Hemorroida graus: tudo sobre cada um

As hemorroidas podem ser divididas em 4 graus, cada um deles é caracterizado por diferentes graus de desconforto e dor.

Hemorroida graus: tudo sobre cada um
As hemorroidas podem ser internas ou externas conforme se localizam dentro ou fora do ânus e são diferenciadas em 4 graus distintos.

As hemorroidas são um problema de facto incomodativo e sobre o qual a maior parte das pessoas sente embaraço ao partilhar. No entanto, não deve ocultar dos profissionais de saúde, pois estão preparados para ajudar, além de que esta é uma doença bastante comum e da qual não se deve envergonhar. É incomodativo e doloroso e poderá eventualmente causar sérias complicações quando não tratado.

Fique a conhecer os diferentes graus de hemorroidas.

O QUE SÃO HEMORROIDAS?


As hemorroidas são vasos sanguíneos de dimensões aumentadas, salientes, situados na parte distal do reto e ânus. Existem dois tipos de hemorroidas, internas e externas, de acordo com a sua localização:

Hemorroidas internas

Desenvolvem-se dentro do ânus, onde habitualmente permanecem, pelo que nas fases iniciais o doente não as vê nem sente. São caracterizadas por perdas de sangue vivo e/ou exteriorização (prolapso) durante a defecação, este último numa fase já mais avançada.

Hemorroidas externas

Aparecem à volta do orifício anal, sendo revestidas por pele muito sensível. A ocorrência de um coágulo sanguíneo no seu interior (trombo) irá provocar um «inchaço» local muito doloroso.

Os sintomas mais comuns desta condição incluem os seguintes:

  • Sangramento;
  • Dor na região anal;
  • Prurido (comichão);
  • Trombose (caracterizada pela formação de coágulos nos vasos hemorroidários).

 

QUAIS AS CARACTERÍSTICAS DE CADA UM DOS GRAUS DE HEMORROIDAS?


hemorroidas graus

As hemorroidas internas podem ser caracterizadas e tratadas segundo 4 graus distintos:

Hemorroidas de Grau 1

Caracteriza-se por hemorroidas internas que ainda estão acima da cavidade anal e que não prolapsam, ou seja, não se exteriorizam através do ânus.

Nesta fase, a dor ainda não é evidente, mas em alguns casos, pode observar-se um leve desconforto e prurido (comichão). Apresenta sintomas de menor intensidade, sendo a fase ideal para se iniciar um tratamento menos invasivo.

Saber mais sobre Hemorroida Grau um aqui.

Hemorroidas de Grau 2

Este grau marca o ponto de partida do prolapso. Nesta fase, os tecidos hemorroidais começam a enfraquecer. Assim, prolapsam através do ânus e a sua redução, ou seja, o retorno à sua posição original, é espontânea.

Já poderá ser visível sangue vermelho vivo, indolor, que pinga na sanita ou suja o papel, no final do esforço defecatório.

Saber mais sobre Hemorroida Grau dois aqui.

Hemorroidas de Grau 3

Este grau é caracterizado por prolapsos que não são reversíveis espontaneamente, ou seja, é necessária ajuda manual para retornarem. Tal significa que a hemorroida prolapsada terá que ser empurrada de volta para dentro, ao contrário do que se sucede no grau 2.

Este grau de hemorroidas pode provocar bastante dor e desconforto, podendo sangrar. Assim, os sintomas serão mais intensos e assim a identificação do problema será também mais fácil.

Saber mais sobre Hemorroida Grau três aqui.

Hemorroidas de Grau 4

Aparecimento de um prolapso hemorroidário através do ânus permanente e irredutível que causa um desconforto maior ao paciente. Estes são tremendamente dolorosos, propensos a sangramento e infeção.

Neste grau, normalmente é necessário recorrer ao tratamento cirúrgico para remoção.

Saber mais sobre Hemorroida Grau quatro aqui.

QUAL A MELHOR FORMA DE INICIAR O TRATAMENTO?


tratamento hemorroidas

O tratamento medicamentoso padrão para o tratamento das hemorroidas tem como objetivo reduzir o esforço durante a defecação e aliviar sintomas como o prurido e dor ao defecar.

É importante realçar que em graus mais avançados da doença, este tratamento poderá não ser suficiente, portanto é de extrema importância estar atento aos sinais e sintomas.

  • Pomadas ou supositórios anti hemorroidários: têm como objetivo provocar analgesia do local. São aplicados por via intrarretal com uma cânula geralmente fornecida na embalagem;
  • Medicação oral anti-inflamatória e analgésica;
  • Flavonoides: auxiliam significativamente na melhoria sintomática da patologia hemorroidária. Têm ação sobre o sistema vascular aumentando o tónus venoso.
  • Laxante osmótico ou expansor do volume fecal: aumentam o volume fecal, tornando também as fezes um pouco mais húmidas e moles, diminuindo o esforço ao defecar.

Cuide da sua saúde. Consiga aqui consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médica gratuitas!

Veja também:

Ler mais
Cátia Rocha Cátia Rocha

Cátia Rocha é farmacêutica. Como apaixonada pela profissão, acredita na importância da educação para a saúde e num papel interventivo dos profissionais de modo a transmitir conhecimentos que considera importantes e fundamentais para o bem-estar da população. É Mestre em Ciências Farmacêuticas pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte e exerce atualmente o cargo de farmacêutica na Farmácia Agra.