Inflamação da córnea: causas, sintomas e tratamento

A inflamação da córnea ou ceratite pode ser provocada por uma lesão ou infeção provocada por vírus, bactérias ou fungos e menos comum do que a conjuntivite.

Inflamação da córnea: causas, sintomas e tratamento
Saiba como distinguir os sintomas e conheça as causas da inflamação da córnea.

A córnea é o tecido transparente, fino e resistente localizado na parte anterior do olho. A inflamação da córnea, também designada como ceratite, pode ser causada por uma infeção por vírus bactérias ou fungos. Pode também tratar-se de uma inflamação da córnea não infeciosa, que pode ser provocada por uma pequena lesão ou até pelo uso excessivo de lentes de contacto.

Os sinais e sintomas mais frequentes são a dor nos olhos, que pode ir de moderada a forte, a fotofobia (sensibilidade à luz), a vermelhidão e o ardor nos olhos, a visão turva, entre outros.

Se não tratada, ou se consequência de uma infeção grave, esta doença pode levar a complicações sérias que podem danificar permanentemente a visão.

QUAIS OS SINTOMAS DA INFLAMAÇÃO DA CÓRNEA?


inflamacao na cornea e olho vermelho

Os sintomas mais comuns, normalmente são:

  • Vermelhidão dos olhos;
  • Dor nos olhos;
  • Lacrimejar dos olhos;
  • Dificuldade em abrir a pálpebra por dor ou irritação;
  • Visão baça;
  • Sensibilidade à luz (fotofobia);
  • Sensação de que tem algo no olho (“sensação de areia nos olhos”).

 

QUAIS OS FATORES DE RISCO PARA A INFLAMAÇÃO DA CÓRNEA?


lentes de contacto

Os fatores que podem aumentar o risco de desenvolvimento de ceratite incluem:

– Lentes de contacto: O uso de lentes de contacto aumenta o risco de ceratite infeciosa e não infeciosa. O risco normalmente decorre da não desinfeção adequada das lentes, do uso de lentes de contacto durante a natação, do uso prolongado ou do uso de água ou de soluções caseiras para armazenar e limpar as lentes. Esta inflamação da córnea é, de facto, mais comum nas pessoas que usam lentes de contacto de uso prolongado, relativamente às que usam as lentes diárias.

– Imunidade reduzida: Se o seu sistema imunitário está enfraquecido devido a doenças ou medicamentos, há um risco aumentado de inflamação da córnea.

– Clima quente: Num clima quente e húmido, o risco de ceratite aumenta, especialmente se o material vegetal entrar em contato com os olhos. Esta ação pode arranhar o epitélio da córnea e os produtos químicos da planta podem causar uma inflamação, que pode levar a uma infeção.

– Corticosteróides: O uso de colírios corticosteróides para tratar uma doença ocular pode aumentar o risco de desenvolver ceratite infeciosa ou agravar a ceratite existente.

– Lesão ocular: Se uma das suas córneas foi danificada por uma lesão no passado, existe uma maior vulnerabilidade para desenvolver inflamação da córnea.

QUAL O TRATAMENTO PARA A INFLAMAÇÃO DA CÓRNEA?


tratamento com gotas no olho

Na ceratite, o tratamento depende do agente que a causou, ou seja, se for causada por um vírus (ceratite vírica) a terapêutica deve ser efetuada com medicamentos antivíricos, por sua vez, se o agente causador for uma bactéria (ceratite bacteriana), o tratamento deve ser efetuado com antibióticos. Portanto, o tratamento é efetuado conforme a causa, devendo por isso, o tratamento ser orientado pelo médico oftalmologista após descobrir a causa subjacente ao problema.

Quando a inflamação da córnea é decorrente de falta de lubrificação ocular (olho seco), o uso de lágrimas artificiais ou colírios para lubrificação é bastante eficaz.

Por outro lado, a ceratite relacionada com doenças auto-imunes é, muitas vezes, tratada com corticóides.

O prognóstico para a maioria dos casos de inflamação da córnea é muito favorável. Com o tratamento precoce da ceratite causada por herpes simples, herpes zoster ou bactérias, a maioria dos casos evolui favoravelmente sem complicações e sem perda de visão. O tratamento precoce de ceratite causada por fungos é também essencial.

Em casos mais graves o único recurso é a cirurgia, através de um transplante de córnea.

Veja também:

Farmacêutica Cátia Rocha Farmacêutica Cátia Rocha

Cátia Rocha é farmacêutica. Como apaixonada pela profissão, acredita na importância da educação para a saúde e num papel interventivo dos profissionais de modo a transmitir conhecimentos que considera importantes e fundamentais para o bem-estar da população. É Mestre em Ciências Farmacêuticas pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte e exerce atualmente o cargo de farmacêutica na Farmácia Agra.