Hemorroida grau três: causa, sintomas e cura

As hemorroidas de grau três prolapsam com o esforço, mas só reduzem com ajuda do doente. Este grau de hemorroidas pode provocar alguma dor e desconforto.

Hemorroida grau três: causa, sintomas e cura
As hemorroidas de grau três são facilmente identificadas, porque são fáceis de detetar a olho nu.

Nas hemorroidas de grau três, ao contrário do que acontece na hemorroida grau dois, nesta situação não retornam espontaneamente e, portanto, é necessária ajuda manual para que isso aconteça.

Neste grau, os sintomas serão mais intensos e, portanto, a identificação do problema será mais fácil.

QUAIS SÃO OS SINTOMAS MAIS COMUNS DAS HEMORROIDAS DE GRAU TRÊS?


Alguns dos sintomas podem ser semelhantes aos dois graus anteriores, mas uma vez que este é um estado mais avançado, há uma maior probabilidade que se façam sentir e com mais intensidade:

Plano de Saúde Grátis
Cuide da sua saúde. Obtenha consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médicas gratuitas.Peça aqui o seu plano grátis.

  • Sangramento durante a evacuação;
  • Prolapso;
  • Dor;
  • Ulceração;
  • Trombose (caracterizada pela formação de coágulos nos vasos hemorroidários);
  • Prurido (comichão).

> Saiba mais sobre os sintomas das hemorroidas.

QUAIS SÃO OS FATORES AGRAVANTES DAS HEMORROIDAS?


Existem alguns fatores que aumentam a probabilidade de desenvolvimentos de doença hemorroidária, tais como:

  • Maus hábitos intestinais – obstipação e/ou diarreia;
  • Fatores alimentares – álcool, alimentos picantes;
  • Posição sentada durante muitas horas;
  • Sedentarismo;
  • Gravidez.

Durante a gravidez é mais frequente a obstipação, e o volume de sangue circulante aumenta 25 a 40%, o que aumenta a dilatação.

Estes fatores associados ao útero aumentado e ao ambiente hormonal, favorecem a ocorrência de doença hemorroidária em 8 a 24% das grávidas.

O esforço e traumatismo associado com o trabalho de parto contribuem para a manifestação de hemorroidas sintomáticas em 12 a 34% das parturientes.

Além disso, outro fator agravante para o desenvolvimento de hemorroidas degrau três é a presença de excesso de peso, deverão ser aconselhados a perder peso, devem melhorar a higiene anorretal com soluções adaptadas e devem evitar permanecer mais do que o tempo necessário na casa de banho.

> Saiba mais sobre as as causas do aparecimento das hemorroidas.

COMO TRATAR AS HEMORROIDAS DE GRAU TRÊS?


As hemorroidas internas, de maior dimensão, com prolapso frequente ou mesmo permanente, exigem um tratamento especial, instrumental ou cirúrgico. O tratamento instrumental, e muitas vezes também o tratamento cirúrgico, podem ser realizados em regime de ambulatório (sem necessidade de internamento).

O tratamento instrumental das hemorroidas inclui a laqueação elástica, a esclerose e ainda outros métodos, menos praticados e menos eficazes, nomeadamente a coagulação por infravermelhos ou laser e a crioterapia.

Na laqueação elástica é aplicada uma pequena banda elástica de borracha na base da hemorroida que interrompe o aporte de sangue e provoca a sua necrose.

No tratamento por esclerose é injetado localmente nos vasos hemorroidários um produto esclerosante que interfere com a vascularização da hemorroida e provoca também a sua necrose.

Por outro lado, a coagulação por infravermelhos consiste em aplicar diretamente ondas de infravermelhos nas hemorroidas. O calor que é gerado queima as lesões e leva então ao seu desaparecimento. Este método é, no entanto menos eficaz e, portanto, menos utilizado.

As complicações mais comuns a todas as técnicas instrumentais, são a dor e as retorragias (perda de sangue pelo reto). As retorragias podem ocorrer até ao 21º dia.

A dor é frequente e, na maioria das vezes, referida como um simples desconforto, mas pode ser intensa e persistir alguns dias.

Em alguns casos de hemorroidas de grau três pode associar-se à laqueação elástica, a excisão do pedículo dominante, sob anestesia local, com ótimos resultados.

Tratamento não instrumental

Embora nas hemorroidas de grau três seja, geralmente, necessário recorrer ao tratamento instrumental ou cirúrgico, existe um conjunto de medidas que ajudam a aliviar os sintomas.

  • Aumentar o consumo de água e fibras por forma a reduzir o esforço ao defecar, uma vez que este é um dos fatores mais frequentemente associados ao desenvolvimento de hemorroidas.
  • Recorrer a laxantes caso a dieta não seja suficiente para evitar o problema da obstipação.
  • Pomadas ação lubrificante e anestésica e uma correta higiene anorretal, auxiliam no alívio do desconforto, dor e prurido.

> Saiba mais sobre o tratamento das hemorroidas.

Cuide da sua saúde. Consiga aqui consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médica gratuitas!

Veja também:

Ler mais
Cátia Rocha Cátia Rocha

Cátia Rocha é farmacêutica. Como apaixonada pela profissão, acredita na importância da educação para a saúde e num papel interventivo dos profissionais de modo a transmitir conhecimentos que considera importantes e fundamentais para o bem-estar da população. É Mestre em Ciências Farmacêuticas pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte e exerce atualmente o cargo de farmacêutica na Farmácia Agra.