Hemorroida grau dois: sintomas, causas e curas

Hemorroida grau dois: sintomas, causas e curas

Perceba melhor esta condição.

A hemorroida de grau dois tem uma solução simples e descomplicada. Aprenda tudo aqui para perceber que não há razões para pânico.

As hemorróidas internas são usualmente classificadas consoante o grau em que se encontram (primeiro, segundo, terceiro ou quarto), o que é fundamental para definir o tratamento a adotar.

Aqui iremos explicar em que consiste a hemorróida de grau dois, assim como todos os sintomas que lhe estão associados, e quais os possíveis tratamentos.


HEMORRóIDA GRAU DOIS


As hemorróidas são veias inchadas, inflamadas e doridas que se localizam na parte inferior do reto ou do ânus.

Proteja a sua saúde!
Receba conteúdos exclusivos e habilite-se a um check-up completo. Registe-se já!
Neste grau, as protuberâncias hemorroidárias encontram-se fora do canal anal durante o momento da evacuação, mas retornam espontaneamente para dentro do canal anal.

Estas diferem do grau um porque nunca há um prolapso, e diferem dos graus três e quatro porque o prolapso é apenas momentâneo enquanto que, nos outros, é constante.
 

COMO IDENTIFICAR

Uma vez que só são visíveis durante a evacuação, para verificar a presença de hemorróidas de grau dois não basta analisar a zona para tirar conclusões.

Será necessário recorrer ao toque retal, que tem como objetivo avaliar a musculatura do ânus e das lesões do canal anal ou à anuscopia que consiste na introdução de um aparelho no ânus para observar internamente o canal (dura apenas alguns segundos e é indolor).
 

HEMORRóIDA GRAU DOIS: SINTOMAS


Uma vez que apenas prolapsam durante a evacuação, regressando depois ao estado original, as hemorróidas de grau dois não são fácilmente detetáveis.

Contudo, há alguns sintomas que se podem fazer sentir e que merecem especial atenção.
  • Sangramento durante a evacuação;
  • Prolapso;
  • Dor;
  • Ulceração;
  • Trombose.


HEMORRóIDA GRAU DOIS: AS CAUSAS


obesidade
As razões que levam ao aparecimento de hemorroidas são muito variadas. Mostramos-lhe, de seguida, algumas causas mais comuns. É de salientar que nem todos estes aspetos levam necessariamente ao seu aparecimento, apenas podem estar na sua origem.
 
  • Prisão de ventre
  • Esforço para evacuar
  • Dieta pobre em fibras
  • Obesidade
  • Prender as fezes frequentemente
  • Diarreia crónica
  • Histórico familiar de hemorróidas
  • Gravidez
  • Sexo anal
  • Tabagismo
  • Cirrose


HEMORRóIDA GRAU DOIS: A CURA


agua morna
As hemorróidas deste tipo normalmente conseguem ser curadas apenas através de tratamentos simples e não exigem intervenções cirúrgicas nem tratamentos clínicos.

Algumas mudanças na alimentação, na rotina e nos cuidados de higiene deverão ser suficientes.
 

1. ÁGUA, COMPRESSAS E POMADA

Banhar a região afetada com água morna ou aplicar compressas húmidas e mornas, ajuda a reduzir o desconforto e o ardor que se possam fazer sentir.

Se aliar a isso pomadas e cremes que efeitos analgésicos e lubrificantes, vai ajudar ainda mais a acabar com a dor e a reduzir os sintomas.
 


2. MAIS FIBRAS, MAIS ÁGUA E MAIS EXERCÍCIO

Regular o trânsito intestinal vai ajudar a reduzir o esforço a evacuar e, consequentemente, reduzir sintomas como o sangramento e a dor. Para isso deve fazer algumas altrações na sua alimentação do dia a dia.

O aumento do consumo de fibras, assim como uma maior ingestão de água, aliadas à prática de exercício físico vão ajudar ao bom funcionamento dos intestinos.

Paralelamente deverá também reduzir o consumo de picante. Embora este fator possa ser indiferente para muitas pessoas, para outras é altamente irritativo para as hemorroidas.

 


3. LAXANTES

Se as alterações alimentares e uma forte hidratação não forem suficientes, aí então pode recorrer a laxantes para facilitar o trânsito intestinal.

Mas é sempre fundamental que comece por tentar resultados com as outras opções primeiro.
 
 


4. LIGADURA ELÁSTICA

Este tratamento é feito através da anuscopia. É introduzida uma borracha na base das hemorróidas que irá causar o estrangulamento e a necrose das mesmas.

Ao fim de cerca de quatro dias, a hemorróida acaba por sair naturalmente pelo ânus juntamente com a borracha.

Com uma grande taxa de eficácia, não costuma causar dor nem sequer é necessário recorrer a qualquer tipo de anestesia.


Se a saúde é uma prioridade para si, clique aqui.


Veja também: