Dermatite seborreica: sintomas e tratamentos

Conheça as possíveis causas, os sintomas e o tratamento para a dermatite seborreica. É mais provável em recém-nascidos e adultos dos 30 aos 60 anos de vida.

Dermatite seborreica: sintomas e tratamentos
Muitas vezes é confundida com psoríase, eczema ou mesmo uma reação alérgica.

Conhecida como seborreia ou dermatite seborreica, esta doença de pele é bastante vulgar e tem semelhanças com psoríase, eczema e mesmo com algumas reações alérgicas. Pode aparecer em qualquer parte do corpo, mesmo no couro cabeludo.

Quando se manifesta tem o aspeto de uma ou várias manchas avermelhadas, com escamas e acompanhadas de muita comichão.

Causas da dermatite seborreica


 

dermatite seborreica e stress

Não se sabe ao certo o que causa a dermatite seborreica, mas tudo indica que é uma combinação de coisas tais como:

  • Stress;
  • Genética;
  • Algumas condições médicas e medicamentos;
  • Tempo frio e seco.

A dermatite seborreica não surge devido a alergias ou falta de higiene.

Os recém-nascidos e adultos entre os 30 e 60 anos de idade têm mais probabilidade de desenvolver dermatite seborreica, sendo mais comum em homens do que mulheres e em pessoas com a pele mais oleosa.

Existem alguns fatores que contribuem para o risco de desenvolver a doença:

  • Acne;
  • SIDA;
  • Alcoolismo;
  • Depressão;
  • Distúrbios alimentares;
  • Epilepsia;
  • Recuperações pós ataque cardíaco ou enfarte;
  • Parkinson;
  • Psoríase;
  • Rosácea.

 

Sintomas da dermatite seborreica


crosta castanha escura no couro cabeludo

Bebés com 3 meses ou menos desenvolvem na maioria dos casos uma crosta castanha escura no couro cabeludo. Habitualmente desaparece durante o primeiro ano de vida, embora possa voltar a surgir ao chegar à puberdade.

Também pode desenvolver dermatite seborreica na cara, especialmente à volta do nariz, nas pálpebras ou atrás das orelhas. Pode ainda aparecer noutra parte do corpo, como por exemplo:

  • Na zona central do peito;
  • À volta do umbigo;
  • Nas nádegas;
  • Nas dobras de pele dos joelhos ou cotovelos;
  • Nas virilhas;
  • Por baixo do peito.

Nos bebés, a dermatite seborreica pode ser confundida com assaduras da pele. As escamas que são libertadas pode ser brancas ou amareladas e parecerem húmidas ou oleosas.

Devido à semelhança com outros distúrbios de pele, é aconselhado que consulte o seu médico de forma a ele poder avaliar e escolher o tratamento adequado. O dermatologista irá perguntar o seu histórico médico e ver o aspeto da sua pele. Poderão ser necessários outros exames de forma a excluir outras doenças.

Tratamento da dermatite seborreica


champo de tratamento

Por vezes a dermatite seborreica acaba por desaparecer sem intervenção. Na maioria dos casos é algo que dura a vida inteira, e que por vezes aparece e volta a desaparecer entretanto (tal como, por exemplo, o herpes).

Pode manifestar-se durante anos sem interrupção, mas habitualmente é possível controlar com um bom tratamento de pele.

Os adultos com dermatite seborreica no couro cabeludo podem usar champô adequado sem necessidade de receita médica, pelo que deverá conter um destes ingredientes:

  • Alcatrão de carvão;
  • Cetoconazol;
  • Ácido salicílico;
  • Sulfato de selénio;
  • Piritionato de zinco.

Para os bebés com a crosta castanha, conhecida como crosta láctea, lavar diariamente com água morna e champô suave, adequado a bebés. Se não se sentirem melhorias, fale com o pediatra sobre champôs médicos antes de experimentar algum. Os champôs anti-caspa podem irritar o couro cabeludo do bebé.

Para amolecer as crostas passe primeiro óleo de amêndoas doces e passe, por exemplo, uma escova de cabelo para bebé para tentar soltar algumas crostas. Na cara e corpo mantenha as zonas afetadas sempre limpas, lavando com água e sabão diariamente.

Já que a luz solar ajuda a travar o desenvolvimento de organismos que podem inflamar a pele, é aconselhado passar algum tempo no exterior, já que pode ajudar a travar o desenvolvimento da crosta. Não se esqueça de usar sempre o protetor solar.

Outros tratamento incluem:

  • Produtos antifúngicos;
  • Loções corticóides;
  • Champôs médicos (requerem receita médica);
  • Produtos com enxofre.

Habitualmente, os melhores resultados são obtidos através da utilização de mais do que um tratamento.

Se a dermatite seborreica não melhorar, ou se a área se tornar dolorosa, vermelha ou começar a deitar pus consulte imediatamente o médico.

Veja também:

Ler mais
Isabel Silva Isabel Silva

Isabel Silva é enfermeira por paixão, licenciada pela Escola Superior de Enfermagem do Porto. Sempre quis seguir a área da saúde e acredita que a informação é uma ferramenta essencial para a saúde da população, e que cabe aos profissionais de saúde transmiti-la de forma relevante e fidedigna para que cada indivíduo seja capaz de tomar decisões importantes relativamente à sua saúde e ao seu bem-estar.