Dieta anti-aging: A fonte da eterna juventude!

Descubra como se manter eternamente jovem com uma dieta anti-aging. O seu corpo agradece!

Dieta anti-aging: A fonte da eterna juventude!
Rejuvenesça através da alimentação com a dieta anti-aging

Já diziam os antigos: “Envelhecer é uma chatice, mas é a única forma de nos mantermos vivos”.

Efetivamente, é esta a verdade. O tempo passa para todos e há cada vez mais pessoas a preocuparem-se com os efeitos do envelhecimento: rugas, flacidez, cansaço, entre outros.

Contudo, podemos tentar atrasar estes efeitos através da alimentação, com uma dieta anti-aging.

Uma dieta anti-aging começa com uma boa alimentação equilibrada. O seu corpo funciona como o motor de um carro: se lhe fornecer bom combustível, ele dura muitos mais anos. Ora, tendo em conta que o combustível do nosso organismo são os alimentos, estes devem ser da melhor qualidade possível.

Numa dieta anti aging, vai comer bem, mantendo os sinais do envelhecimento e o peso sob controlo.

Para além de tirar-lhe algum peso de cima, esta dieta vai ajudá-la a ativar o seu organismo para que funcione quase como se tivesse 20 anos.


O que é uma dieta anti-aging?


A dieta anti-aging surgiu como forma de ajudar as pessoas preocupadas em atenuar as alterações físicas e mentais do envelhecimento.

Vários estudos demonstraram que há uma série de alimentos que devem ser consumidos regularmente, pois melhoram a saúde da pele e combatem o envelhecimento precoce do corpo.

Através do consumo de determinados alimentos e da diminuição da energia ingerida diariamente, conseguimos retardar o envelhecimento e evitar o surgimento de problemas de saúde, como a perda de memória, problemas no coração, cancro, osteoporose, entre outros.


Para que serve uma dieta anti-aging?


Envelhecer é um processo natural e inevitável causado por fatores ambientais como irradiação solar, fumo, stress, álcool e má alimentação.

A dieta anti-aging serve para combater os radicais livres, evitando assim o envelhecimento, a flacidez e o aparecimento de rugas.

Estudos comprovaram que alguns nutrientes conseguem melhorar a elasticidade, hidratação e firmeza da pele, reduzindo o surgimento de rugas e manchas, levando a que mantenha um aspeto mais jovem. 

Esta dieta pode ser adotada por qualquer pessoa que queira retardar o envelhecimento, contudo, deve sempre contactar o seu médico ou um nutricionista antes de seguir adotar uma nova dieta, principalmente se tiver algum problema de saúde.

O objetivo não é apenas tratar as consequências da velhice, mas, sobretudo, evitá-las.


10 Alimentos a inserir numa dieta anti-aging


1. Salmão

salmao
Rico em ómega-3, o consumo de salmão é aconselhável pelo menos duas vezes por semana.

O salmão é um tipo de peixe, com um alto conteúdo em ácidos gordos essenciais, como o ómega-3. É um alimento com capacidade de diminuir a inflamação do corpo, ação com muitos benefícios para a saúde.

Os ómega-3 e ómega-6 têm efeitos protetores a nível cardiovascular, promovem a cicatrização, ajudam a estabilizar a tensão arterial, diminuem o colesterol e o risco de cancro colon-retal, da próstata e mamário.

Os principais compostos do salmão que ajudam a retardar a componente estética do envelhecimento são o ómega-3 e a vitamina D.

Além de hidratar e manter a pele livre de machas, o consumo regular de salmão ainda ajuda também a aumentar a elasticidade da pele.

 


2. Nozes

nozes
As nozes, ricas em ómega-6, podem ser ingeridas diariamente, como snack ou acrescentadas nas saladas, numa porção de 3 a 4 unidades diárias.

Ricas em vitamina B, as nozes promovem o funcionamento do coração e do cérebro, além de aumentarem a resistência da pele. Embora as nozes tenham alto teor calórico, elas também são ricas em potássio, magnésio, ferro, zinco, cobre e selénio.
 
 


3. Azeite

azeite
Aproximadamente 75% do azeite é composto por ácido oleico, um tipo de gordura monoinsaturada, responsável pela destruição do colesterol LDL, conhecido como o colesterol mau.

Adicionalmente, o azeite contém níveis elevados de polifenóis, como o hidroxitirosol, composto com um grande poder antioxidante.

O azeite deve ser ingerido em cru, sendo que a variedade “virgem extra” é a mais aconselhada. Contudo, o azeite não deixa de ser uma gordura, logo deve ser consumido com moderação.
 
 


4. Produtos hortícolas

produtos horticolas
Os produtos hortícolas são, como sabe, alimentos ricos em vitaminas, minerais e compostos antioxidantes. Deste modo, estes alimentos devem ser ingeridos em abundância.

Entre os vegetais crucíferos, destacam-se a couve, o repolho, a couve-flor, os brócolos, o nabo, os rabanetes e os agriões. Quando presentes na sua dieta, estes vegetais promovem a eliminação das toxinas e têm um efeito protetor no que diz respeito à prevenção do cancro.

Prefira sempre consumi-los crus ou levemente cozinhados para que suas enzimas não percam a atividade.

Procure variar sempre as formas de preparação e consumo destes alimentos, utilizando-os no prato e na sopa.

Por exemplo, uma sopa de brócolos, espinafres e espargos é rica em nutrientes e antioxidantes, como a vitamina C, o cálcio e o magnésio, e contém uma grande quantidade de água, que promove a hidratação do corpo e por sua vez, manutenção de uma pele jovem.
 
 


5. Morangos e frutos vermelhos

frutos vermelhos
Frutos com um grande poder antioxidante e um baixo teor de hidratos de carbono, os morangos e frutos vermelhos são alimentos essenciais para se sentir mais jovem e cheio de vitalidade.

Adicionalmente, estes frutos são ricos em vitaminas e minerais que irão ajudá-lo a prevenir o aparecimento de várias doenças.

Os fitoquímicos presentes nos morangos e frutos vermelhos, conhecidos como flavonoides, são poderosos agentes antioxidantes, protegem contra a ação dos radicais livres e retardam o envelhecimento.
 
 


6. Ervas aromáticas e especiarias

ervas aromaticas
A curcuma é uma especiaria que reduz a inflamação e tem um efeito neuroprotetor, o molho de tabasco sofre um processo de preparação que conserva as propriedades dos seus antioxidantes e a canela já foi alvo de estudos que comprovaram a sua eficácia em reduzir o colesterol, a dores de artrites e a sensação de fadiga e a melhorar a função cognitiva e memória.

Estes são apenas alguns exemplos, sendo que deve sempre privilegiar a utilização de ervas aromáticas e especiarias em substituição do sal e açúcares.

 


7. Chá verde

cha verde
Apesar de ser uma bebida e não um alimento, o chá verde é essencial para quem procura uma bebida que promova o rejuvenescimento.

Este chá é rico em catequinas, antioxidantes que estimulam o metabolismo, impedem o envelhecimento e contribuem para impedir a absorção de gorduras prejudiciais, reduzindo-a em 30%, e contém o aminoácido teonina que promove uma sensação de bem-estar e felicidade.
 
 


8. Sementes

sementes
Incluindo sementes na sua dieta, irá melhorar o funcionamento dos sistemas digestivo e imunitário, que torna a pele mais bonita e ainda ajuda a prevenir o aparecimento do cancro.

Varie no tipo de sementes que ingere e procure informar-se de como deve utilizar e preparar cada tipo. Algumas das sementes mais utilizadas são as de chia, linhaça e abóbora. Uma forma deliciosa de as ingerir é adicionando-as ao iogurte.
 
 


9. Lentilhas

lentilhas
Para manter sua pele bonita e firme é importante consumir proteínas e fibras. As lentilhas contém não só estes componentes, como também é um alimento com baixo teor energético, o que faz com que seja uma interessante alternativa à carne, peixe ou ovos.

Além de deixar a sua pele mais bonita, o consumo regular de lentilhas também auxilia na diminuição do colesterol e na perda de peso, visto que são bastante saciantes.
 
 


10. Romã

roma
As romãs são tão aconselhadas para tratamentos de beleza que até já foram parar aos cremes para o rosto.

A romã é uma excelente arma contra os danos causados pelos radicais livres, além de ser rica em antioxidantes, vitamina C e inúmeras outras vitaminas e minerais essenciais para a manutenção de um corpo saudável e uma pele bonita.

Para além disso, a romã também ajuda na prevenção de cancro e na diminuição do colesterol.
 

Alimentos a evitar


carnes vermelhas
Infelizmente, não basta apenas adicionar alimentos protetores para conseguir seguir uma dieta anti aging na perfeição.

Se procura ter um aspeto jovem e uma saúde exemplar durante o maior número de anos possível, evite estes alimentos e hábitos:
 
  • Doces;
  • Álcool;
  • Bolos;
  • Refrigerantes;
  • Gorduras de origem animal;
  • Refeições pré-feitas;
  • Carnes vermelhas;
  • Enchidos;
  • Sal;
  • Tabaco;
  • Ambientes poluídos;
  • Excesso de exposição ao sol;
  • Sedentarismo.
 

Outras dicas


  • Procure cozinhar os alimentos de forma saudável: prefira grelhar, cozer ou assar no forno, utilizando pouca gordura e especiarias para realçar o sabor. Evite utilizar caldos comprados;
  • Beber entre 1,5 e 2 L de água por dia, à refeição ou fora delas;
  • Fazer as refeições num ambiente relaxado, com calma e sem distrações; 
  • Fazer pequenas refeições, várias vezes ao dia, evitando passar mais de 3h sem comer; 
  • Mastigar bem os alimentos; 
  • Deixar os excessos alimentares apenas para épocas festivas e compensar os exageros nos dias seguintes; 
  • Praticar exercício físico sempre que possível e como parte da sua rotina. 


 

Veja também: