Alimentos de fácil digestão em caso de diarreia

A diarreia revela a presença de um distúrbio gastrointestinal e, nesse caso, é aconselhável que consuma alimentos de fácil digestão. Saiba quais.

Alimentos de fácil digestão em caso de diarreia
Em caso de diarreia, opte por alimentos de fácil digestão.

A alimentação é um fator determinante no que diz respeito à evolução de um quadro de diarreia. É importante que, entre outros cuidados, consuma alimentos de fácil digestão.

A diarreia é um sintoma de perturbação digestiva, traduzindo-se em fezes moles ou aquosas. Quando o fenómeno ocorre, há uma anormal absorção de água e electrólios, aumentando a excreção dos mesmos podendo provocar carências nutricionais (devido à má absroção) e desidratação. Tem diversas causas:

  • Patologias de etiologia gastrointestinal ou outras que tenham alguma implicação digestiva;
  • Vírus, bactérias ou parasitas;
  • Humor e stress;
  • Síndrome pré-menstrual;
  • Alergias e intolerâncias alimentares;
  • Intoxicação alimentar.

A diarreira pode ser uma situação passageira, no entanto, persistindo ou não, deverá sempre consultar o seu médico para ter, se necessário, tratamento farmacológico.

Alimentos de Fácil Digestão


Ao ingerir alimentos de fácil digestão, a absorção é muito mais eficiente. Assim sendo, a probabilidade de ter diarreia é melhor e favorece o restabelecimento das normais funções do seu intestino.

1. Alimentos com baixo teor de gordura

alimentos com baixo teor em gordura

A gordura atrasa o esvaziamento gástrico, pelo que deverá evitar alimentos gordurosos. Opte por carnes magras como o frango, peru ou coelho.

Calcule o seu IMC
Descubra o seu peso ideal e como atingir o seu objetivo! Calcular já.

Quanto ao peixe, opte por pescada, dourada, linguado, bacalhau, cherne, tamboril, entre outros.

Importante: opte por cozidos e grelhados sem adição de gordura.

2. Hidratos de carbono com baixo teor de fibra

hidratos de carbono com baixo teor em fibra

É importante salientar que, em casos de diarreia, deve evitar o consumo de fibra insolúvel. Neste caso, deve optar por alimentos com fibra solúvel e evitar alimentos fibrosos e integrais.

  • Aveia;
  • Pão branco;
  • Arroz branco bem cozido;
  • Farinhas brancas;
  • Biscoitos simples, com pouca gordura
  • Flocos de milho;
  • Batata cozida sem casca.

3. Frutas e Legumes

frutas e legumes

Tanto frutas como legumes, são alimentos fibrosos e que, ainda que auxiliem o processo digestivo, nem sempre são benéficos numa situação de diarreia.

Deverá evitar vegetais folhosos e fibrosos, tais como: espinafres, agrião, couve-coração, rúcula. Opte por:

  • Banana
  • Puré de pêra e maçã
  • Pêssego
  • Damasco

Importante: coza muito bem os legumes e opte também por confecionar a fruta cozendo ou fazendo purés sempre sem a casca.

4. Iogurte Natural

iogurte natural

O iogurte é um alimento rico em probióticos, bactérias capazes de restabelecer a flora intestinal. Opte pela versão magra e sem lactose para evitar consumir um produto rico em gordura e, ainda que a lastose nem sempre seja um fator que desencadeia a diarreia, pode provocar uma digestão mais lenta.

A presença de bactérias ajuda a digerir o próprio iogurte e contribui para a saúde do seu intestino.

Notas Finais


  • A hidratação é fundamental: beba no mínimo 2 litros de água por dia;
  • Procure o seu médico se a diarreia persistir ou existirem outros sintomas presentes;
  • Faça várias refeições ao dia, com volumes menores, evitando estar mais de 3 horas sem comer;
  • Em caso de intolerância alimentar, procure identificar que alimentos lhe causam transtorno intestinal e evite o seu consumo.

Calcule o seu IMC, descubra o seu peso ideal e a melhor forma de atingir os seus objetivos!

Veja também:

Ler mais
Margarida Beja Margarida Beja

Margarida Beja é Nutricionista (1859NE) e trabalha atualmente no Reino Unido na área da gestão de peso. Anteriormente, trabalhou também no âmbito da nutrição comunitária e nutrição clínica e esteve envolvida em projetos ligados à prevenção da obesidade infantil, coaching e marketing nutricional. É licenciada em Dietética e Nutrição pela Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa.