Romã: os benefícios deste fruto para a sua saúde

Romã: os benefícios deste fruto para a sua saúde

Descubra um pouco mais sobre a este fruto e os benefícios que usualmente lhe são atribuídos.

A romã é um fruto popular à qual são frequentemente atribuídas propriedades benéficas a nível da saúde. Descubra mais sobre esses benefícios e propriedades.

A romã é uma fruta comum no mediterrâneo oriental e no médio oriente onde é consumida como aperitivo, sobremesa ou, em alguns casos, inserida em bebidas alcoólicas. 

Este alimento e as suas sementes carismáticas têm vindo a ser utilizadas com fins medicinais desde há vários séculos.

É publicitado como sendo eficiente contra doenças do foro cardiovascular, hipertensão arterial, inflamação e alguns tipos de cancro, nomeadamente, cancro da próstata.



Romã: informação nutricional


Atente no valor nutricional da romã (por 100 gramas):
Tudo para manter a forma
Tenha acesso às melhores dicas de nutrição! Receba já conteúdo exclusivo!
  • Valor energético 83 kcal
  • Lípidos 1,2 g                     
  • Hidratos de Carbono 19g
  • Açúcar 14g
  • Fibra 4g
  • Proteína 1,7g
Note que a romã é uma ótima fonte de fibra, contendo também vitamina A, C e E, ferro e outro tipo de antioxidantes, nomeadamente, taninas.

Porém, e apesar de ser indiscutível o valor da sua inclusão numa alimentação saudável e equilibrada (benefício transversal a praticamente todos os frutos), será que os benefícios frequentemente associados à romã têm efetivamente como base evidência científica?
 

Romã e a saúde óssea


saude ossea

Um estudo realizado em 2013 encontrou evidência de que a romã fortalece os ossos e ajuda na prevenção da osteoporose. Contudo, este estudo foi realizado em ratos e não em humanos.

Embora a biologia dos ratos e dos humanos sejam surpreendentemente semelhante, o que pode sugerir que esta associação tenha alguma relevância, nunca se pode extrapolar de forma segura os resultados para a população humana.
 

Romã e cancro da próstata


cancro da prostata

Um pequeno estudo realizado em 2006 constatou que uma ingestão diária de aproximadamente 230ml de sumo de romã reduz significativamente a velocidade da evolução do cancro da próstata em homens com reincidência de cancro da próstata.

Este estudo foi levado a cabo de forma correta, contudo ainda são necessários mais para corroborar estes resultados.

Um estudo mais recente realizado em 2013 focou-se num grupo de homens com cancro da próstata que foi submetido a cirurgia com objetivo de remover tecido cancerígeno.

Este grupo tomou cápsulas com extrato de romã antes de uma tendo avaliado se a toma das cápsulas tinha efeito na quantidade de tecido que era necessário remover na cirurgia.

Os resultados obtidos não tiveram significado estatístico, o que pode implicar que qualquer indício de relação entre os dois fatores possa ter sido coincidência.
 

Romã e saúde cardiovascular


saude cardiovascular

Um estudo realizado em 2004 em pacientes com estenose da artéria carótida (artérias “estreitas”) constatou que uma dose diária de 50ml de sumo de romã durante três anos reduz o dano causado pelo colesterol na artéria quase em metade, além de diminuir a acumulação de colesterol.

Porém, estes efeitos não são totalmente compreendidos e o estudo não mencionou o que estes resultados significam para pacientes que sofreram, por exemplo, um AVC.

Outro estudo realizado em 2005 em 45 pacientes com doença coronária encontrou evidência que uma dose diária de 238ml de sumo de romã, administrado durante três meses, resulta numa melhoria da circulação sanguínea para o coração e num risco diminuído de ataque cardíaco.

Contudo, mais uma vez este estudo não discrimina o que estes resultados significam para pacientes que, por exemplo, sofreram ataques cardíacos, sendo de referir que por ter uma amostra tão pequena os resultados encontrados podem ter sido apenas coincidência.


O veredito sobre a romã


A evidência científica acerca da romã e das suas propriedades e benefícios é inconclusiva. A investigação que tem sido levada a cabo mostra que efetivamente pode haver vários benefícios associados ao consumo da romã, mas que ainda estão por demonstrar.
 

Contudo...

... Nunca é demais relembrar que um copo de 150ml de sumo de romã conta para a sua ingestão diária de hortofrutícolas – certifique-se apenas que escolhe as marcas/produtos sem adição de açúcar além do já presente naturalmente na fruta.

Melhor ainda, consuma a romã e as suas sementes em pratos frios, saladas ou mesmo à sobremesa, sozinha ou em saladas de fruta. Porque apesar de ainda haverem benefícios por provar, não há dúvidas que (se consumido corretamente) mal não e que a sua cor rubi traz alegria e cor à sua alimentação!
 
 
Saiba as melhores dicas para ficar em forma !

 

Veja também: