Como evitar lesões desportivas?

Como evitar lesões desportivas?

Saiba quais os cuidados básicos que deve ter.

Exercícios simples como alongamentos antes de iniciar a atividade física são fundamentais para diminuir o risco de lesões. 

As lesões desportivas são muito frequentes entre os praticantes de exercício físico. Só para ter uma ideia, seis em cada dez pessoas que iniciam um programa de treino, acabam por desistir durante as primeiras 6 semanas devido à contração de lesões. Mas estas lesões podem ser evitadas se tiver alguns cuidados adicionais. Afinal mais vale prevenir que remediar, até porque uma lesão pode implicar a suspensão do exercício físico da sua rotina diária. Veja como. 

7 Cuidados para evitar lesões desportivas 


1. Faça aquecimento 

É imperativo que antes de iniciar o seu treino faça alguns exercícios de aquecimento. Os músculos frios e rígidos tornam-se mais propensos a contrair lesões. Por esta razão é importante fazer exercícios de aquecimento que, tal como se percebe ajudam a elevar a temperatura dos músculos, tornando-os mais flexíveis e, consequentemente, menos para suscetíveis a ruturas. A título de exemplo pode fazer flexões, rotações dos quadris, aquecimento dos joelhos ou caminhar em passo largo durante alguns minutos. 

Já tem o seu plano de treinos?
Obtenha já o seu plano de treinos personalizado e atinja os seus objectivos! Fale com o nosso personal trainer e receba o seu plano de treinos.

2. Faça exercícios de flexibilidade 

Os exercícios de flexibilidade permitem não só aumentar (como indicam) a flexibilidade, mas também a prevenir ou aliviar as dores musculares. Escolha exercícios que olhe permitam trabalhar os grandes grupos musculares, tendões e articulações. E já agora inclua aqui também alguns exercícios de força (como os abdominais, por exemplo). 

3. Alterne os exercícios 

Se é daqueles que gosta de praticar exercício físico todos os dias pode optar por exercitar grupos musculares diferentes alternadamente. Ou seja, faça uma planificação da sua atividade física diária em que alterna os exercícios a realizar, por exemplo: se num dia vai correr durante 30 minutos, no dia seguinte pode andar de bicicleta durante os mesmos 30 minutos e no próximo fazer natação.  A ideia é que faça exercícios que trabalham músculos distintos. Esta alternância permite aos músculos recuperarem do esforço realizado e evitar lesões, além de que o ajuda a outras partes do corpo ao invés de se focar apenas numa. 

4. Tenha atenção para não esforçar os músculos da coluna 

Por vezes na ânsia de aumentar a intensidade dos treinos, os praticantes de exercício tendem a esforçar os músculos da coluna ao realizarem muitas vezes exercícios desajustados que podem provocar lesões a nível da coluna ou hiperextensão das articulações, por exemplo. Um cuidado muito básico, mas muito importante é a escolha do calçado adequado para a prática desportiva. 

5. Faça alongamentos depois do exercício

Se começou por preparar os músculos para a prática desportiva, faz todo os sentido que tenha o mesmo cuidado no final. Desta forma evita o encurtamento muscular e alivia as tensões. 

6. Preste atenção aos sinais de alarme 

Dores musculares (ainda que ligeiras), dores no peito, dificuldade em respirar, falta de ar, tonturas, cãibras ou transpiração excessiva, por exemplo, são sinais de alerta a que deve ter atenção. Se sentir algum sintoma anómalo durante o seu treino abrande ou (se necessário) pare. 

7. Recupere das lesões 

Se já sofreu uma lesão, a melhor forma de piorar e evitar novas (e possíveis) lesões é recuperar totalmente e só depois voltar a praticar exercício. 



Veja também: