Como escolher um seguro de saúde

Como escolher um seguro de saúde

Não perca as nossas dicas!

Está a pensar contratar um seguro de saúde? Chegou ao sítio certo. Aqui pode tirar todas dúvidas para melhor escolher o seu seguro.

Há cada vez mais portugueses a aderir a seguros de saúde mas será que têm toda a informação para fazer a melhor escolha? No mercado a oferta é imensa e as letras pequenas nos contratos dos seguros de saúde nem sempre recebem a atenção que precisam. Muitas vezes, percebem tarde de mais que ou o seguro não cobre tudo aquilo que precisa, ou adquiriu serviços a mais do que seria necessário. Para começar, há seis erros a evitar na hora de escolher um seguro.
 
 
Temos para Si um Aparelho Auditivo Grátis
Esta amostra funcional vai permitir-lhe usufruir de uma melhor audição. Aproveite já esta oferta exclusiva! Peça mais informações!

6 Erros a evitar

 

1. Não se prenda ao preço
 

Um seguro mais barato não quer dizer que fez um bom negocio, tampouco a melhor escolha. Um seguro de saúde deve cobrir as suas necessidades.
 

2. Não ajustar às suas necessidades
 

Os seguros não são todos iguais! Por isso, analise com cuidado o que cada um lhe oferece e só depois tome uma decisão. Tenha em conta o que é fundamental e o que é acessório para a sua família.
 

3. Não confirmar a lista de prestadores
 

Encontrar um médico que nos transmite segurança e bem-estar pode ser uma longa caminhada. Agora que o encontrou, confirme que ele faz parte da lista de prestadores do seguro que vai contratar. Não vai querer começar tudo de novo nem pagar consultas fora da rede.  


4. Pacotes extra
 

Confirme se estes extras que está a associar ao seu seguro de saúde são, de facto, necessários e se está a conseguir o melhor preço por eles. Por exemplo, se quer dar à luz no serviço nacional de saúde, vale a pena estar a pagar por um seguro que inclui parto? 
 

5. Não considerar o período de carência
 

Os seguros de saúde têm um período de carência ao qual deve estar atento. Este período nada mais é do que um tempo de espera até poder usufruir de determinado serviço. Por exemplo, se está a pensar aderir ao seguro porque quer engravidar, saiba que o parto pode implicar um período de carência superior a um ano. 
 

6. Ignorar o plafond
 

É um seguro de saúde mas é também um negócio e um serviço, por isso, não se distraia e tenha atenção ao limite de cada especialidade e tratamento. Confirme que os valores são suficientes para si e para a sua família.
 

Antes de contratar um seguro de saúde, tome nota destas dicas!
 

1. Analise as despesas de saúde da sua família para perceber quais são as suas necessidades. Não contrate nem mais nem menos do que precisa!
 
2. Se encontrou o serviço ideal para si, mas um dos seus médicos não faz parte da rede, informe-se sobre o reembolso no caso de consultas fora da rede.
 
3. Os preços variam mas há algo comum: quanto mais pessoas tiver associadas ao seguro, melhores preços consegue.
 
4. Vai sempre pagar qualquer coisa pelas consultas ou tratamentos além da mensalidade, por isso, esteja bem atento aos valores dessas percentagens.
 
5. Tenha atenção a todas as exceções e exclusões!
 
6. Não há seguros de saúde vitalícios! Os seguros são anuais e as seguradoras podem, a qualquer momento, não renovar o contrato. 
 
7. Faça uma simulação antes de avançar!

 

Veja também: