Lecitina de soja: tudo o que precisa de saber!

Lecitina de soja: tudo o que precisa de saber!

Descubra se deve adicionar a lecitina de soja à sua dieta.

A lecitina de soja é já muito falada devido às suas propriedades nutricionais. Descubra se deve ou não adicioná-la ao seu plano alimentar diário.

Longe vai o tempo em que a gordura era o inimigo nº1 de um estilo de vida saudável.

Hoje, sabe-se que as dietas livres de qualquer tipo de gordura  demonstraram ser um erro, visto que nem todas as gorduras são prejudiciais.

A lecitina de soja é um bom exemplo disso. Retirada do grão, a gordura traz substâncias que promovem a cura e a prevenção de várias patologias.

Verifique aqui alguns dos benefícios, efeitos adversos e contraindicações da lecitina de soja, assim como o seu modo de utilização e onde a comprar.

O que é?


A lecitina de soja é, como o nome sugere, um produto derivado da soja. Esta é obtida do óleo extraído das sementes de soja.

Tudo para manter a forma
Tenha acesso às melhores dicas de nutrição! Receba já conteúdo exclusivo!
As suas propriedades conferem-lhe uma utilização vasta e variada, na indústria farmacêutica e alimentar, como aditivo emulsionante e/ou lubrificante, tanto nas áreas médicas como de suplementação alimentar.

Quimicamente, a lecitina é composta de fosfolípidos, elementos essenciais da estrutura da membrana de todas as células, que atuam ainda como protetores contra os danos oxidativos dos radicais livres.

Entre fosfolípidos existentes na lecitina de soja, destacam-se a fosfatidilcolina, o fosfatidilinositol, o fosfatidiletanolamina e o ácido fosfatídico.

A lecitina é encontrada de forma natural em alimentos de origem animal e vegetal, sendo a gema de ovo, a soja e o gérmen de trigo as principais fontes.

De referir que, além da origem alimentar, a lecitina é também produzida naturalmente pelo nosso organismo, nomeadamente no fígado.

Os seus benefícios estão cientificamente comprovados, tanto na prevenção como no auxílio no tratamento de inúmeras patologias, destacando-se a prevenção de doenças neurodegenerativas e de doenças cardiovasculares, entre outras.
 

Benefícios da Lecitina de soja


saude cardiovascular
Apesar dos benefícios que promove, a quantidade de lecitina de soja consumida através da alimentação é pequena.

Pensando nisso, existem já várias fórmulas em cápsulas, que potencializam todos os benefícios abaixo referidos, de forma simples, prática e segura.
 

1. Saúde cerebral

A lecitina de soja é uma referência na prevenção e tratamento de distúrbios da memória, sendo indicada sobretudo para situações de fadiga e cansaço cerebral.

Um dos principais nutrientes da lecitina de soja, o fosfatidilcolina, quando ingerido, é transformado em colina, substância vital para a saúde do cérebro.

A colina é um nutriente essencial naturalmente presente na membrana celular e na acetilcolina, um neurotransmissor que aumenta a capacidade mental e a memória.

Esta característica torna a lecitina de soja um regenerador natural das células cerebrais, com melhorias evidentes na capacidade de memória, tanto em períodos de stress, como na perda de memória associada ao envelhecimento.

Neste sentido, a lecitina se soja tem sido apontada como promissora na prevenção e tratamento de doenças neurodegenerativas, incluindo a doença de Alzheimer, demência, amnésia entre outras patologias.
 
 


2. Saúde cardiovascular

A saúde cardiovascular é um dos principais benefícios da lecitina de soja. Esta já tem sido utilizada há muito tempo no tratamento de pacientes com colesterol elevado e, atualmente, não só foi comprovado este efeito como também foi acrescentado o seu papel na diminuição dos triglicerídeos.

A lecitina age como emulsionante, ajudando a degradar as gorduras e a evitar a formação de placas lipídicas nas paredes das artérias e das veias, prevenindo assim a aterosclerose.

O responsável por esta ação é o sitosterol ou esterol de soja, um componente da lecitina de soja.

A lecitina de soja também melhora o perfil lipídico do organismo, reduzindo a quantidade do colesterol LDL, o “colesterol mau” e favorecendo o aumento do colesterol HDL, o “colesterol bom”. Esta modificação diminui o risco de enfarte de miocárdio e formação de trombos.
 
 


3. Saúde gastrointestinal

A má digestão de gorduras e o refluxo gastroesofágico são problemas do passado. A lecitina de soja, devido a suas propriedades emulsionantes,  aumenta a digestibilidade das gorduras, visto que auxilia na sua quebra, aliviando assim o trabalho do sistema digestivo.

Este papel importante no favorecimento da digestão e metabolização das gorduras da dieta é devido à presença de colina, inositol e sitosterol, que evitam a acumulação de gordura no fígado, contribuindo, desta forma, para o seu bom funcionamento.

Adicionalmente, esta também contribui para a absorção de vitaminas lipossolúveis, como a vitamina A.
 
 


4. Saúde da pele

Novamente, por ter como consequência a quebra das partículas de gorduras, a lecitina de soja elimina grande parte das impurezas que a nossa pele absorve. Dessa forma, problemas relacionados, por exemplo, com o acne podem ser diminuídos e, até mesmo, evitados.

A lecitina de soja pode ajudar a tratar certas manchas e a aclarar a pele, visto que estas alterações de cor derivam, muitas vezes, da acumulação de depósitos de gorduras que a lecitina ajuda a destruir, dissolver e eliminar do corpo.

É também útil para o tratamento de doenças da pele como psoríase, pele seca, eczema e seborreia.
 
 


5. Sistema imunitário

A lecitina de soja contribui para o reforço natural da imunidade, aumentando o fornecimento de gamaglobulina, uma substância natural produzida pelos linfócitos B, que integram a imunidade mediada por anticorpos.
 
 


6. Saúde feminina

A lecitina de soja tem um efeito positivo nos distúrbios associados ao aparelho reprodutor feminino pois auxilia na regulação hormonal deste.

Este suplemento alimentar tanto é útil em mulheres jovens, amenizando as dores menstruais, como em mulheres no período da menopausa, auxiliando no alívio dos sintomas desta fase, tais como a instabilidade emocional e as ondas de calor.
 

A lecitina da soja emagrece?


Sozinha, a lecitina de soja não faz milagres nem o irá fazer perder qualquer peso. Contudo, quando combinada com uma alimentação saudável e equilibrada e com a prática regular de exercício físico, a lecitina de soja é uma poderosa aliada na perda de peso.

Esta tem a capacidade de acelerar o metabolismo e auxiliar na metabolização de gorduras, pelas suas propriedades termogénicas e emulsionantes.

Quando o metabolismo está acelerado, existe um maior gasto energético, e uma maior metabolização de gorduras leva a uma diminuição destas no organismo, daí promover uma maior perda de peso.
 

Efeitos adversos


pressao arterial baixa
Como com qualquer outro alimento, por mais benefícios que a lecitina de soja tenha, quando a ingerir em excesso, esta pode causar-lhe alguns problemas de saúde. Veja algumas das possibilidades:


1. Efeito hormonal

A lecitina da soja interfere na função da tiroide, o que pode desencadear algumas oscilações do seu funcionamento e, em última estância, patologias como o hipotiroidismo ou o hipertiroidismo.

 


2. Pressão arterial baixa 

Se já tem tendência para uma pressão arterial baixa, então a lecitina de soja pode intensificar os sintomas associados a esta.

Podem aparecer sinais como visão turva, dores de cabeça, tonturas e vómitos, quando o consumo da lecitina de soja for excessivo.

 


3. Sistema digestivo

Se consumida em excesso, a lecitina da soja pode causar náuseas, perda de apetite, diarreia e dores abdominais, interferindo na absorção dos nutrientes.
 

Contraindicações


gravida
A lecitina de soja não deve ser consumida por mulheres durante a gravidez ou a amamentar.

Adicionalmente, é importante estar atento ao surgimento de sintomas como dificuldade em respirar, inchaço na garganta e nos lábios, manchas vermelhas na pele e comichão, pois eles indicam alergia à lecitina, sendo necessário, nesse caso, suspender a suplementação de imediato e dirigir-se ao médico.

 Alguns indivíduos alérgicos à soja podem ingerir com segurança lecitina de soja, enquanto os aqueles com alergia extrema à soja podem reagir a vestígios da lecitina de soja.

Não esquecer que é essencial consultar sempre um médico, nutricionista ou farmacêutico antes de tomar um suplemento alimentar.


Onde comprar?


A lecitina de soja costuma ser encontrada em lojas de produtos naturais e farmácias. Este suplemento alimentar é de venda livre, logo não é necessária prescrição médica.

Contudo, deve sempre aconselhar-se com um profissional de saúde antes de iniciar a sua toma.

O preço médio é de 10€ por um frasco de 100 cápsulas, mas pode variar.
 

Como usar?


A lecitina de soja é maioritariamente encontrada sob a forma de cápsulas.

Estas devem ser ingeridas antes das refeições principais (pequeno-almoço, almoço e jantar), sendo a dose recomendada de 2 cápsulas por refeição.

Não deve exceder a toma diária recomendada e aconselhe-se sempre que possível com um profissional de saúde.


Saiba as melhores dicas para ficar em forma !

 

Veja também: