Hematidrose: uma doença tão rara quanto estranha

A hematidrose é uma condição rara, mas real, em que a transpiração de suor é também acompanhada de sangue.

Hematidrose: uma doença tão rara quanto estranha
Saiba porque ocorre a transpiração com sangue e como é tratada.

A hematidrose já tem sido referida ao longo da história. A Bíblia menciona Jesus a transpirar sangue enquanto reza antes da crucificação. Leonardo Da Vinci escreveu sobre os soldados que transpiravam sangue antes da batalha.

Embora não se saiba com certeza se estes relatos são ou não representações reais, a hematidrose é uma condição real. O suor acompanhado de sangue pode ocorrer em qualquer superfície do corpo. O rosto e a testa são locais comuns.

De acordo com o historiador e hematologista canadiano Jacalyn Duffin, se separados os casos encontrados na literatura médica antiga daqueles descobertos entre 1880 e 2017, já que estes últimos estão muito menos associados à mística e à religião do que os anteriores. Apenas 42 pacientes foram diagnosticados neste intervalo temporal, numa média de um caso a cada três anos, ainda que a grande maioria se concentre nos últimos cinco anos.

QUAIS AS POSSÍVEIS CAUSAS DA HEMATIDROSE?


mulher com medo

Não há muita informação disponível acerca da hematidrose. É uma condição bastante rara, pelo que não existem muitos estudos publicados acerca desta doença.

Plano de Saúde Grátis
Cuide da sua saúde. Obtenha consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médicas gratuitas.Peça aqui o seu plano grátis.

No entanto, a hematidrose geralmente ocorre quando uma pessoa sente medo ou stress de forma intensa. Quando estamos perante uma situação de ameaça de morte, por exemplo, ocorre uma reação natural do organismo como defesa para nos ajudar a sobreviver a esta situação naturalmente perigosa.

Neste sentido, o nosso organismo liberta substâncias químicas, como a adrenalina e o cortisol que nos preparam para lutar e fugir do perigo. Este mecanismo faz com que a nossa energia aumente e fiquemos mais alerta, sendo uma reação temporária e que não causa danos na saúde a longo prazo.

Mas, em casos raros, a resposta a uma situação de stress físico ou emocional extremo é a rutura dos capilares sanguíneos em torno das glândulas sudoríparas, o que faz com que o sangue saia pelos poros do corpo juntamente com o suor.

Outros fatores causadores têm sido também sugeridos, tais como:

  • Menstruação vicária – desvio do fluxo menstrual por outro órgão;
  • Púrpura psicogénica – trata-se de uma doença auto-imune em que o sistema imunitário não reconhece as plaquetas como parte integrante do organismo, produzindo anticorpos para as destruir. As plaquetas são responsáveis pela coagulação do sangue quando sofremos algum tipo de ferimento, o que faz com que ocorram sangramentos e hematomas espontâneos sem uma lesão ou causa conhecida.

 

COMO SE DIAGNOSTICA A HEMATIDROSE?


hematidrose e exame ao sangue

A hematidrose não surge documentada como sendo fatal, no entanto a perda excessiva de sangue pode ter como consequência outras patologias, como a anemia, potencialmente perigosas.

Porque é tão pouco conhecido sobre a hematidrose, não há diretrizes claras sobre como abordar a doença. No entanto, o tratamento tem que passar por perceber o que desencadeia esta desordem, ou seja, identificar a causa de stress físico ou emocional extremo a que o paciente possa estar sujeito.

Assim, deverão ser realizados testes de diagnóstico de forma a descartar qualquer desordem hematológica:

  • Verificar a contagem diferencial de células sanguíneas;
  • Verificar a contagem de plaquetas;
  • Excluir possíveis distúrbios hemorrágicos.

Alguns médicos poderão também solicitar outros testes laboratoriais para verificar a função renal e hepática. Além disso, é importante verificar se não existem outras anomalias através da análise de uma amostra de urina e fezes.

Existe ainda uma grande quantidade de exames, como endoscopia do trato gastrointestinal, ecografia abdominal, entre outos, que poderão ser realizados de forma a descartar outras possíveis patologias.

COMO SE TRATA A HEMATIDROSE?


medicacao em farmacia

Se todos estes exames não revelarem alterações que podem ser causadoras desta doença, o tratamento passará por ajudar a lidar com as situações de medo, stress ou outras emoções extremas a que o paciente poderá estar sujeito.

Este tratamento pode incluir medicação oral, que pode envolver antidepressivos ou ansiolíticos (que ajudam a controlar a ansiedade) e ainda, poderá ser também recomendada psicoterapia.

Cuide da sua saúde. Consiga aqui consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médica gratuitas!

Veja também:

Ler mais
Cátia Rocha Cátia Rocha

Cátia Rocha é farmacêutica. Como apaixonada pela profissão, acredita na importância da educação para a saúde e num papel interventivo dos profissionais de modo a transmitir conhecimentos que considera importantes e fundamentais para o bem-estar da população. É Mestre em Ciências Farmacêuticas pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte e exerce atualmente o cargo de farmacêutica na Farmácia Agra.