Como saber quando o bebé tem fome? Dicas importantes!

Como saber quando o bebé tem fome, sede ou se está simplesmente saciado e a comer bem para crescer forte e saudável, é uma das principais preocupações dos pais.

Como saber quando o bebé tem fome? Dicas importantes!
Como decifrar se o bebé está saciado ou com fome.

Quando se está a amamentar um bebé, uma das perguntas que  frequentemente assaltam as mães é, como saber quando o bebé tem fome? Como saber se o leite materno é suficiente? Uma vez que não conseguimos dosear a quantidade de leite que está a ser ingerida pelo bebé.

Não tenha dúvidas sobre a importância da amamentação, esta constitui o método mais natural e saudável de alimentar o seu bebé, pois este leite é uma fonte de proteínas, células e substâncias protetoras, que conferem uma maior proteção contra infeções e que ajudarão a manter o bebé feliz e saudável.

Assim e de uma maneira simples, o corpo da mãe produz exatamente o leite que o bebé precisa para crescer e se defender dos agentes infecciosos a que fica exposto após o parto. Durante todas as fases da amamentação, o leite adapta-se às necessidades nutricionais e capacidades digestivas do bebé.

Quando aparece o leite materno e em que quantidades?


quando aparece o leite materno e em que quantidades

Inicialmente o corpo produz o colostro, que é uma substância, espessa e amarelada, repleta de proteínas e anticorpos que ajudarão o bebé a defender-se de doenças e infeções. É o equivalente a uma primeira “imunização” contra doenças.

Tome nota:
A ligação que existe entre uma mãe e um filho é a mais poderosa! Receba já todas as dicas para si e o seu bebé.

O colostro aparece sempre em pequenas quantidades, mas não se preocupe, pois nessa fase, o estômago do bebé possui capacidade apenas para conter o equivalente a uma pequena colher de líquido, pelo que é suficiente.

Passados 2-3 dias após o parto, dá-se a descida do leite, coincidindo com uma fase em que o recém-nascido quer mamar de hora a hora, o que é muito positivo, pois contribui na produção de leite, sendo importante cumprir a amamentação em “livre demanda”, isto é, dar de mamar sempre que o bebé quiser.

Passados 2 a 4 dias, o bebé sentirá uma necessidade de ser alimentado com menor frequência, ou seja a cada 2 – 3 horas durante o dia ou até 4 horas de espaçamento entre mamadas durante a noite, uma vez que o corpo da mãe habituou-se a uma maior produção de leite. Nesta idade, a duração das mamadas é de aproximadamente 15 a 20 minutos em cada peito.

Deve de ter a noção de que, no caso de sentir a necessidade ou por indicação do pediatra, de adicionar leite artificial ou adaptado à dieta do bebé, o usual é que a produção de leite da mãe diminua de forma proporcional.

Quando devo amamentar o bebé?


quando amamentar o bebe

Alimente o bebé conforme ele pedir, ou seja, em livre demanda, o que significa, amamenta-lo sempre que ele quiser. No entanto permanece a questão, como saber quando o bebé tem fome?

Quanto mais der de mamar, maior será a sua produção de leite. Enquanto a sua produção de leite regulariza, é necessário que acorde o bebé para o amamentar se ele dormir mais de três horas seguidas durante o dia ou quatro horas durante a noite. Quando tudo já estiver a funcionar normalmente, será o seu bebé a acordá-la quando tiver fome, criando rotinas.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o aleitamento materno deve ser mantido em exclusivo até ao sexto mês de vida, a partir dessa altura é recomendada a introdução de alimentos sólidos para complementar a dieta do bebé.

No entanto, até ao primeiro ano de vida, o bebé continuará a obter a maior parte da sua alimentação através do leite materno ou leite adaptado.

Que quantidade de leite é suficiente para o bebé?


A quantidade de leite de que o bebé necessita vai depender de cada bebé, do seu peso, estatura, etc. A maioria dos recém-nascidos necessitam de aproximadamente 7 refeições por dia, no entanto, este número é ligeiramente variável entre eles.

Nem sempre é fácil saber se ele se está a alimentar corretamente ou está a fazer da mama uma chupeta, no entanto pode ter noção se está a ser bem alimentado ou não, se verificar o seguinte:

  • Se ouvir o bebé engolir à medida que vai mamando;
  • Se o bebé após a mamada, ficar relaxado e tranquilo, dormindo bem pouco depois de mamar;
  • Se apresentar pelo menos 5 a 6 fraldas molhadas com urina (cor amarelo claro) por dia, pode ter esta noção comparando o peso da fralda molhada utilizando uma fralda seca como referência, e se apresenta fezes moles de cor variável entre o castanho e o amarelado, entre 1 a 5 vezes dia, até ao final dos 2 meses de vida. No entanto existem recém-nascidos com tendência à obstipação, não significando que está a ser mal alimentado;
  • Os peitos da mãe ficam suaves, macios e com a sensação de “esvaziados” no final de cada mamada;
  • Bom aumento de peso;
  • No final dos primeiros 15 dias de vida o recém-nascido deverá ter recuperado os 10% de peso que geralmente perdem na primeira semana de vida.

A reter: toda a mãe que amamenta enfrentará breves períodos em que a sua produção de leite não consegue satisfazer os pedidos do bebé, no entanto, para ultrapassar este “obstáculo”, relaxe e dê de mamar sempre que ele lhe solicitar.

> Veja aqui mais sobre a quantidade de leite a dar ao bebé.

Como saber quando o bebé tem fome?


bebe com fome

Bebés desnutridos ou que começam a sentir fome, apresentam alguns sinais típicos, fáceis de utilizar no dia-a-dia, ajudando a responder à questão major “como saber quando o bebé tem fome?”, tais como:

  • Levar objetos à boca;
  • O reflexo de procura da mama, ou seja, o bebé abre a boca e roda a cabeça até onde pensa que o peito da mãe está;
  • O bebé encosta-se no seu peito;
  • O bebé realiza movimentos de sucção ou leva as mãos à boca;
  • Inicia um choro intenso, ficando irrequieto, sendo que este é um dos sinais tardios de fome;
  • Em último caso se o bebé se encontrar letárgico ou “demasiado parado” e pouco reativo a estímulos, pode estar com uma hipoglicémia (ou seja, o nível de açúcar no sangue baixo).

 

Em suma


Chorar nem sempre é sinal de fome. Pode significar imensas situações, tais como, o bebé estar cansado, precisar de atenção, de mudar a fralda, de acalmar, etc. Contudo, nesta fase já deverá ser capaz de reconhecer os vários tipos de choro do seu bebé e as necessidades que lhe possa estar associadas.

Na dúvida, o melhor a fazer é procurar orientação do pediatra ou de uma Conselheira de Aleitamento Materno (CAM), para tentar perceber se pode melhor alguma destas situações.

Receba aqui as melhores novidades para si e para o seu bebé

Veja também: