação do problema será mais fácil.

Saber mais sobre Hemorroida Grau Três aqui.
 
 


4. HEMORROIDA: GRAU QUATRO

Neste grau o que acontece é o aparecimento de um prolapso hemorroidário através do ânus, permanente e irredutível que causa um desconforto maior ao paciente. Não regressa de forma espontânea nem com ajuda manual, sendo por isso necessário recorrer a cirurgia.

É portanto bastante diferente do grau um, uma vez que neste não há prolapso, do grau dois, onde o prolapso regressa de forma espontânea, e do grau três, onde o prolapso consegue regressar com ajuda manual.

Uma vez que é visível imediatamente, a hemorroida grau quatro não precisa de grandes exames além da inspeção da zona para ser identificada.

Exames como a anuscopia ou o toque retal podem portanto, à partida, ser evitados. Até porque seriam dolorosos num casos destes.

O tratamento já não será tão simples, uma vez que a cirurgia será sempre a opção.

Saber mais sobre Hemorroida Grau Quatro aqui.

Se a saúde é uma prioridade para si, clique aqui.

 

Veja também: