A manteiga de amendoim engorda? Quanto pode comer por dia e benefícios.

A manteiga de amendoim reúne cada vez mais fãs pelo seu valor nutricional, pela versatilidade e pelo sabor. Mas para usufruir de todos os seus benefícios deve cuidar das suas escolhas. Para começar, deve sempre preferir uma manteiga que seja 100% amendoim. Saiba mais sobre o consumo de manteiga de amendoim neste artigo.

A manteiga de amendoim engorda? Quanto pode comer por dia e benefícios.
Um snack delicioso, mas que levanta dúvidas sobre o seu consumo.

A manteiga de amendoim é um alimento interessante do ponto de vista nutricional quando a sua composição se baseia exclusivamente em amendoim.

É um alimento com elevado teor calórico mas que pode fazer parte de qualquer refeição: pequeno-almoço, almoço, lanche, jantar ou ceia, devendo sempre ser consumida dentro da sua dose diária recomendada.

A manteiga de amendoim engorda?


Para perceber se esta manteiga engorda, é importante saber que o ganho de peso só se dá quando as calorias ingeridas diariamente ultrapassam as nossas necessidades energéticas diárias.

Portanto, apesar de ter um valor energético elevado, se a manteiga de amendoim já fizer parte do seu plano alimentar diário e se não consumir uma dose superior à que está definida, o seu consumo não vai fazer engordar.

Sendo assim, torna-se importante ficar a saber qual a dose diária que deve ingerir deste alimento e qual a que deve escolher para tirar partido dos seus benefícios.

Que manteiga de amendoim deve escolher?


manteiga de amendoim escolha

Mais do que a questão do emagrecimento, deverá considerar a importância de escolher uma manteiga com 100% amendoim, evitando sempre opções que contenham outro tipo de ingredientes – óleo de palma, açúcar, sal ou outro tipo de conservantes ou aromas artificiais.

Em alternativa, pode fazer a sua em casa, usando apenas amendoins e um robot de cozinha para criar uma pasta com consistência para barrar. Pode ainda adicionar canela ou chocolate negro, conferindo um sabor diferente e diversificando as suas receitas.

Que quantidade de manteiga de amendoim deve consumir?


manteiga de amendoim quantidade a consumir

Ainda que considerada saudável, o seu elevado teor de gordura faz com que seja muito calórica pelo que deve consumir com moderação.

É errado pensar que poderá consumir à descrição e que por ser saudável não engorda: tudo deve ser ingerido com moderação, não devendo exceder as duas colheres de sopa por dia.

Informação Nutricional da manteiga de amendoim


manteiga de amendoim informacao nutricional

Por cada colher de sopa de 15g, a manteiga de amendoim contém:

  • 98 Kcal
  • 4g de Proteína
  • 8g de Gordura total
  • 1,1g de Hidratos de Carbono
  • 1,7 g de fibra

O amendoim é um alimento nutricionalmente rico que, além de gorduras insaturadas com propriedades protetoras ao nível cardiovascular, contém vitamina E e do complexo B e diversos minerais como o zinco, magnésio, e fósforo.

Como consumir manteiga de amendoim?


pão integral e manteiga de amendoim

Este alimento resulta do processamento de amendoins que são triturados e transformados numa pasta. Pode adicioná-la e conjugá-la com:

 

8 Bons motivos para consumir manteiga de amendoim


manteiga de amendoim beneficios do consumo

Conheça os melhores motivos e benefícios do consumo deste alimento:

  1. Alimento energético ideal no pré e pós treino.
  2. Aumenta o valor de colesterol HDL no sangue.
  3. Atua como protetor cardiovascular, com ação anti-inflamatória.
  4. É versátil e conjuga-se com diversos alimentos.
  5. Pelo seu teor de proteína, tem também uma ação saciante.
  6. Pode fazer em casa e juntar outro fruto seco ou ingrediente a gosto.
  7. Baixo teor em hidratos de carbono.
  8. Rico em vitaminas e minerais.

Bom apetite!

Veja aqui algumas receitas que pode fazer com este ingrediente:

Veja também:

Nutricionista Margarida Beja Nutricionista Margarida Beja

Margarida Beja é Nutricionista (1859NE) e trabalha atualmente no Reino Unido na área da gestão de peso. Anteriormente, trabalhou também no âmbito da nutrição comunitária e nutrição clínica e esteve envolvida em projetos ligados à prevenção da obesidade infantil, coaching e marketing nutricional. É licenciada em Dietética e Nutrição pela Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa.