Porque sente cansaço durante o treino?

Sente cansaço durante o treino? Desidratação, problemas hormonais, falta de descanso e até excesso de treino. Iremos analisar de seguida possíveis causas.

Porque sente cansaço durante o treino?
A fadiga durante o treino pode ter várias causas.

Uma causa frequente de queixas por parte de alguns praticantes de exercício físico é o cansaço durante o treino. Este representa um fator limitativo pois sentimo-nos sem energia e a rentabilidade do treino fica muito aquém do desejado.

De seguida apresentamos possíveis causas para sentir cansaço durante o treino, e a forma como poderá prevenir algumas delas.

Cansaço durante o treino: 8 factos a ter em conta


1. Falta de descanso

cansaco durante o treino e descanso

O primeiro fator a ter em conta quando se sente cansado é verificar como têm andado os seus padrões de sono nas últimas semanas.

Nos dias de hoje este é um fator frequentemente negligenciado e que tem sérias repercussões negativas na saúde em geral, e neste caso, na performance durante o treino.

É importante saber que treinar impõe stress no organismo e que treinando todos os dias e sem o descanso adequado, a fadiga se irá impor. Tente dormir pelo menos 7 horas por noite, pois é durante o descanso que a recuperação é feita e os resultados se consolidam.

2. Asma ou alergias

jovem com bomba de asma

Estes dois fatores tornam a passagem de ar mais difícil pelas vias aéreas. Ao tornar a passagem do ar mais difícil, irá ser dificultada a entrada de oxigénio no corpo. Estando os tecidos, músculos e órgãos do corpo dependentes de oxigénio para funcionar, é então de esperar que essa falta de oxigenação se traduza em cansaço durante o treino.

Se tosse, sibila ou sente alguma dificuldade em respirar poderá sofrer de asma induzida pelo exercício (AIE) ou broncoconstrição, nos quais as vias aéreas diminuem de tamanho, dificultando a passagem de ar pelas mesmas. Se sente algum destes sintomas consulte o seu médico.

3. Treinos muito intensos

treino exaustivo

Este fator pode traduzir-se em desgaste neural com consequências para o sistema imunitário, havendo um risco aumentando de infecções.

Deve ser tido em atenção o correto planeamento dos treinos, não devendo estes ser feitos sempre de forma intensa. Devem ser alternadas fases de treino mais intensas com fases mais calmas para poder dar tempo ao seu corpo para descansar e assim não comprometer o seu sistema imunitário.

4. Anemia

anemia

Esta é uma condição na qual o seu sangue possui poucas células capazes de transportar oxigénio: glóbulos vermelhos e hemoglobina. As suas células, ao não possuírem a quantidade suficiente de oxigénio, não poderão funcionar no seu esplendor.

Possuir baixos níveis de ferro no organismo (condição que prevalece maioritariamente em mulheres), não consumir produtos de origem animal e ter níveis baixos de vitamina B12 e ácido fólico, irão ter implicações negativas, traduzindo-se em cansaço durante o treino.

As principais fontes de ferro na dieta são a carne vermelha, o peixe, alguns vegetais, o feijão e as nozes.

5. Desidratação

jovem desportista a hidratar-se

Sabemos a importância que tem uma correta hidratação, mas desconhecemos que esta pode ser uma causa para sentir cansaço durante o treino. O cérebro humano é composto por 95% de água, o sangue por 82% e os pulmões cerca de 90%. Este é o nutriente mais abundante e também o mais importante para a manutenção de uma boa saúde em geral.

Uma redução de apenas 2% na água corporal tem efeitos nefastos, havendo estudos que mostram que há mesmo uma ligeira diminuição da massa encefálica, o que irá provocar uma menor coordenação neuromuscular e uma menor capacidade de concentração e processamento mental. Em termos físicos irá ter também repercussões negativas, havendo uma diminuição da resistência muscular, força, menor capacidade de resposta aos estímulos e maior propensão a câimbras musculares.

Assegure uma correta hidratação diária, bebendo no mínimo 1,5l de água por dia, devendo a sua ingestão ser aumentada em períodos de calor acentuado nos quais a taxa de transpiração aumenta.

6. Problemas na tiroide

problemas na tiroide

O hipotiroidismo é a doença funcional tiroideia mais comum e resulta da produção insuficiente ou mesmo ausente de hormonas tiroideias. Os sintomas são variados e incluem cansaço, pele seca, queda e cabelo quebradiço, ligeiro aumento de peso, intolerância ao frio, irritabilidade, esquecimento, depressão, irregularidades menstruais e mesmo infertilidade.

A produção insuficiente de hormonas tiroideias poderá provocar acentuado cansaço durante o treino, facto que deverá ter em conta se segue corretamente os pontos acima mencionados. É uma condição algo comum, principalmente em mulheres, e deverá ser reportada ao seu médico se apresentar os sintomas mencionados.

7. Falta de hidratos de carbono

massa com legumes

Este representa um importante pilar para quem quer perder peso. Havendo uma restrição de hidratos de carbono haverá, por conseguinte, uma redução na gordura corporal. Contudo, se esta restrição é levada ao extremo será notada uma acentuada quebra nos níveis de energia durante o treino, com consequente redução na performance.

Os hidratos de carbono são responsáveis por fornecer energia, logo se estes são severamente restringidos, o resultado será então cansaço durante o treino.

Se este for o caso, aumente a ingestão dos mesmos, privilegiando os hidratos de carbono complexos em detrimento dos simples.

8. Queda no pH sanguíneo

dores musculares

Não aprofundando muito este tema, fica aqui com uma breve noção: quando o seu corpo é levado ao limite num treino intenso, o subproduto da conversão de hidratos de carbono em combustível são iões de hidrogénio. Quanto mais intensa a atividade física, mais iões de hidrogénio, menor o pH sanguíneo, tornando o meio mais ácido e diminuindo a eficiência dos músculos, o que irá causar a famosa dor muscular durante o treino com consequente diminuição da eficiência das enzimas responsáveis por fornecer energia aos músculos.

Este é um processo benéfico que irá criar adaptações no seu organismo e dotá-lo de uma maior capacidade de lidar com essa mesma acidez, mas que feito de forma contínua irá provocar uma sobrecarga no seu corpo, havendo então necessidade de se alternar treinos intensos com treinos mais calmos para assegurar a correta reposição dos níveis de substratos energéticos e fazer com que o pH intramuscular volte a valores normais (pH=7).

Se sente que este pode ser um dos fatores pelo qual sente cansaço durante o treino, opte por baixar a intensidade dos treinos: poderá passar esse cansaço persistente e o seu sistema imunitário agradece.

Em suma


Ficou aqui com algumas possíveis causas para sentir cansaço durante o treino, causas essas que vão desde a falta de descanso a problemas hormonais. Analise bem a sua rotina diária e veja qual dos fatores poderá estar a conduzir a essa inércia que sente no momento de treinar.

Atente em cada um dos pontos acima mencionados e em caso de dúvida aconselhe-se junto de um profissional de saúde.

Veja também:

Francisco Torres Francisco Torres

Francisco Torres é Personal Trainer, e trabalha actualmente no ginásio Fitness Hut de Linda-a-Velha. Licenciado em Ciências do Desporto pela Faculdade de Motricidade Humana e Mestre em Gestão do Desporto pela mesma Universidade, possui diversas especializações nomeadamente em Populações especiais e Exercício físico na gravidez e pós-parto, bem como uma Pós-Graduação em Nutrição Desportiva.